Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de março de 2020

Pepa Ruiz (I)



Nome real: Josefa Maria do Rosário de La Santíssima Trindad Ruiz Puebla

Créditos: Pepa Ruiz, Pêpa Ruiz, Pepa Ruis, ou Pêpa Ruís

Atividades: Atriz, bailarina, radioatriz, coreógrafa e produtora

Áreas: Teatro, rádio, cinema e TV

Nascimento: 13/08/1904, Andaluzia - Espanha

Óbito: 26/12/1990, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural

Relacionamentos: Foi casada com o ator e bailarino Artur Rosa Mateus (1919-1920), um filho: o dramaturgo Roberto Ruiz de Rosa Mateus.

Nota: Estava aposentada. Mudou-se para Portugal em 1912. Chegou no Brasil em 1920. Também atuava como empresária teatral. Seu ex-marido, Artur Dionísio de Rosa Mateus, nasceu no dia 09/10/1893, em Lisboa - Portugal, e chegou ao Brasil em 1951, retornando à Portugal, onde atuou até dezembro de 1971. Conhecida como a "Pavlova Brasileira".

Carreira: 1916-1979

Alguns trabalhos:

1925 - Amor Sem Dinheiro (Teatro)
1926 - As Encantadoras (Teatro)
1926 - Turumbamba (Teatro)
1927 - Aguenta a Mão (Teatro)
1927 - Bonecas da Avenida (Teatro)
1927 - Braço de Cera (Teatro)
1927 - É da Pontinha (Teatro)
1927 - Florzinha (Teatro)
1927 - Para Todos (Teatro)
1927 - Viva a Paz (Teatro)
1928 - A Jurity (Teatro)
1928 - A Sertaneja (Teatro)
1928 - O Diamante Azul (Teatro)
1928 - O Marroeiro (Teatro)
1928 - Pé de Anji, Felipe & Cia (Teatro)
1928 - Rio Nu (Teatro)
1928 - Rio-São Paulo (Teatro)
1942 - A Mulher do Próximo (Teatro)
1944 - O Que Eles Querem (Teatro)
1946 - Chica Boa (Teatro)
1949 - Encruzilhada (Teatro)
1950 - Tournée da Companhia Brasileira de Comédia (Teatro) - (Portugal)
1956 - Os Dois Maridos de Madame (Teatro)
1957/1958 - Fogo no Pandeiro (Teatro) - (Portugal/Espanha/Alguns Países da África) - Atuação e Produção
1967 - Adorável Trapalhão (Cinema)
1978/1979 - Pecado Rasgado (Televisão) - Santa

Nenhum comentário: