Pesquisar este blog

sábado, 17 de abril de 2021

Jorge Mascarenhas



Nome real: Jorge Lima de Mascarenhas

Créditos: Jorge Mascarenhas

Atividades: Jornalista, radialista, escritor, colunista, crítico de TV, locutor, repórter e apresentador

Áreas: TV e rádio

Nascimento: 26/09/1939, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 23/12/2004, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Foi casado com Márcia Valéria (196?/197?), três filhos: Jorge Henrique e mais dois. Era casado com a atriz Solange Mascarenhas (197?/199?), uma filha.

Nota: Filho de Benedita Lima. Considerado um dos maiores analistas de Televisão de seu tempo, foi o criador no jornal "O Dia" do Rio de Janeiro/RJ, do Premio Antena de Ouro de TV, que chegou a ter transmissão ao vivo. Seu filho Jorge Henrique faleceu nos anos 80, aos 18 anos, vítima de acidente de moto.

Carreira: 1961-1988

Alguns trabalhos*:

19?? - Rádio Guanabara do Rio de Janeiro (Rádio) - Locutor e Repórter
1977/1979 - Radio Tupi do Rio de Janeiro: Programa Jorge Mascarenhas (Rádio) - Apresentador
198? - Programa Raul Gil SBT (Televisão) - Jurado 
198? - Programa Silvio Santos SBT (Televisão) - Jurado
198? - Troféu Imprensa SBT (Televisão) - Jurado
199? - Buzina do Chacrinha TV Bandeirantes (Televisão) - Jurado 

(*) Pesquisa em andamento

12 comentários:

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Gostaria de saber por onde anda o ilustre apresentador. Acompanhei quando era jurado do Chacrinha.

Carlos Henrique Gomes Siqueira disse...

Não tenho certeza absoluta mas acho q ele faleceu em meados dos anos 90. tenho a impressão q eu ouvi algo a respeito na época.

Unknown disse...

Gostaria de saber se ele faleceu mesmo ele teve três filhos com a primeira esposa Márcia Valéria e Jorge depois teve uma filha com a Solange depois não tive mais notícias dele ele era meu tio irmão da minha mãe.

Unknown disse...

Gostaria de saber do Jorge Mascarenhas

Nina disse...

Conheci o filho do primeiro casamento. Jorge Henrique. Uma pessoa que foi marcante pra mim. Pois Tive a oportunidade de conhecer melhor. Infelizmente, morreu antes do pai, por acidente de moto. O que me marca muito, foi que quando saíamos de moto, ele tinha um único capacete. E dizia pra mim, use pq é a melhor precaução. Mas, tragicamente estava sem o capacete no dia que faleceu. Ele ainda foi socorrido pelo carro do acidente. Mas, esquanto conversava com a dona do carro. Desmaiou devido a uma emorragia cerebral. Foi instantâneo.
Muito triste. Era um jovem de 18 anos. Ao qual nunca esquecerei. Esteja em paz Beijos da Nina.❤️

Nina disse...

Eu ainda vi o pai, Jorge Mascarenhas, na missa do filho, do primeiro casamento. Jorge Henrique. Um amor de pessoa. Mas, infelizmente sofreu acidente de moto. Lindo por dentro e por fora. Teve pouco tempo aqui na Terra. E agradeço por tê-lo conhecido.

Nina disse...

Conheci apenas um dos filhos, o Jorge Henrique. Desculpe ser tão sincera, mas houve muitas desavenças entre ele e a madrasta. Sempre falava sobre isso. E dizia que o pai defendia a esposa. Que estejam em paz.

Carlos Henrique Gomes Siqueira disse...

Jorge Mascarenhas também foi colunista do jornal "O Dia" do Rio de Janeiro nos anos 80, li várias colunas dele sobre celebridades nacionais e internacionais na época. É incrível como não se tem mais informações sobre a sua morte.

Paulo Roberto disse...

Jorge Lima de Mascarenhas nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 26 de setembro de 1939.

Um dos maiores analistas de Televisão de seu tempo, foi o criador no jornal O Dia do Rio de Janeiro, do Premio Antena de Ouro de TV, que chegou a ter transmissão ao vivo.

Foi jurado de Raul Gil no SBT e de Chacrinha na TV Bandeirantes, e também trabalhou na revista O Cruzeiro, na revista Amiga e no jornal A Notícia do Rio de Janeiro.

Jurado de várias edições do Trofeu Imprensa, foi também nome importante na história da Radio Guanabara (PRC-8) e da Radio Tupi do Rio de Janeiro (PRG-3).

Jorge Mascarenhas fez história como crítico de TV e jurado e faleceu no Rio de Janeiro em 23 de dezembro de 2004, aos 65 anos de idade.

Anônimo disse...

Ele tá vivo na rede tv fazendo fofoca ..tá vivo só não morreu

Ivo Barros disse...

Jorge Henrique...estudamos juntos no primário,escola pública em Ipanema,por coincidência o revi poucos dias antes da sua morte,tomei um choki.
Posso lembrar ainda do seu cabelo grande e seu sorriso largo.
Fez parte da minha infância