Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de abril de 2020

José Roberto Mendes



Nome real: José Roberto Mendes*

(*) Nome artístico

Atividades: Diretor, ator, autor e produtor

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 1951, Rio de Janeiro/RJ

Nota: Na ativa. Formado em Teatro.

Carreira: Desde 1972

Alguns trabalhos:

1972 - Flicts: Era Uma Vez Uma Cor (Teatro)
1973 - Calabar, o Elogio da Traição (Teatro)
1974 - A Torre em Concurso (Teatro)
1974 - Gran Circo Gonzaga (Teatro) - Direção
1975 - Peteleco-Eco (Teatro) - Autoria e Direção
1976 - Ambrósio, o Boneco (Teatro) - Direção
1977 - A Morte de Danton (Teatro)
1977 - Flicts (Teatro) - Atuação e Direção
1977/1979 - O Mago das Cores (Teatro) - Atuação e Direção
1978 - A Revolução dos Patos (Teatro) - Direção
1978/1979 - A Estória do Boi Tungão (Teatro) - Direção
1979 - Canteiro de Obra (Teatro) - Direção
1979 - Da Lapinha ao Pastoril (Teatro)
1979 - No País dos Prequetés (Teatro) - Direção
1979 - O Castelo das Sete Torres (Teatro) - Produção
1979 - O Homem em Pó (Teatro) - Direção
1980 - Flicts (Teatro) - Direção
1982 - O Parto da Búfala (Teatro)
1983 - La Conquista (Teatro)
1985 - A Constituinte da Nova Floresta (Teatro) - Adaptação e Supervisão de Direção
1987 - Natal Azul Ou Encarnado (Teatro) - Adaptação e Direção
1987 - O Sarué Astronauta (Teatro) - Adaptação e Direção
1988 - O Menino Mágico (Teatro) – Atuação, Adaptação, Direção e Produção
1989 - O Dia Em Que O Mico-Leão Chorou (Teatro) - Direção
1993 - Cantar, Cantar, Cantar (Teatro) - Direção

Nenhum comentário: