Pesquisar este blog

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Rafael de Carvalho



Nome real: Manoel Rafael de Carvalho

Créditos: Rafael de Carvalho, Raphael de Carvalho, Rafael Carvalho, ou Raphael Carvalho

Atividades: Ator, escritor, autor, dramaturgo, produtor, poeta, compositor, letrista, autor, radioator, radialista, cantor e repentista

Áreas: Cinema, teatro, rádio e TV

Nascimento: 16/02/1918, Caiçara/PB

Óbito: 03/05/1981, Salvador/BA

Causa óbito: Infarto

Relacionamentos: Primeiro casamento com Sra. De Almeida (1955-1962), dois filhos: um deles a atriz e dubladora Nádia Carvalho. Era casado com a atriz Mary Neubauer (1963-1981), duas filhas: Roberta e Rogéria. Teve mais um relacionamento, um filho.

Nota: Formado em Teatro. Faleceu durante as gravação da novela "Rosa Baiana" (1981).

Carreira: 1945-1983

Alguns trabalhos:

1957 - TV-Teatro Walita Tupi: Pânico (Televisão)
1958 - O Vale de Electra (Teatro)
1958 - TV de Aventuras: Teseu (Televisão)
1963/1964 - Chico Anysio Show TV Excelsior (Televisão)
1963/1964 - Colé, o Show TV Excelsior (Televisão)
1963/1964 - Espetáculos Tonelux TV Excelsior (Televisão)
1963/1964 - Gira o Mundo Gira TV Excelsior (Televisão)
1963/1964 - Samba, Carnaval e Música (Teatro)
1963/1964 - Viva o Vovô Deville TV Excelsior (Televisão) - Cantor do Coral dos Bigodudos
1963/1965 - My Fair Show TV Excelsior (Televisão)
1963/1965 - Times Square TV Excelsior (Televisão)
1963/1965 - A Cidade Se Diverte TV Excelsior (Televisão)
1964 - A Grande Revista TV Excelsior (Televisão)
1964 - Hospital Tan-Tan TV Excelsior (Televisão)
1964 - Kid Otelo no Rancho da Fartura TV Excelsior (Televisão)
1964 - Papai Colé TV Excelsior (Televisão)
1964/1965 - Show Riso TV Excelsior (Televisão)
1965/1967 - Chico Anysio Show TV Tupi (Televisão) - Prefeito Torquato
1966/1967 - Riso Sinal Aberto (Televisão)
1967 - A Pena e a Lei (Teatro)  - Vicente Borrote
1967 - Terra em Transe (Cinema)
1968 - Joãozinho Peteleco (Teatro)
1968 - O Homem Nu (Cinema)
1969 - Macunaíma (Cinema) - Curupira
1970 - Casa Grande e Senzala (Teatro)
1970 - Como Matar um Playboy (Teatro)
1971 - Como Matar um Playboy (Teatro) - (Portugal)
1972/1973 - O Milagre de Nossa Senhora Magrinha (Teatro)
1973 - LP Emboladas, Cocos e Desafios da Gravadora Musicolor/Continental (Música) - Cantor
1973 - Sermão para Um Machão (Teatro) - Vesguinho
1974 - O Trapalhão na Ilha do Tesouro (Cinema) - Capitão
1975 - Gabriela TV Globo (Televisão) - Coronel Coriolano Ribeiro
1975 - Roque Santeiro TV Globo ‘censurada’ (Televisão) - Trovoada
1976 - Saramandaia TV Globo (Televisão) - Seu Cazuza
1980 - Cavalo Amarelo  TV Bandeirantes (Televisão) - Viriato
1980 - O Home Que Virou Suco (Cinema)
1981 - Eles Não Usam Black-Tie (Cinema) - Jurandir (lançamento póstumo)
1981 - Rosa Baiana TV Bandeirantes (Televisão) - Edmundo Lua Nova de Jesus 'Seu Lua' (conclusão póstuma)
1983 - Dôra Doralina (Cinema) - (lançamento póstumo)

2 comentários:

JOCELINO TOMAZ DE LIMA disse...

TÃO IMPORTANTE QUANTO CORONEL CORIOLANO FOI A ATUAÇÃO COMO "SEU CAZUZA" EM SARAMANDAIA. RAFAEL TEVE NA VERDADE CINCO FILHOS. ATUOU EM 33 FILMES, ALGUNS ANTOLÓGICOS COMO MACUNAÍMA, ELES NÃO USAM BLACK-TIE, O TRAPALHÃO NA ILHA DO TESOURO, TERRA EM TRANSE, O HOMEM NÚ, O HOMEM QUE VIROU SUCO, ETC. SUA SEGUNDA ESPOSA, MARY NEUBAUER, TAMBÉM ATRIZ, ESTÁ VIVA E VIVEU COM ELE DE 1963 ATÉ SUA MORTE, EMBORA ELE NO FINAL JÁ MANTIVESSE UM RELACIONAMENTO QUE GEROU O ÚLTIMO FILHO.

Anônimo disse...

NADIA CARVALHO fez a SANTINHA PUREZA na tal ESCOLINHA.