Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Dina Sfat



Nome real: Dina Kutner

Créditos: Dina Sfat

Atividades: Atriz, escritora, apresentadora, entrevistadora, autora, tradutora, garota-propaganda, produtora e professora de interpretação

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 28/10/1938, São Paulo/SP

Óbito: 20/03/1989, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Câncer de mama

Relacionamentos: Foi casada com o ator Paulo José (1963/1980), três filhas: a diretora Clara Kutner, a atriz Ana Kutner, e a atriz Bel Kutner. Namorou com o produtor Walter Clark (1981/1982); e com um empresário português (1985).

Nota: Formada em Teatro. Era filha de judeus. Nome de casada : Dina Kutner de Souza.

Site: https://www.facebook.com/DinaKutnerDeSouza/

Carreira: 1962-1995 (108 obras*)

1962 - Antígone América (Teatro)
1962 - Aquele Que Diz Sim, Aquele Que Diz Não (Teatro)
1962 - Eles Não Usam Black-Tie (Teatro)
1962 - O Julgamento do Tião (Teatro) - Dona Borrachinha
1962 - Os Fuzis da Senhora Carrar (Teatro)
1963 - O Melhor Juiz, o Rei (Teatro) - Camponesa
1964 - O Filho do Cão (Teatro)
1964 - TV de Vanguarda Tupi: Os Fuzis (Televisão)
1964/1965 - Depois da Queda (Teatro) - Felice
1965 - Arena Conta Zumbi (Teatro)
1965 - Camila (Teatro) - Norma Brown
1966 - Ciúme TV Tupi (Televisão) - Maria Luísa Carvalho Salgueiro (Rede Tupi)
1966 - O Amor Tem Cara de Mulher TV Tupi (Televisão) - Maria Luísa Munhoz Guimarães
1966 - O Corpo Ardente (Cinema) - Glória
1966 - O Inspetor Geral (Teatro) - Mulher do Suboficial
1966 - Três Histórias de Amor: A Carreta (Cinema) - Maria
1967 - A Intrusa TV Tupi (Televisão) - Helen Garcia / Patrícia Borges
1967 - Arena Conta Tiradentes (Teatro)
1967/1968 - O Rei da Vela (Teatro) - Heloisa de Lesbos
1967/1968 - Os Fantoches TV Excelsior (Televisão) - Laura Cardoso Silvestre
1968 - A Agonia do Rei (Teatro)
1968 - A Vida Provisória (Cinema) - Paola
1968 - Anuska, Manequim e Mulher (Cinema)
1968 - Black Comedy / Tudo No Escuro (Teatro)
1968 - Edu, Coração de Ouro (Cinema)
1968 - Os Inconfidentes (Teatro) - Narradora
1968/1969 - Os Acorrentados TV Rio/TV Record (Televisão) - Isabel Trancoso Cunha
1969 - Macunaíma (Cinema) - Ci, a guerrilheira
1969/1970 - Verão Vermelho TV Globo (Televisão) - Adriana Serrano
1970 - Os Deuses e os Mortos (Cinema) - A Louca
1970 - Perdidos e Malditos (Cinema) - Aparição
1970/1971 - Assim na Terra como no Céu TV Globo (Televisão) - Heloísa Ferreira de Assis ‘Helô’
1970/1971 - Chico Anysio Especial TV Globo (Televisão)
1971 - Caso Especial TV Globo: A Pérola (Televisão) - Joana de Jesus
1971 - Gaudêncio, o Centauro dos Pampas (Cinema) - Greta, A Mulher-Aranha
1971 - O Barão Otelo no Barato dos Bilhões (Cinema) - Maria-Vai-Com-as-Outras
1971 - O Capitão Bandeira contra o Doutor Moura Brazil (Cinema) - Irene
1971/1972 - O Homem Que Deve Morrer TV Globo (Televisão) - Vanda Vidal
1972 - A Culpa (Cinema) - Matilde
1972 - Caso Especial TV Globo: Lua Cheia (Televisão) - Ana Rosa
1972 - Caso Especial TV Globo: Sombra Suspeita (Televisão) - Maria
1972 - Elis Especial TV Globo (Televisão) - Ela mesma
1972 - Jardim de Guerra (Cinema)
1972/1973 - Dorotéia Vai A Guerra (Teatro) - Magdalena
1972/1973 - Selva de Pedra TV Globo (Televisão) - Fernanda Arruda Campos
1973 - Caso Especial TV Globo: O Preço de Cada Um (Televisão) - Madalena
1973 - Caso Especial TV Globo: Praias Desertas (Televisão) - Natália
1973 - Tati (Cinema) - Manuela
1973/1974 - Os Ossos do Barão TV Globo (Televisão) - Isabel Camargo Perante Rendon Pompeo e Taques
1974 - O Colecionador (Teatro) - Miranda Gray
1974/1975 - Fogo Sobre Terra TV Globo (Televisão) - Francisca Peixoto Martins 'Chica' / Andréia
