Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Graça Mello



Nome real: Octávio Alves de Mello

Créditos: Graça Mello, Graça Melo, Graca Melo, ou Graca Mello

Atividades: Ator, radioator, diretor, dramaturgo, autor, apresentador, produtor, cantor e professor de interpretação

Áreas: TV, rádio, teatro, cinema e música

Nascimento: 07/04/1914, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 05/11/1979, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com a atriz Stella Graça Mello (1939-1979), dois filhos: o musicista Guto Graça Mello, e o ator e autor Paulo Graça Mello.

Nota: Estava aposentado. Foi Tenente da Marinha de Guerra do Brasil. Avô do ator Ricardo Graça Mello, e da atriz Marinella Graça Mello. Atuou também como empresário teatral na companhia "Teatro de Equipe - Cia. Graça Mello" (1951). Foi um dos fundadores do grupo teatral "Os Comediantes". Foi integrante do grupo teatral "Os Artistas Unidos" (1948-1956). Seu filho Paulo Graça Mello, faleceu em 1969, aos 29 anos.

Carreira: 1934-1975

Alguns trabalhos:

1943 - Fim de Jornada (Teatro)
1945/1946 - Rebeca (Teatro) - Maxim Winter
1945/1946 - Vestido de Noiva (Teatro)
1946 - A Mulher Sem Pecado (Teatro)
1946 - Ana Christie (Teatro)
1948 - Coração Delator (Teatro) - Adaptação
1948/1949 - O Casaco Encantado (Teatro) - Atuação e Direção
1949 - Bar do Crepúsculo (Teatro) - Primeiro Ministro
1949 - O Balão Que Caiu no Mar (Teatro) - Direção
1949 - Sorriso de Gioconda (Teatro)
1950 - As Solteironas dos Chapéus Verdes (Teatro)
1951/1952 - Massacre (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1952 - Josefina e o Ladrão (Teatro) - Atuação e Direção
1955 - A Folha de Parreira (Teatro)
1952 - Teleteatro Tupi: Massacre (Televisão) - Atuação e Direção
1955 - É Preciso Viver (Teatro) - Atuação e Direção
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1954 - Teverama TV Record: Chica Boa (Televisão) - Direção
1956 - A Governanta / Mademoiselle (Teatro) - Atuação e Direção
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: Massacre (Televisão) - Atuação e Direção
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: O Morro do Ventos Uivantes (Televisão) - Atuação e Direção
1956 - Teatro de Comédia Piraquê Tupi: Duquesa (Televisão)
1956 - Teatro de Comédia Piraquê Tupi: O Urso (Televisão) - Smirnov
1956 - Teatro de Comédia Piraquê Tupi: O Sabetudo (Televisão) - Adaptação
1956 - Teatro de Comédia Piraquê Tupi: O Virtuoso Comendador Aragão (Televisão) - Atuação e Autoria
1956 - Teatro de Comédia Piraquê Tupi: Uma Porta do Céu (Televisão) - Atuação e Autoria
1963 - A Cegonha Se Diverte (Teatro)
1963 - O Pecado Original (Teatro) - Direção
1964 - Júlio César (Teatro)
1964 - Mister Sexo ou a Ilha de Circe (Teatro) - General
1964 - Teatrinho Trol da Tupi: O Descobrimento do Brasil (Televisão)
1964 - TV de Comédia Tupi: Melindrosa Transviada (Televisão)
1966 - Desejo (Teatro) - Atuação, Adaptação, Direção e Produção
1966 - TV de Comédia Tupi: O Avarento (Televisão) - Avarento
1966/1967 - Pindura Saia (Teatro) - Matias, além de Autoria, Direção e Produção
1967 - Manifesto Musical (Televisão) - Apresentador, além da Produção
1967 - Massacre (Teatro) - Direção
1967 - O Inspetor Geral (Teatro) - Governador
1968/1969 - Dois Perdidos Numa Noite Suja (Teatro) - Direção e Produção
1969 - LP Nino, o Italianinho da Gravadora Copacabana “Canção: Ária de Esperança” (Música) - Cantor
1969/1970 - Nino, o Italianinho (Televisão) - Vicente

Um comentário:

Unknown disse...

Ele não é avó de esperança mora e nem de nina morena somente do Ricardo graca mello