Pesquisar este blog

domingo, 17 de novembro de 2019

Eva Todor



Nome real: Eva Fodor

Créditos: Eva Todor, ou Eva Tudor

Atividades: Atriz, produtora, escritora e bailarina

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 09/11/1919, Budapeste - Hungria

Óbito: 10/12/2017, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Pneumonia (senilidade)

Relacionamentos: Viúva do dramaturgo e diretor Luis Iglesias (1933-1963). Namorou com o engenheiro químico, ator e produtor Paulo Nolding 'Paulo Navarro' (1964-1965). Era viúva de Paulo Nolding (1965-1989).

Nota: Estava aposentada. Formada em Teatro. Começou na vida artística, ainda criança, como bailarina da Ópera Real de Budapeste, Hungria. Chegou no Brasil em 1929. Eleita "Rainha das Artistas" de 1935 e de 1937. Naturalizada brasileira em 1940. Atuou como empresária teatral na "Companhia Eva e Seus Artistas" (1943-1963). Atuou em Portugal entre 1960 e 1963. Sofria do Mal de Parkinson desde 2012. Faleceu em sua residência, onde estava reclusa desde 2014, devido a saúde fragilizada.

Carreira: 1934-2013 (108 obras)

Alguns trabalhos:

1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro)
1934 - Há uma Forte Corrente (Teatro)
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1934 - Quanto Vale uma Mulher (Teatro)
1935 - A Bailarina do Casino (Teatro)
1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro)
1935 - De Norte a Sul (Teatro)
1935 - Eva Querida (Teatro)
1935 - Foi Ella (Teatro)
1935 - Tempo Quente (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro)
1937 - Qual dos Três (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1941 - Chuvas de Verão (Teatro) - Atuação e Produção
1941 - Garçon (Teatro)
1943 - A Costela de Adão (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - A Pupila dos Meus Olhos! (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - Maria Fumaça (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - O Mundo É Uma Bola! (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Cavalinho de Pau! (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Nós, as Mulheres! (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - O Príncipe Encantado! (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - Plano Massot (Teatro)
1946 - Claudia (Teatro) - Claudia, além da Produção
1946 - Maria Fumaça (Teatro) - Atuação e Produção
1947 - Bicho de Mato (Teatro) - Atuação e Produção
1947 - Se Eu Quisesse (Teatro) - Atuação e Produção
1949 - Apartamento Sem Luvas (Teatro)
1949 - Cândida (Teatro)
1949 - Os Gregos Eram Assim... (Teatro)
1950 - A Felicidade Vem Depois... (Teatro) - Professora Maria, além da Produção
1950 - Ai, Tereza (Teatro) - Atuação e Produção
1950 - Quebra-Cabeças (Teatro) - Atuação e Produção
1952 - A Amiga da Onça (Teatro) - Atuação e Produção
1953 - A Milionária (Teatro) - Atuação e Produção
1953 - Grande Teatro Tupi: A Costela de Adão (1953)
1953 - Grande Teatro Tupi: Colégio Interno (Televisão)
1953 - Grande Teatro Tupi: Maria Fumaça (Televisão)
1953 - Larga Meu Homem (Teatro)
1954 - Grande Teatro Tupi: O Freguês da Madrugada (Televisão)
1955 - Esse Casal É de Morte! (Teatro)
1955 - Grande Teatro Tupi: Candida (Televisão) - Candida
1955 - Grande Teatro Tupi: Cláudia (Televisão) - Cláudia
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1956 - Aventuras de Eva (Televisão) - Apresentadora, além da atuação
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)
1957 - Grande Teatro Tupi: Vê Se Me Esqueces (Televisão)
1959 - Play-Boy (Teatro)
1960 - Gosto Que Me Enrosco (Teatro) - (Portugal)
1960 - O Amor em Hi-Fi (Teatro)
1960 - Os Dois Ladrões (Cinema) - Madame Gaby
