Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Eduardo Paranhos


Nome real: Eduardo Paranhos

Créditos: Eduardo Paranhos

Atividades: Ator, diretor, autor e produtor

Áreas: TV, teatro e cinema

Nascimento: 15/02/1956, Goiânia/GO

Óbito: 25/10/2020, Petrópolis/RJ

Causa óbito: Câncer no fígado

Nota: Afastou-se da mídia. Formado em Teatro. Filho de Neusa Jacinto Paranhos. Foi integrante do "Grupo Proscênio" (1975) e "Cerrado Produções Artísticas" (1976/1977), ambos em Brasília/DF.


Carreira: 1964-2007 (33 obras)

1964 - Pluft, o Fantasma (Teatro) - Menino
1975 - A Fuga dos Brinquedos (Teatro) - Atuação, Autoria, Direção e Produção
1975 - Um Dia de Surpresas (Teatro)
1976 - Teatro Fantoches: A Flor da Bananeira (Teatro)
1976 - Teatro Fantoches: A Viagem do Espelhinho (Teatro)
1976 - Teatro Fantoches: O Caso da Banana Apaixonada (Teatro)
1976 - Teatro Fantoches: O Foguete de Balão (Teatro) - Falhapo
1977 - Can e Dango no Reino Vegetal (Teatro) - Atuação e Produção
1977 - O Casamento da Emília (Teatro) - Atuação e Produção
1977/1978 - Chapecó, Olalá (Teatro) - Bonifácio, além da Produção
1979 - Maroquinhas Fru-Fru (Teatro)
1980 - Keirbeck, a Pedra Negra (Teatro)
1980 - Olhai os Lírios do Campo TV Globo (Televisão) - Médico do Hospital Sagrado Coração
1981 - A Hora Extra (Teatro)
1981/1983 - Aí Vem o Dilúvio (Teatro)
1982 - Adeus, Fadas e Bruxas (Teatro)
1982/1983 - Final Feliz TV Globo (Televisão) - Raul, o capataz
1985 - Caso Verdade TV Globo: Determinação (Televisão)
1987/1988 - Bambolê TV Globo (Televisão) - Policial
1988/1989 - Vale Tudo TV Globo (Televisão)
1989 - Que Rei Sou Eu? TV Globo (Televisão)
1990 - Lugar Comum (Teatro)
1992 - A Fúria do Corpo (Teatro)
1994 - A Casa de Prostituição de Anais Nin (Teatro)
1994/1995 - Galileu Galilei (Teatro)
1995/1996 - Lima Barreto, ao Terceiro Dia (Teatro) - Felizardo
1996 - Como Nascem os Anjos (Cinema) - William, o motorista
1997 - A Feiticeira, o Ogro e o Soldado (Teatro) - Soldado
1997/1998 - Violetas na Janela (Teatro)
1999 - A Arte da Comédia (Teatro)
2000 - Violetas na Janela (Teatro)
2001/2002 - O Clone TV Globo (Televisão) - Cobrador de dívida de droga
2007 - Violetas na Janela (Teatro)

2 comentários:

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:

https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/32101/1/LIVRO_V1_InventarioCenas.pdf
http://memoria.bn.br/DocReader/028274_02/80062

Rita Malot disse...

Meu amigo querido.um homem bom, um amigo fiel, um grande artista. Amante dos animais deixa 03 cachorrinho...quem vai cuidar deles, quem??? 😭😭😭