Pesquisar este blog

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Carmen Jóia (I)



Nome real: Carmen Morales

Créditos: Carmen Jóia (I), Carmen Joia (I), Carmen Joya Morales, Carmem Joya Morales, Carmen Jóia Morales, Carmem Jóia Morales, Carmen Joia Morales, Carmem Jóia (I), Carmem Joia (I), Carmen Joya, Carmem Joya, Carmen Morales, ou Carmem Morales

Atividades: Atriz, cantora, garota-propaganda, modelo e apresentadora

Áreas: TV e cinema

Nascimento: 30/05/1931, Birigui/SP

Óbito: 1990, São Paulo/SP

Causa óbito: Câncer no pulmão

Relacionamentos: Namorou com o executivo Mario Pugliese (1951-1953), um filho: Mario; e com o Deputado Federal de SP Leonardo Barbieri (1957-1959). Era casada com o Coronel do Exército Milton (198?-1990).

Nota: Afastou-se da mídia. Era filha dos espanhóis Ramon Morales Joya e Amalia Sola Anguita. Eleita Miss Garoa de São Paulo/SP, em 1948. Candidatou-se ao título de Miss São Paulo, sem sair vencedora, em 1949. Diagnosticada com câncer no pulmão, em 1988. Existe uma homônima Carmem Jóia (II), cantora que se destacou nas décadas 50, 60 e 70.

Carreira: 1950-1965 (13 obras)

1950/1951 - TV Record (Televisão) - Garota-propaganda
1954 - TV Tupi (Televisão) - Garota-propaganda e Cantora
1957 - Escravos do Amor das Amazonas / Love Slaves of the Amazon (Cinema) - Amazona (EUA)
1958 - Paixão de Gaúcho (Cinema)
1958 - Show Tonelux TV Rio (Televisão) - Cantora
1959 - Chofer de Praça (Cinema) - Rita
1959 - Super Show: Momentos Musicais TV Tupi (Televisão) - Cantora
1960 - Programa Carmen Joya TV Tupi (Televisão) - Cantora e Apresentadora
1961 - Programa Gessy TV Rio (Televisão) - Cantora
1961 - TV-Rio de La Plata de Buenos Aires (Televisão) - Cantora (Argentina)
1963/1964 - Espetáculos Tonelux TV Tupi (Televisão) - Cantora
1965 - A Cor de Sua Pele (Televisão) - Alice
1965 - O Cara Suja (Televisão) - Marília

6 comentários:

Anônimo disse...

Ela já fez um filme ao lado de Mazzaropi e Geny Prado, chamado "Chofer de Praça" em 1958, interpretando a jovem viúva Rita, mas foi difícil reconhecê-la, pois nos letreiros da abertura do filme, seu nome é creditado como Carmem Morales. Aliás ela é muito bonita, pena que não esteja mais entre nós. Do que será que ela faleceu?

anonimo disse...

Carmem faleceu em 1990 com 57. causa da morte desconhecida! Quem souber os motivos da causa do falecimento da Carmem, passa pra gente! Valeu.

Cláudio Xavier disse...

Mulher muito linda.

Unknown disse...

Ela era minga tia. Quem quiser mais informaçoes me procure no facebook. Morales Marcello

Unknown disse...

Linda mulher

Unknown disse...

Adoro os filmes do Mazzaropi vê os artistas da época