1960 - Quem Conhece as Mulheres? (Teatro)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: A Cinderela (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Aconteceu no Carnaval (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Nosso Homem de Havana (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Cura da Aldeia (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Destino Se Repete (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Freguês da Madrugada (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Rainha do Ferro Velho (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Três Vidas (Televisão)
1961/1962 - Aventuras de Eva (Televisão) - Apresentadora, além da atuação (Portugal)
1962 - Pão, Amor e... Totobola (Cinema) - Esposa do Cosa (Portugal)
1969 - Olho N’Amélia (Teatro)
1970 - E Nós, Aonde Vamos? (Televisão)
1970/1971 - Em Família (Teatro)
1975 - Roque Santeiro ‘censurada’ (Televisão) - Ambrosina Abelha ‘Dona Pombinha’
1977 - Locomotivas (Televisão) - Maria Josefina Cabral 'Kiki Blanche'
1978 - Te Contei? (Televisão) - Lola
1979 - Memórias de Amor (Televisão) - Agripina
1980/1981 - Coração Alado (Televisão) - Hortência Alencar
1981 - Essa Gente Incrível (Teatro)
1982 - Sétimo Sentido (Televisão) - Maria Santa Bergman Rivoredo ‘Santinha’
1983 - Sabor de Mel (Televisão) - Marta
1984 - Partido Alto (Televisão) - Cecília Amoedo
1985 - A Gata Comeu (Televisão) - Ela mesma
1987 - O Outro (Televisão) - Liúba
1989 - Top Model (Televisão) - Morgana Kundera
1992 - De Corpo e Alma (Televisão) - Maria Carolina Pastore ‘Calu’
1993/1994 - Olho no Olho (Televisão) - Veridiana
1994 - Incidente em Antares (Televisão) - Venusta
1994 - Você Decide: Corações Partidos (Televisão) - Dulce
1995 - Casa do Terror (Televisão) - Lívia
1995 - Você Decide: A Dama de Ferro (Televisão)
1995 - Você Decide: Agora ou Nunca (Televisão)
1996 - Caça Talentos (Televisão) - Dona Carlota
1996 - Quem É Você? (Televisão) - Augusta
1996 - Você Decide: A Pequena Herdeira (Televisão)
1996/1997 - Anjo de Mim (Televisão) - Cotinha
1997 - Você Decide: Preconceito (Televisão) - Dayse
1998 - Hilda Furacão (Televisão) - Loló Ventura
1998 - Você Decide: Desencontro (Televisão)
1999 - O Belo e as Feras: Genro de Última Necessidade (Televisão) - Lourdes Maria
1999 - Suave Veneno (Televisão) - Maria do Carmo Canhedo
2000/2001 - O Cravo e a Rosa (Televisão) - Josefa Lacerda de Moura
2001 - Brava Gente: Os Mistérios do Sexo (Televisão) - Augusta
2002 - Sítio do Picapau Amarelo (Televisão) - Maria José ‘Mazé’
2002/2003 - Malhação (Televisão) - Isaura
2003 - Xuxa Abracadabra (Cinema) - Avó
2004 - A Diarista: Parece, Mas Não É (Televisão)
2004 - Sob Nova Direção: O Casamento do Meu Melhor Inimigo (Televisão)
2005 - América (Televisão) - Miss Jane
2006 - JK (Televisão) - Carlota Bueno
2007 - Amazônia: De Galvez a Chico Mendes (Televisão) - Branquinha
2008 - Casos e Acasos: O Trote, o Filho e o Fora (Televisão) - Dona Alba
2009 - Caminho das Índias (Televisão) - Ana Aparecida Albuquerque Cadore 'Dona Cidinha'
2010/2011 - Ti Ti Ti (Televisão) - Kiki Blanche
2012 - As Brasileiras: A Vidente de Diamantina (Televisão) - Dona Conchita
2012/2013 - Salve Jorge (Televisão) - Dália

Afonso Stuart



Nome real: Afonso Tereza Stuart

Créditos: Afonso Stuart, ou Affonso Stuart

Atividades: Ator e radioator

Áreas: Rádio, circo, cinema, teatro e TV

Nascimento: 19/08/1895, Oran - Argélia

Óbito: 1983, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Causa natural (senilidade)

Relacionamentos: Era casado com a atriz Pola Leste (1939-1983).

Nota: Destacou-se como humorista. Tio do ator Walter Stuart, do ator Henrique Canales, da atriz Cachita Stuart, e do ator Oscarito. Integrante do "Circo Teatro Oni", pertencente a família Canales. Conhecido como "Periquito".

