Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de maio de 2022

João Bethencourt



Nome real: João Estevão Weiner Bethencourt

Créditos: João Bethencourt, Joao Bethencourt, João Bittencourt, ou Joao Bittencourt

Atividades: Diretor, autor, dramaturgo, tradutor, ator, produtor e professor de interpretação

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 10/12/1924, Budapeste - Hungria

Óbito: 31/12/2006, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Septicemia decorrente de problemas intestinais

Relacionamentos: Era casado com a atriz Margot Mello (1960/2006), dois filhos: Cláudio Estevão, e a atriz Cristina Bittencourt.

Nota: Estava aposentado. Formado em Artes Cênicas. Filho de Emmi Weiner Bethencourt. Chegou no Brasil em 1933. Atuou no Brasil e no exterior. Conhecido como "JB". Foi professor na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO).

Carreira: 1954-2007

Alguns trabalhos*:

1954 - Nossa Cidade (Teatro) - Direção
1956 - Memórias de um Sargento de Milícias (Teatro) - Direção
1957 - Jogo de Crianças (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1961 - O Milagre de Anna Sullivan (Teatro) - Direção e Produção
1961 - O Tesouro de Pedro Malasarte (Teatro) - Autoria
1964 - Mister Sexo ou a Ilha de Circe (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1965 - As Feiticeiras de Salém (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1965 - Pais Abstratos (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1966 - As Aventuras de Pedro Malasartes (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1966/1967 - Os Pais Abstratos (Teatro) - Direção
1967 - Os Pais Abstratos (Teatro) - Direção (Portugal)
1968 - A Hora da Verdade (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1968 - Dança Lenta no Local do Crime (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1968 - O Tigre (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1968/1969 - Linhas Cruzadas (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1969/1970 - Frank Sinatra 4.815 (Teatro) - Direção e Produção
1970 - Como Matar um Playboy (Teatro) - Direção e Produção
1970 - O Estranho (Teatro) - Direção e Produção
1970 - Plaza Suíte (Teatro) - Direção, Tradução, Adaptação e Produção
1971 - Chicago 1930 (Teatro) - Direção e Produção
1971 - Como Matar um Playboy (Teatro) - Direção e Produção (Portugal)
1972 - O Dia em que Raptaram o Papa (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1972/1973 - O Milagre de Nossa Senhora Magrinha (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1974/1976 - A Gaiola das Loucas (Teatro) - Direção, Tradução e Produção
1975 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1976 - As Presepadas de Pedro Malazartes (Teatro) - Autoria texto original
1977 - Mau Passo (Cinema) - Argumento
1977 - Sodoma e Gomorra ou O Último a Sair Apaga a Luz (Teatro) - Direção e Autoria
1978 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1978 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Direção, Autoria e Produção (Portugal)
1979 - Aplauso TV Globo: Como Matar Um Playboy (Televisão) - Autoria texto original
1979/1980 - Como Testar a Fidelidade das Mulheres (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1980 - A Feira do Adultério (Teatro) - Autoria texto original
1981/1982 - O Espirro Milionário / Quem Gosta Demais de Sexo, Morre Fazendo Amor (Teatro)  - Direção, Adaptação e Produção
1982/1983 - A Feira do Adultério ou Como Cobiçar a Mulher do Próximo (Teatro) - Autoria
1983/1984 - Amante S.A. (Teatro) - Tradução, Adaptação e Produção
1984 - A Venerável Madame Goneau (Teatro) - Autoria
1984 - Shirley Janta Seu Alfaiate (Teatro)  - Adaptação e Produção
1986/1987 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Autoria
1986/1987 - Lily e Lily (Teatro) - Tradução, Adaptação, Direção e Produção
1986/1987 - Mulher, Melhor Investimento (Teatro) - Adaptação e Produção
1987 - O Amante Descartável (Teatro) - Adaptação, Tradução e Produção
1987 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Autoria (Portugal)
1987 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Direção e Autoria (Holanda)
1987/1988 - O Amante Descartável (Teatro) - Adaptação, Tradução e Produção
1987/1988 - Camas Redondas, Casais Quadrados (Teatro) - Adaptação e Produção
1988 - O Padre Assaltante (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1990 - Auto de Natal (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1990 - Venerável Madame Goneau (Teatro) - Autoria
1992 - As Presepadas de Pedro Malazartes (Teatro) - Autoria texto original
1993 - O Último Mambo (Teatro) - Autoria
1994 - Papo de Anjo (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1995 - Espermatozóide 2, a Missão (Teatro) - Direção e Produção
1997 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Direção, Autoria e Produção
1999/2004 - O Avarento (Teatro) - Direção e Produção
2002 - Bonifácio Bilhões (Teatro) - Autoria
2007 - O Dia Que Raptaram o Papa (Teatro) - Autoria (estreia póstuma)

(*) Pesquisa em andamento

2 comentários:

Anônimo disse...

foi professor na Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vitor Menezes disse...

Ele foi professor na Escola de Teatro da UNIRIO Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. O seu falecimento ocorreu em 01/01/2007