1975 - A Mandrágora (Teatro) - Lucrécia
1975 - Comercial Tabacow (Televisão) - Garota-Propaganda
1975 - Gabriela TV Globo (Televisão) - Risoleta Galvão das Onças 'Zarolha'
1975/1976 - A Mandrágora (Teatro)
1976 - Caso Especial TV Globo: Quem Era Shirley Temple? (Televisão) - Shirley Temple Black
1976 - Comercial Caderneta de Poupança CBPE (Televisão) - Garota-Propaganda
1976 - O Santo Inquérito (Teatro) - Branca Dias
1976 - Saramandaia TV Globo (Televisão) - Risoleta Camargo
1977 - Aukê (Cinema) - Narradora
1977 - Caso Especial TV Globo: Poema Barroco (Televisão)
1977 - Seis Personagens à Procura de Um Autor (Teatro) - A Enteada
1977/1978 - O Astro TV Globo (Televisão) - Amanda Mello Assumpção
1978 - Cadernos de Cinema TVE/TV Cultura (Televisão) - Ela mesma
1978 - Caso Especial TV Globo: A Morte e a Morte de Quincas Berro D´Água (Televisão) - Wanda
1978 - Caso Especial TV Globo: O Caminho das Pedras Verdes (Televisão) - Maria Betim
1978 - Mulheres de Cinema (Cinema) - Ela Mesma
1978/1979 - Comercial Nestlé (Televisão) - Garota-Propaganda
1979 - Aplauso TV Globo: A Ilha das Cabras (Televisão) - Ágata
1979 - Aplauso TV Globo: Queridos, Fantásticos Sábados (Televisão) - Ana
1979 - Aplauso TV Globo: Vestido de Noiva (Televisão) - Madame Clessy
1979 - Murro em Ponta de Faca (Teatro) - Maria
1979 - Roberto Carlos Especial TV Globo (Televisão) - Ela mesma
1979/1980 - Comercial Poupança Continental (Televisão) - Garota-Propaganda
1979/1980 - Os Gigantes TV Globo (Televisão) - Paloma Gurgel
1980 - Malu Mulher TV Globo: A Trambiqueira (Televisão) - Esmeralda Perón
1980 - Transaminases (Teatro) - Narradora (Voz)
1981 - Álbum de Família: Uma História Devassa (Cinema) - Dona Senhorinha
1981 - As Criadas (Teatro) - Clara
1981 - Aventura do Teatro Paulista TV Cultura (Televisão) - Ela mesma
1981 - Caso Especial TV Globo: Os Amores de Castro Alves (Televisão) - Eugênia Câmara
1981 - Eros, o Deus do Amor (Cinema) - Ana
1981/1982 - O Beijo da Mulher Aranha (Teatro) - Tradução
1982 - Avenida Paulista TV Globo (Televisão) - Paula Alencar
1982 - Caso Verdade TV Globo: Filhos da Esperança (Televisão) - Julian Taylor
1982 - Das Tripas Coração (Cinema) - Renata
1982 - O Homem do Pau-Brasil (Cinema) - Branca Clara
1982/1983 - Hedda Gabler Teatro) - Hedda Gabler
1982/1983 - O Beijo da Mulher Aranha (Teatro) - Tradução
1983 - A Herança (Teatro)
1983 - Comercial Tang (Televisão) - Garota-Propaganda
1983 - Quarta Nobre TV Globo: Mandrake (Televisão) - Berta
1983/1984 - Eu Prometo TV Globo (Televisão) - Darlene Neiva Ribeiro Cantomaia
1984 - Irresistível Aventura (Teatro) - Belissa / Helena / Sra. Hardwicke Moore / Elena Ivanovna Popova
1984 - Programa de Domingo TV Manchete (Televisão) - Entrevistadora e Apresentadora
1984 - Rabo de Saia TV Globo (Televisão) - Eleusina Pacheco Abreu
1984/1985 - Hedda Gabler Teatro) - Hedda Gabler
1985 - Comercial Marrom Glacê Vega (Televisão) - Garota-Propaganda
1985 - Dina: Mil e Uma Histórias TV Record (Televisão) - Entrevistadora e Apresentadora
1985 - Tensão no Rio (Cinema) - Amante do Presidente
1986 - Florbela Espanca (Teatro) - (Portugal)
1986 - Ninguém Paga, Ninguém Paga (Teatro)
1987 - Comercial Linhas Corrente Sorteio (Televisão) - Garota-Propaganda
1987 - Já Está RTP (Televisão) - Ela mesma (Portugal)
1988 - Amores Difíciles TVE Espanhola: A Bela Palomera (Cinema) - Direção, Roteiro e Produção (Espanha/Brasil/Cuba) - Andrea
1988 - Especial TV Globo: Dina Sfat na União Soviética (Televisão) - Apresentadora
1988/1989 - Bebê a Bordo TV Globo (Televisão) - Laura Guedes Nóbrega
1995 - O Judeu (Cinema) - Lourença Coutinho (lançado póstumo)

