Pesquisar este blog

sábado, 24 de fevereiro de 2024

Arthur Costa



Nome real: Arthur Costa


Créditos: Arthur Costa, ou Artur Costa

Atividades: Ator, cantor e produtor

Áreas: Teatro

Nascimento: 189?, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 14/03/1951, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com Carmella Rosa Costa (1925/1951), um filho: o ator Arthur Costa Filho.

Nota: Integrou a "Companhia de Comédias Jaime Costa" (1922-1932), "Cia. Leopoldo Fróes" (1925-1926), "Cia. Chaby Pinheiro-Leopoldo Fróes" (1927-1928), "Cia. de Revistas Music-Hall" (1934), "Companhia A Casa do Caboclo" (1935-1936), e "Cia. Eva e Seus Artistas" (1946).

Carreira: 1914-1948

Alguns trabalhos*:

1914 - Portugueses e Alemães (Teatro) - José 'Gavião'
1922 - O Homem do Cinema (Teatro)
1923 - A Escola da Mentira (Teatro) - Barbeiro
1923 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro)
1923 - Graças a Deus! (Teatro)
1923 - O Outro André (Teatro)
1923 - Última Ilusão (Teatro)
1924 - A Flor dos Maridos (Teatro)
1924 - As Travessuras de Bertha (Tearao) - Criado
1924 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro)
1924 - Entrou Caixeiro e Saiu Sócio (Teatro)
1924 - Graças a Deus! (Teatro)
1924 - O Casamento de Boni (Teatro)
1924 - O Inimigo das Mulheres (Teatro)
1924 - O Outro Eu (Teatro)
1924 - O Truc de Balthazar (Teatro)
1924 - Os Águias (Teatro) - Felisberto
1924 - Prudêncio, o Temerário (Teatro)
1924 - Sempre Vence a Mulher (Teatro)
1924 - Um Homem Encantador (Teatro)
1925 - A Flor dos Maridos (Teatro)
1925 - As Travessuras de Bertha (Tearao) - Criado
1925 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro)
1925 - Graças a Deus! (Teatro)
1925 - Lua Cheia (Teatro) - Felix
1925 - O Amor Venceu (Teatro)
1925 - O Casamento (Teatro)
1925 - O Dote (Teatro)
1925 - O Homem do Cinema (Teatro)
1925 - O Inimigo das Mulheres (Teatro)
1925 - O Mártir do Calvário (Teatro)
1925 - O Modesto Philomeno (Teatro)
1925 - O Outro André (Teatro)
1925 - O Truc de Balthazar (Teatro)
1925 - Os Águias (Teatro)
1925 - Os Embrulhos do Cavaco (Teatro)
1925 - Os Maridos da Viúva (Teatro)
1925 - Pois É Isso! (Teatro)
1925 - Prudêncio, o Temerário (Teatro)
1925 - Pupila de Meu Tio (Teatro)
1925 - Sempre Vence a Mulher (Teatro)
1925 - Um Homem Encantador (Teatro)
1925 - Zuzu (Teatro)
1926 - A Mulher de César (Teatro)
1926 - Dança o Pai... as Filhas Dançam (Teatro)
1926 - Feiosa (Teatro)
1926 - Foi Ela Que Me Beijou (Teatro)
1926 - Lua Cheia (Teatro) Felix (Brasil/Argentina)
1926 - Nossas Mulheres (Teatro)
1926 - O Homem das Cinco e Meia (Teatro)
1926 - O Homem Que Perdeu a Memória (Teatro)
1927 - A Família Kolossal (Teatro)
1927 - A Primeira Mentira (Teatro)
1927 - As Nossas Mulheres (Teatro)
1927 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro) - Anastácio
1927 - Dama, Valete e Rei (Teatro)
1927 - Dança o Pai... as Filhas Dançam (Teatro)
1927 - Dr. João André (Teatro)
1927 - Era Uma Vez Um Marido (Teatro)
1927 - Feiosa (Teatro)
1927 - Meu Amor (Teatro)
1927 - No Fim Dá Certo (Teatro)
1927 - O 31 (Teatro)