Carreira: 1905-1983

Alguns trabalhos:

1936 - Trampolim do Diabo (Teatro)
1937 - Qual dos Três (Teatro)
1939/1940 - Tem Marmelada (Teatro)
1943 - Maria Fumaça (Teatro)
1949 - Apartamento Sem Luvas (Teatro)
1949 - Os Gregos Eram Assim... (Teatro)
1950 - A Felicidade Vem Depois... (Teatro)
1950 - Ai, Tereza (Teatro)
1952 - A Amiga da Onça (Teatro)
1953 - Larga Meu Homem (Teatro)
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Remorso (Rádio) - Augusto
1956 - Colégio de Brotos (Cinema) - Herculano
1956 - Quem Comeu Foi Pai Adão (Teatro)
1960 - Vai Que É Mole (Teatro)
1964/1965 - Sim, Quero (Teatro)
1966 - Onde Canta o Sabiá (Teatro) - Justino
1968 - Elas Levam Tudo (Teatro)
1970/1971 - Em Família (Teatro)
1972/1973 - Bordel da Salvação (Teatro)

Paulo Ferraz



Nome real: Paulo Ferraz

Créditos: Paulo Ferraz

Atividades: Ator, radioator, radialista, locutor e apresentador

Áreas: Rádio, cinema e teatro

Nascimento: 09/02/1896, São Paulo/SP

Óbito: 07/12/1948, Petrópolis/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com a atriz Violeta Ferraz (1921-1948), um filho: Araken.

Nota: Destacou-se como humorista. Filho de João Pereira Ferraz e Marietta Bernardes Ferraz. Foi Primeiro Secretário da "Casa  dos Artistas". Estava internado no Sanatório Canavial, em Correas, Petrópolis/RJ.

Carreira: 1920-1946

Alguns trabalhos:

1929 - A Viúva Alegre (Teatro)
1929 - Amor de Príncipe (Teatro) - Puffler
1929 - O Bacharel Trancinha (Teatro) - Bacharel
1929 - O Conde de Luxemburgo (Teatro) - Príncipe Basílio
1929 - O Fado (Teatro)
1930 - Oh! As Mulheres... (Teatro)
1936 - Bazar de Brinquedos (Teatro)
1936 - Mas Que Mulher! (Teatro)
1937 - Qual dos Três (Teatro)
1937/1940 - Rádio Nacional: Programa Teatro em Casa (Rádio)
1941/1942 - O Patinho de Ouro (Teatro) - Oliveira
1941/1943 - Rádio Nacionaçl: Radionovela Em Busca da Felicidade (Rádio) - Machado
1942 - Sururú Aqui É Mato! (Teatro)

Manoel Vieira



Nome real: Manoel Vieira*

(*) Nome artístico

Créditos: Manoel Vieira, ou Manuel Vieira

Atividades: Ator, Diretor, Autor, Roteirista e Produtor

Áreas: Cinema, TV e teatro

Nascimento: 05/10/1905, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 1979, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Nota: Afastou-se da mídia. Destacou-se como humorista.

Carreira: 1933-1978

Alguns trabalhos:

1933 - Traz a Nota (Teatro)
1936 - Trampolim do Diabo (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1939 - Camisa Amarella (Teatro)
1940 - A Ciganinha (Teatro) - Pafúncio
1940 - A Menina Sabida (Teatro)
1940 - Minas de Prata (Teatro)
1940 - O Gaiato de Lisboa (Teatro)
1940 - O Seu Oscar (Teatro) - Oscar
1940 - Rainha do Baile (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1941 - No Lesco-Lesco (Teatro)
1941/1942 - Você Já Foi à Bahia? (Teatro)
1943 - Passo de Ganso (Teatro)
1943 - Rei Momo na Guerra (Teatro)
1944 - A Canção da Margarida (Teatro) - Sacristão
1944 - Maldito Fado! (Teatro)
1944 - Passarinho da Ribeira (Teatro) - Sebastião
1944 - Toca pro Pau (Teatro)
1945 - Bonde da Light (Teatro)
1951 - Muié Macho, Sim Sinhô! (Teatro)
1952 - Sossega, Ademar! (Teatro)
1952 - Como É Que Pode? (Teatro)
1954/1955 - Eu Quero É Me Badalar (Teatro) - Atuação e Direção
1956 - Terra do Samba (Teatro)
1957 - Rumo à Brasília (Teatro)
1959 - De Cabral a JK (Teatro)
1960 - Cala a Boca, Etelvina (Cinema) - Macário
1960 - Vai Que É Mole (Teatro)
1961 - Cara de Palhaço (Teatro)
1961 - O Diabo Que a Carregue... Lá pra Casa (Teatro)
1968/1971 - Balança Mas Não Cai 'Globo' (Televisão)
1969 - Rio, Sol e Alegria (Teatro)
1974 - Toco na Bandinha Dela (Teatro) - Direção
1975 - Elas Atacam de Banda (Teatro) - Direção

