Pesquisar este blog

domingo, 18 de julho de 2021

Araçary de Oliveira



Nome real: Maria Alix Oliveira Araújo

Créditos: Araçary de Oliveira, Araçari de Oliveira, Aracary de Oliveira, Aracari de Oliveira, Arassari de Oliveira, Arassary de Oliveira, Araçaty de Oliveira, Aracaty de Oliveira, Araçati de Oliveira, ou Aracati de Oliveira

Atividades: Atriz, modelo e garota-propaganda

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 01/12/1933, Fortaleza/CE

Óbito: 04/04/2005, São Paulo/SP

Causa óbito: Choque anafilático

Relacionamentos: Namorou com o ator Jorge Murad (1951/1952); e com o cineasta Lima Barreto (1953/1954). Foi casada com o cineasta Lima Barreto (1954/1959), um filho: Filipe. Era casada com o industrial Otto Schulzinger (1963/2005), duas filhas: Gisela e Alix.

Nota: Afastou-se da mídia. Formada em Teatro. Filha de José Aureliano de Araújo e de Alaide 'Yasbeck' de Oliveira Araújo. Registada em 01/12/1936. Nome de batismo original alterado em 1954: Maria do Socorro de Oliveira Araújo. Sofreu um choque anafilático após anestesiada durante um tratamento dentário, numa clínica na Rua Haddock Lobo, em São Paulo/SP. Seu filho Filipe de Oliveira Lima Barreto nasceu em 10/04/1957 e faleceu nos anos 90. Seu marido Otto Schulzinger faleceu em 29/06/2018.

Carreira: 1949-1973

1949 - Desfile Fio-Lycra Têxtil (Passarela) - Modelo
1949 - Desfile Tecelagem São José (Passarela) - Modelo
1951 - A Morte do Caixeiro Viajante (Teatro) - Letta
1951 - A Sorte Vem de Cima (Teatro) - Margarida
1951 - Falta um Zero Nessa História (Teatro)
1951 - Grande Revista Philco TV Tupi: O Samba Foi Viajar (Televisão)
1951 - Tenório (Teatro)
1952 - Ela É a Miss Brasil (Teatro) - Estudante / Miss 
1953 - Comercial Televisor Philco TV Tupi (Televisão) - Garota-Propaganda
1955 - Lampião (Teatro - Maria Bonita
1957/1961 - Papai, Mamãe e Eu TV Record (Televisão) - Mãe
1961 - Bahia de Todos os Santos (Cinema) - Alice
1961 - Show 713 TV Record (Televisão)
1961 - Society em Baby Doll (Teatro)
1962 - A Revolução dos Beatos (Teatro)
1962 - Tocaia no Asfalto (Cinema) - Ana Paula 'Paulina'
1968 - Romane des Lebens / Romances da Vida (Teatro) - Edra (Alemanha)
1970 - Shakespeares Nächtliche Texte / Textos Noturnos de Shakespeare ‘leitura dramatizada’ (Teatro) - (Alemanha)
1973 - Comercial Sorvetes Gelatti (Televisão) - Garota-Propaganda

(*) Pesquisa em andamento

2 comentários:

Faroeste disse...

Senhores,

Havia visto um documetário sobre Lima Barreto e sua saga para construir o formidável O Cangaceiro/53.
Neste documentário o soube casar-se, depois de feito o filme O Cangaceiro/53, com alguém com o nome parecido com Araçary de Oliveira.

Assistindo mais uma vez ao bom Tocaia no Asfalto/62, do Pires, vi o nome desta moça no elenco e recordei que ele não me era estranho. Alguma coisa atinente a Lima Barreto me atirou a conferir no Google. E eis que eu estava certo. Fora, de fato, casada com o irrequieto e brigão, mas muito bom, cineasta.

Não era uma mulher nem linda e nem de talento especial. Ao contrário até. Era meio feinha e observei que não era dotada de vocação à interpretação. Isto por algumas cenas de Tocaia onde a captei não dotada desta vocação.

Mas, enfim, um lampejo que resultou numa certeza. Viveu bastante a Araçary ou Arassary, tendo nascido em 1933 e falecido em em 2005. Em épocas que não se tinha vida muito longa ela viveu 72 anos, apenas 4 anos a menos que seu ex-esposo Lima Barreto.

jurandir_lima@bol.com.br

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0904200510.htm