1927 - O Grande Ideal (Teatro)
1927 - O Truc de Balthazar (Teatro) - Dr. Marcello
1927 - Pequetita (Teatro)
1927 - Professor Voronoff (Teatro)
1927 - Rodolpho Valentão (Teatro)
1927 - Senhorita 1927 (Teatro)
1928 - 1023 (Teatro)
1928 - Coração de Mulher (Teatro)
1928 - Longe dos Olhos (Teatro)
1928 - Milhões de Dólares (Teatro)
1928 - O Abade Constantino (Teatro)
1928 - O Grande Dia (Teatro)
1928 - O Leão da Estrela (Teatro) - Nicolau Silveira
1928 - O Líder da Maioria (Teatro)
1928 - O Pavão Real (Teatro)
1928 - O Simpático Jeremias (Teatro)
1928 - Sinésio... O Que Escreve Livro! (Teatro)
1929 - A Esposa do Menor (Teatro)
1929 - A Pequena dos Correios (Teatro)
1929 - Agência de Reputações (Teatro)
1929 - Confusão das Casas (Teatro)
1929 - És Tu, Malaquias? (Teatro)
1929 - Eu Não Sei Dizer Que Não (Teatro)
1929 - Família Kolossal (Teatro)
1929 - Feiosa (Teatro)
1929 - Foi Ela Que Me Beijou (Teatro)
1929 - No Fim Dá Certo (Teatro)
1929 - O Maluco na Avenida (Teatro)
1929 - Pequetita (Teatro)
1929 - Rodolpho Valentão (Teatro)
1929 - Senhorita 1929 (Teatro)
1930 - Chauffeur (Teatro)
1930 - Berenice (Teatro)
1930 - Com Amor Não Se Brinca (Teatro) - Alberto
1931 - Berenice (Teatro)
1931 - Cala a Boca, Etelvina! (Teatro)
1931 - Fala Baixo, Malaquias (Teatro)
1931 - Maldito Tango (Teatro) - O Garçom
1931 - Núpcias de D. João (Teatro)
1931 - O Mártir do Calvário (Teatro)
1931 - Papoulas Rubras (Teatro)
1931 - Zuzu (Teatro)
1932 - Guerra às Mulheres (Teatro)
1933/1934 - Que Culpa Tenho Eu de Ser Bonito (Teatro) - Faustino
1934 - A Baronesa (Teatro)
1934 - Coisinha Boa (Teatro)
1934 - Festival da Atriz Pérola Negra (Teatro)
1934 - Guerra às Mulheres (Teatro) - Cesário
1934 - Peso Pesado (Teatro) - Ramiro
1934 - São Paulo Follies (Teatro) - Cantor, além da Atuação
1935 - Luar, Palhoça e Violão (Teatro)
1935 - Perfume da Mata (Teatro)
1935 - Sertão em Flor (Teatro)
1935 - Sonho de Caboclo (Teatro)
1936 - A Cidade Prende (Teatro)
1936 - Alma de Violão (Teatro)
1936 - Feitiço de Coral (Teatro)
1936 - Luar, Palhoça e Violão (Teatro)
1936 - Mentira Carioca (Teatro)
1936 - Nossa Bandeira (Teatro)
1936 - O Cantor Batuta (Teatro)
1936 - Passoca de Caboclo (Teatro)
1936 - Sambista da Cinelândia (Teatro) - Binguinho Crosta
1936 - Sol da Nossa Terra (Teatro)
1936 - Veneno da Cidade (Teatro)
1937 - A Menina de Ouro (Teatro)
1938 -  O Marreco Vem Ahi... (Teatro)
1942 - Deus Lhe Pague (Teatro)
1942 - Mania de Grandeza (Teatro)
1942 - Mocidade (Teatro)
1942 - O Destruidor de Mulheres (Teatro)
1942 - O Sábio (Teatro)
1942 - Sindicato de Mendigos (Teatro)
1942 - Um Milhão de Mulheres (Teatro)
1946 - Cândida (Teatro)
1946 - Eu Sou do Amor (Teatro)
1946 - Fantasma Romântico (Teatro)
1946 - O Pecado de Madalena (Teatro) - Daniel
1946 - Tudo É Brasil (Teatro)
1946 - Uma Mulher Livre (Teatro)
1947/1948 - Show no Teatro República do Rio de Janeiro (Teatro) - Cantor, além da Direção e Produção

(*) Pesquisa em andamento

Um comentário:

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:
http://memoria.bn.br/DocReader/348970_05/6071