Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de março de 2021

Virgínia de Moraes



Nome real: Anna Virginia Pereira Lima

Créditos: Virgínia de Moraes, Virginia de Moraes, Virgínia de Morais, ou Virginia de Morais

Atividades: Radialista, radioatriz, locutora, jornalista, escritora, poetisa e apresentadora

Áreas: Rádio e TV

Nascimento: 03/04/1920, São Paulo/SP

Óbito: 08/06/2011, São Paulo/SP

Causa óbito: Natural (senilidade)

Relacionamentos: Era viúva do jornalista e radialista Mario Moraes (1942/19??), uma filha: a jornalista Cynira Arruda.

Nota: Estava aposentada. Formada em Comunicação Social (Jornalismo). Filha de Alvina Marrano Pereira Lima. Nome de casada: Ana Virgínia de Almeida Moraes.

Carreira: 1942-198?

Alguns trabalhos*:

1942/1950 - Rádio A Voz do Sertão de  Presidente Prudente (Rádio) - Locutora
1951 - Rádio Cultura: Programa Bar de Melodias (Rádio) - Apresentadora
1952/1955 - Rádio Nacional (Rádio) - Locutora e radioatriz
1956/1963 - Rádio Record (Rádio) - Locutora
1961/1963 - Programa Astros do Disco TV Record (Televisão) - Apresentadora
197? - Rádio Tupi de São Paulo: Programa A Noite É Mulher  (Rádio) - Apresentadora
198? - Rádio USP FM de São Paulo (Rádio) - Locutora

(*) Pesquisa em andamento

4 comentários:

Unknown disse...

Virginia foi também locutora, nos anos 80, na rádio USP FM, 93,7Mhz, de São Paulo.

Durval Santos disse...

O site mencionado leva a uma outra Virginia de Moraes.
Lá no site diz Virginia ter nascido em Alagoas, errado, Virginia nasceu na cidade de São Paulo.

Unknown disse...

A Virginia de Moraes foi a apresentadora, no começo da década de 70, do programa "A noite é mulher", nas madrugadas da antiga Radio Tupi - 1040 khz
Nota de Sebastião Andrade

j. B. Oliveira disse...

Parabéns pela inciativa e pela pesquisa, Mário. Sou de Presidente Prudente. Lá Conheci Virgínia, a pequena Cinira e Mário Moraes. Com ele trabalhei na "Voz do Povo", jornal fundado em 1928, por Jacob Blummer. Ele e Virgínia atuavam na PRI-5, "A Voz do Sertão". Ali, Mário criou slogan para um duo local "Nhô Nico e Celestino: a dupla que vale por quatro!". Mário e Virgínia tinham as vozes mais bonitas, sonoras e bem colocadas do rádio! Voltei a trabalhar com Mário, em São Paulo, nos anos 1960, nos "Jornais Associados do Interior", de sua propriedade. Também nessa época, ele apresentava o programa "Domingo de Gala", pelo Canal 2, então pertencentes ao grupo Diários Associados, de Assis Chateaubriand... Gostaria que você empreendesse pesquisa também sobre ele. Soube que Cinira Arruda, filha do casal, pretende escrever um livro os pais. Tenho alguns subsídios! Por fim, uma observação: a data de nascimento de Mário Moraes NÃO pode ter sido 1942! Nessa ocasião, ele já era casado com Virgínia... Cordial abraço.
J. B. Oliveira, advogado, jornalista, radialista, professor e escritor
(www.jboliveira.com.br)