Pesquisar este blog

domingo, 15 de novembro de 2020

Antônio Pitanga



Nome real: Antônio Luiz Sampaio

Créditos: Antônio Pitanga, Antonio Pitanga, Antônio Sampaio, Antônio Luiz Sampaio, Antonio Sampaio, ou Antonio Luiz Sampaio

Atividades: Ator, diretor, roteirista e produtor

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 13/06/1939, Salvador/BA

Relacionamentos: Namorou com a atriz Zezé Motta (1966/1967); e com a figurinista Rose (1991/1992). Foi casado com a atriz Vera Manhães (1968/1986), dois filhos: o ator Rocco Pitanga, e a atriz Camila Pitanga. Casado com a política Benedita da Silva (desde 1993).

Nota: Na ativa. Formado em Teatro.

Site: https://www.facebook.com/antonio.pitanga.3

Carreira: Desde 1961

Alguns trabalhos:

1963 - A Morta Sem Espelho TV Rio (Televisão)
1964 - Grande Teatro Murray TV Rio: O Matador (Televisão)
1965 - 4 no Teatro TV Globo: O Matador (Televisão)
1965 - Menino de Engenho (Cinema)
1966 - A Grande Cidade (Cinema) - Calunga
1966 - Memórias de um Sargento de Milícias (Teatro)
1966 - Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come (Teatro) - Aleijado / Zé
1968 - Gonzaga (Teatro) - Luís
1968 - O Gonzaga, de Castro Alves (Cinema) - Luís
1968 - O Poder Negro (Teatro) - Clay
1973 - O Anjo TV Tupi (Televisão)
1975 - Ovelha Negra TV Tupi (Televisão)
1977 - Caso Especial TV Globo: O Poço (Televisão)
1978 - Caso Especial TV Globo: A Morte e a Morte de Quincas Berro D´Água (Televisão) - Pé-de-Vento
1979 - A Deusa Negra / La Desse Noire (Cinema) - (Brasil/Nigéria)
1979 - Carga Pesada TV Globo: BR Futebol Clube (Televisão) - Jogador
1980 - O Bem-Amado TV Globo: Bola pra Frente, Que Odorico É Presidente (Televisão) - Jogador
1981 - Plantão de Polícia TV Globo: A Solidão do Planalto (Televisão)
1982 - Caso Verdade TV Globo: A Última Gota (Televisão) - Policial
1982 - Rio Babilônia (Cinema) - Bira
1982 - Sítio do Picapau Amarelo TV Globo: A Chave Particular do Tamanho (Televisão) - Negro
1986 - Dona Beija TV Manchete (Televisão) - Moisés
1990 - Auto de Natal (Teatro)

Um comentário:

Anônimo disse...

...uma cena em DONA BEIJA onde impede que a antagonista beba um suco foi inenarrável!