Pesquisar este blog

sábado, 2 de outubro de 2021

Armando Couto



Nome real: Armando Silva Couto

Créditos: Armando Couto

Atividades: Ator, radioator, produtor, autor, roteirista, cineasta e diretor

Áreas: Cinema, TV, rádio e teatro

Nascimento: 1914, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 198?, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Namorou com a atriz Diana Morel (1963/1964).

Nota: Formado em Arquitetura. Um dos fundadores do grupo teatral "Os Comediantes". Arrendou o "Teatro de Bolso", em 1955. Também atuou como empresário teatral na "Cia. Ludy Veloso/Armando Couto" (1951-1956).

Carreira: 1938-1983

Alguns trabalhos*:

1943 - Fim de Jornada (Teatro) - Bert
1943/1944 - Vestido de Noiva (Teatro) - Repórter
1949 - Paz Entre os Bichos de Boa Vontade (Teatro)
1949 - Pedro Macaco, o Repórter Infernal (Teatro) - Autoria e Produção
1949/1950 - Um Deus Dormiu Lá em Casa (Teatro) - Assistência de Direção
1950 - Amanhã, Se Não Chover (Teatro) - Bonard
1950 - Helena Fechou a Porta (Teatro) - Lucindo
1950 - O Amanhã Será Melhor / Modelo 19 / A Ponte da Esperança (Cinema)
1950/1951 - Don Juan (Teatro) - Atuação e Direção
1951 - A Presença de Anita (Cinema) - Rui
1951 - A Tia de Carlitos (Teatro) - Direção
1951 - Fugir, Casar ou Morrer (Teatro) - Atuação e Direção
1951 - Os Inimigos Não Mandam Flores (Teatro) - Atuação e Produção
1951 - Teleteatro Tupi: Trio Em Lá Menor (Televisão) - Direção
1952 - Amor de Bruxa (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1952 - Grande Teatro Monções: Amor de Bruxa (Televisão)
1952 - Grande Teatro Monções: Os Inimigos Não Mandam Flores (Televisão)
1953 - Destino em Apuros (Cinema)
1953 - Ingênua Até Certo Ponto (Teatro) - Direção
1953 - O Homem dos Papagaios (Cinema) - Direção
1953 - Uma Mulher em Três Atos (Teatro) - Atuação e Produção
1954 - A Sogra (Cinema) - Direção
1954 - Brasil Três Mil (Teatro)
1954 - Elas São Formidáveis / Bobosse (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1954 - Grande Teatro Tupi: Elas São Formidáveis (Televisão) - Atuação e Direção
1954 - Grande Teatro Tupi: Festim Diabólico (Televisão)
1954 - Grande Teatro Tupi: Uma Noite de Amor (Televisão) - Atuação e Direção
1954 - O Imperador Galante (Teatro) - Chalaça
1954 - Uma Noite de Amor (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1955 - Bonito Como Deus (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1955 - Com Força Total! (Teatro)
1955 - Do Tamanho de Um Defunto (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1956 - Aconteceu às 5:15 (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1956 - Grande Teatro Tupi: Do Tamanho de Um Defunto (Televisão)
1956 - Rádio Nacional: Série As Aventuras do Anjo (Rádio) - Inspetor
1957 - A Bela Madame Vargas (Teatro) - Direção
1957 - Infidelidades em Petit-Comité (Teatro) - Direção
1957 - Teatrinho Trol da Tupi: Pedro Macaco e a Casa Mal Assombrada (Televisão) - Autoria
1957 - Teatrinho Trol da Tupi: Pedro Macaco, o Repórter Infernal (Televisão) - Autoria
1957 - Noite de Gala TV Rio (Televisão)
1958 - Negócios de Estado (Teatro) - Byron Winkler
1959 - Ladrão em Noite de Chuva (Cinema) - Ladrão
1959 - Teatrinho Trol da Tupi: O Mistério da Coroa da Rainha Leoa (Televisão) - Autoria
1960/1961 - Lição de Botânica (Teatro) - Direção
1960/1961 - Não Consultes Médico (Teatro) - Direção
1960/1964 - Noite de Gala TV Rio (Televisão)
1961 - Pedro Macaco, o Repórter Infernal (Teatro) - Autoria e Atuação
1962 - Boa Noite, Brasil! TV Rio (Televisão) - Produção
1963 - Grande Teatro Murray TV Rio: Vestido de Noiva (Televisão) - Repórter
1964 - Abram Alas (Televisão) - Direção
1967 - Zé Bonitinho, o Agente Atômico (Televisão) - Direção
1978 - Olimpop TV Tupi (Televisão) - Direção
1982/1983 - A Sorte É Sua TV Bandeirantes (Televisão) - Direção

(*) Pesquisa em andamento

Um comentário:

MARIO GORDILHO disse...

Fonte:

http://memoria.bn.br/DocReader/089842_06/85418