Pesquisar este blog

terça-feira, 5 de outubro de 2021

Hélio Colonna



Nome real: Hélio Gonçalves

Créditos: Hélio Colonna, Hélio Colona, Helio Colonna, Helio Colona

Atividades: Ator e dublador

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 05/04/1931, Porto Alegre/RS

Óbito: 25/05/1962, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Suicídio (intoxicação barbitúricos)

Nota: Destacou-se como humorista. Suicidou-se na madrugada do dia 25/05/1962, por ingestão de barbitúricos, em seu apartamento.

Carreira: 1948-1962

Alguns trabalhos*:

1953/1954 - Esta Vida É Um Carnaval (Teatro)
1954 - Satã Dirige o Espetáculo (Teatro)
1954/1955 - Este Rio Moleque (Teatro)
1955 - A Grande Revista (Teatro)
1955/1956 - Maria Stuart (Teatro)
1956 - Banzo-Aiê (Teatro)
1956 - Teatro Philco TV Rio: Assassinato a Domicílio (Televisão)
1956 - Teatro Philco TV Rio: Leonor de Mendonça (Televisão)
1956 - Teatro Philco TV Rio: Se Eu Quisesse (Televisão)
1957 - Espetáculos Tonelux TV Tupi (Televisão)
1957 - Sua Excia. a Vedeta (Teatro)
1957 - Tem Boi na Linha! (Cinem,a)
1958 - No Mundo da Lua (Cinema)
1958 - O Batedor de Carteiras (Cinema) - Ali Kate
1958 - Que Pedaço de Mau Caminho... (Teatro)
1958/1959 - Aquele Teatrinho TV Rio: Romeu e Julieta (Televisão)
1959 - Massagista de Madame (Cinema)
1961 - A Guerra dos Dálmatas 'animação' (Cinema) - Roger (voz) / Dublador

(*) Pesquisa em andamento

4 comentários:

Anônimo disse...

Dizem que o ator nutria uma paixão platônica por Pery Ribeiro e, por não ser correspondido, se matou.

Unknown disse...

Ele dublou o Roger em 101 Dálmatas.

Unknown disse...

Meu deus ele partiu tão certo, não devia ter se matado

Unknown disse...

Ele faz um papel bem gozado no filme Tem boi na linha