Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de abril de 2021

Chiquinho Brandão



Nome real: Francisco de Paula Brandão Bisneto

Créditos: Chiquinho Brandão, ou Chiquinho Brandao

Atividades: Ator, musicista, flautista, compositor, diretor e produtor

Áreas: Cinema, teatro, TV e música

Nascimento: 20/04/1952, Jaú/SP

Óbito: 04/06/1991, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Acidente automobilístico

Relacionamentos: Foi casado com Enierre Rachel Guimarães Silva (1980/1982), um filho: o ator e cantor Diogo Brandão.

Nota: Formado em Arte Dramática. Filho de Lucinda Contador Brandão. Também era flautista. Sofria de depressão.

Carreira: 1965-1992 (44 obras*)

1965 - Concertos Para a Juventude (Teatro) - Flautista 
1973 - Comercial Pepsi-Cola (Televisão) - Garoto-Propaganda
1974 - Comercial Chevrolet (Televisão) - Garoto-Propaganda
1977/1990 - Bambalalão TV Cultura (Televisão) - Professor Parapopó / Manipulador de Bonecos
1980 - LP Saudades do Brasil / Elis Regina da Gravadora WEA (Música) - Flautista, além do Arranjo Musical
1980/1981 - Saudades do Brasil / Elis Regina ‘Musical’ (Teatro) - Flautista
1980/1981 - Tambores na Noite (Teatro) - Atuação, além da Direção Musical
1981 - A Lenda do Piuí (Teatro)
1981 - Saudades do Brasil / Elis Regina ‘Musical’ (Teatro) - Flautista (Portugal/EUA)
1981/1984 - Rádio Bixiga PRK... Deia (Teatro)
1982 - Noites Paraguayas (Cinema)
1982/1983 - Teatro do Ornitorrinco Canta Brecht e Weill (Teatro) - Flautista, além da Atuação
1982/1984 - Mahagonny Songspiel (Teatro)
1983 - Histerias (Cinema)
1983 - Quem Não Arrisca, Não Petisca (Teatro)
1984 - A Longa Viagem (Cinema) - Ele mesmo
1985 - A Marvada Carne (Cinema) - Trapaceiro
1985 - Amor Que Fica (Cinema)
1985 - Comercial Chocolate Suflair Nestlé (Televisão) - Garoto-Propaganda
1985 - Infinita Tropicália
1985/1987 - Ubu, Folias Physicas, Pataphysicas e Musicaes (Teatro) - Apresentador / Serrotista; Bugrelau / Czar Alexis / Palhadino Girão
1986 - Cidade Oculta (Cinema)
1987 - Anjos da Noite (Cinema) - Mauro ‘Lola’
1987 - Carlota / Amorosidade (Cinema)
1987 - Fome de Viver (Teatro) - Direção e Produção
1987 - Helena TV Manchete (Televisão) - Bento Brandão / Bernardo Brandão / Benício Brandão
1987 - Morte e Vida Severina (Teatro) - Direção e Produção
1988 - O Amigo da Onça (Teatro)
1988 - Ubu, Folias Physicas, Pataphysicas e Musicaes (Teatro) - Apresentador / Serrotista; Bugrelau / Czar Alexis / Palhadino Girão
1988/1989 - Bebê a Bordo TV Globo (Televisão) - Joca
1989 - Fora da Estrada (Cinema) - Policial
1989 - Lua Cheia (Cinema)
1989 - Ratos da Lei (Cinema)
1989/1990 - Top Model TV Globo (Televisão) - Paul Octávio 'Grilo'
1990 - Aquele Breve Encanto (Cinema)
1990 - Bukowski, Bicho Solto no Mundo (Teatro)
1990 - O Beijo 2348/72 (Cinema) - Norival, operário (lançamento póstumo)
1990 - Real Desejo (Cinema)
1990 - Riacho Doce TV Globo (Televisão) - Pedro
1991 - Histórias de Crianças (Cinema)
1991 - Inspetor Faustão e o Mallandro (Cinema) - Budum
1991 - O Farol TV Manchete (Televisão) - Dinorá
1991 - O Sorriso do Lagarto TV Globo (Televisão) - Chico Bagre (conclusão póstuma)
1992 - A Viagem / El Viaje (Cinema) - Paizinho (Argentina / lançamento póstumo)

(*) Pesquisa concluída

2 comentários:

Anônimo disse...

Alias a cara do artista Vicente Barcellos.

Anônimo disse...

Partiu muito cedo. Era um tremendo ator, versátil, foi o professor Parapopó no Bambalalão. No teatro com o grupo Ornitorrinco. Como flautista com Elis Regina em Saudade do Brasil em 1980.
Trabalhou em Marvada Carne de 1985. Aqueles coadjuvantes que roubam a cena. Cidade Oculta de 1986. Protagonizou O Beijo 2348/72 de 1990, linda atuação, ganhou prêmio. Na minissérie o Sorriso do Lagarto sua última obra.
Enfim, uma pena que não tenha prosseguido sua carreira.