(*) Pesquisa concluída

6 comentários:

Luiz Antonio disse...

Esta atriz era linda!! Uma beleza que chegava a ser exótica. Vi algumas partes e comentários sobre ela no remake de "O astro". A herança genética ficou em uma das filhas, em se tratando de beleza. Muito bom estar por aqui, vou precisa de mais tempo para ficar navegando aqui...

Anônimo disse...

Uma baita artista mesmo.
Atuou em papéis marcantes... Difícil escolher algum!
Não cheguei a ver em SELVA DE PEDRA na 1a versão, pois nem tinha nascido na época: embora assustadora/talvez menos que a TORLONI.
Já em BEBÊ A BORDO, seu último: meio como vilã e complicada nem combina com ela.
Um dos meus pais me disse que a viu uma vez numa rua do RJ. Bem bonita.
Em TATI A GAROTA _ um dos raros filmes nacionais que me emociona.

* Queria saber sobre a protagonista do filme (DANIELA VASCONCELOS).

Marcus Teixeira disse...

Dina Sfat, inesquecível em tudo que fez, talento e beleza ao extremo.

Aurélio Blogado disse...

Deram um papel muito ruim pra ela numa novela ruim que foi seu último trabalho que foi Bebê a bordo. Mas assisti no YouTube uma cena dela em Saramandaia na qual manteve o professor Aristóbulo preso no Bataclã pra vê-lo se transformando em lobisomem (Ary Fontoura). Show de interpretação.

MARIO GORDILHO disse...

Dina Sfat já esta muito doente quando gravou Bebê a Bordo. As vezes parava de gravar para tomar oxigênio e poder continuar uma cena. Morreu logo depois que a novela acabou.

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:

https://livraria.imprensaoficial.com.br/media/ebooks/12.0.813.052.txt