Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Tereza Rachel



Nome real: Terezinha Brandwain

Créditos: Tereza Rachel, Tereza Raquel, Teresa Rachel, ou Teresa Raquel

Atividades: Atriz, diretora, professora de interpretação e produtora

Áreas: Cinema, teatro, TV e rádio

Nascimento: 19/08/1935, Nilópolis/RJ

Óbito: 02/04/2016, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Falência múltipla dos órgãos em decorrência de uma obstrução intestinal

Relacionamentos: Foi casada com o espanhol De La Sierra (1959/1963); e com o diretor Ipojuca Pontes (1977/1993).

Nota: Descendente de judeus poloneses. Formada em Teatro e em Filosofia. O "Teatro Tereza Rachel", inaugurado em 1971, foi reinaugurado em 2012, no Rio de Janeiro/RJ. Sofreu um grave acidente automobilístico em 1978. Estava internada desde o dia 30/12/2015. Nome de casada: Terezinha Brandwain De La Sierra.

Site: http://terezarachel.blogspot.com.br/

Carreira: 1953-2015

Alguns trabalhos*:

1953/1954 - Hécuba (Teatro) - Mulher troiana
1955 - Fedra (Teatro) - Fedra, além da Direção e Produção
1956 - Electra no Circo (Teatro)
1956 - O Anjo (Teatro)
1956 - Rádio MEC: Programa Radioteatro Duse (Rádio)
1957 - A Bela Madame Vargas (Teatro) - Baby Gomensoro
1957 - A História da Semana TV Rio: A Herança (Televisão)
1957 - Jogo de Criança (Teatro)
1957 - Mulheres / Poeira de Estrelas 1957 (Teatro)
1957 - O Jovem Dr. Ricardo: Drama nos Bastidores (Televisão)
1957 - O Telescópio (Teatro)
1957 - Pedro Mico (Teatro)
1957 - Teatro Câmera Um TV Tupi: O Caso do Homem Sincero (Televisão)
1958 - Quartos Separados (Teatro)
1958 - Rua São Luís, 27 - 8º Andar (Teatro)
1958 - Treze à Mesa (Teatro)
1959 - Grande Teatro Tupi: A Doce Inimiga (Televisão)
1959/1960 - Quando Se Morre de Amor (Teatro)
1960 - Romanoff e Julieta (Teatro)
1961 - Boca de Ouro (Teatro) - Maria Luísa
1961 - Carlota (Teatro)
1961 - Felisberto do Café (Teatro) - Valquíria
1962/1963 - Otto Lara Resende ou Bonitinha, Mas Ordinária (Teatro)
1963 - As Aventuras de Ripió Lacraia (Teatro)
1963 - Grande Teatro Murray TV Rio: Educação Sentimental (Televisão)
1963 - Grande Teatro Murray TV Rio: O Armário (Televisão)
1963 - Manaus, Glória de Uma Época / Und Der Amazonas Schweigt (Cinema) - (Brasil/Alemanha)
1963 - Teatro Câmera Um TV Excelsior: Othelo (Televisão) - Desdêmona
1964 - Os Direitos da Mulher (Teatro)
1964 - Procura-se uma Rosa (Cinema)
1965 - Grande Teatro Tupi: Culpado (Televisão)
1965 - O Berço do Herói ‘censurada’ (Teatro) - Antonieta
1968/1969 - Crime Perfeito (Teatro)
1968/1971 - Bibi ao Vivo TV Tupi (Televisão)
1969 - A Mansão do Vampiro TV Excelsior (Televisão)
1969 - Catarina da Rússia, Naturalmente! (Teatro)
1969/1970 - Chá e Simpatia (Teatro)
1971 - A Mãe (Teatro)
1974 - A Gaivota (Teatro)
1974/1975 - Mais Quero Asno Que Me Carregue Que Cavalo Que Me Derrube (Teatro)
1976/1977 - Gata em Telhado de Zinco Quente (Teatro)
1977 - Caso Especial TV Globo: Marcha Fúnebre (Televisão)
1977 - Revólver de Brinquedo (Cinema) - Catarina Assunção
1977/1978 - O Astro TV Globo (Televisão) - Clotilde Hayalla 'Clô'
1985/1986 - Um Bonde Chamado Desejo (Teatro) - Blanche Dubois, além da Produção

(*) Pesquisa em andamento

Um comentário:

Michael Carvalho Silva disse...

Tereza Raquel, atriz brasileira belíssima e extremamente sensual que foi um dos principais símbolos sexuais femininos e brasileiros das décadas de setenta e oitenta do século vinte. Descanse em paz e fique com Deus, querida e estonteante Tereza. Amém.