Benito Rodrigues



Nome real: Benito Rodrigues de Bouza

Créditos: Benito Rodrigues

Atividades: Ator

Áreas: Cinema e teatro

Nascimento: 189?, São Paulo/SP

Óbito: 05/1961, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural (senilidade)

Relacionamentos: Era casado com a atriz Alzira Rodrigues (192?-1961), dois filhos: a atriz Isa Rodrigues, e o ator Paulo Rodrigues.

Nota: Afastou-se da mídia. Ex-integrante do grupo teatral "Team da Gargalhada".

Carreira: 1937-1961

Alguns trabalhos:

1937 - A Menina de Ouro (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1946 - O Garçon do Casamento (Teatro)
1959/1960 - O Mambembe (Teatro) - Velhote
1960 - Cristo Proclamado (Teatro) - Coronel Alvarenga
1961 - Carlota (Teatro)
1961 - O Riso é o Limite (Televisão)

Luis Iglesias



Nome real: Luis Iglesias

Créditos: Luis Iglesias, Luís Iglesias, Luiz Iglesias, Luís Iglezias, Luiz Iglezias, ou Luis Iglezias

Atividades: Ator, letrista, compositor, escritor, dramaturgo, autor, produtor e diretor

Áreas: Teatro e rádio

Nascimento: 1905, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 03/05/1963, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Infarto fulminante

Relacionamentos: Era casado com a atriz Eva Todor (1933-1963). Teve um caso com a atriz Alair Nazareth (1954), um filho: o produtor e diretor Geraldo Luís Cantanheda Iglesias 'Geraldo Iglesias'.

Nota: Destacou-se como empresário teatral na "Companhia de Comédias Luis Iglesias-Freire Junior" (1934-1937), e na "Companhia Eva e Seus Artistas" (1943-1963), junto com a esposa Eva Todor. Atuou em Portugal entre 1960 e 1963. Faleceu em sua residência, na Rua Samuel Morse - 14, Flamengo, Rio de Janeiro/RJ.

Carreira: 1928-1964

Alguns trabalhos:

1929 - Às Urnas! (Teatro) - Autoria
1929 - Onde Está o Gato? (Teatro) - Autoria
1932 - Angu de Caroço (Teatro) - Autoria e Direção
1932 - Banana Real (Teatro) - Autoria
1932 - Canja de Peru (Teatro) - Autoria
1932 - Não É Nada Disso (Teatro) - Autoria
1932 - O Teu Cabelo Não Nega (Teatro) - Autoria
1932 - Pivette (Teatro) - Autoria
1933 - Pra Mim Chega! (Teatro) - Autoria
1933 - Traz a Nota! (Teatro) - Autoria
1934 - Alô... Alô... Rio? (Teatro) - Autoria
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Direção e Produção
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro) - Direção e Produção
1934 - Ondas Curtas (Teatro) - Autoria
1934 - Quanto Vale uma Mulher (Teatro) - Autoria
1934 - Há uma Forte Corrente (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1934 - Voto Secreto (Teatro) - Autoria
1935 - A Bailarina do Casino (Teatro) - Direção e Produção
1935 - De Norte a Sul (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1935 - Eva Querida (Teatro) - Direção e Produção
1935 - Foi Ella (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1935 - Quanto Vale Uma Mulher? (Teatro) - Autoria
1937 - A Mascote do Morro (Teatro) - Autoria
1937 - A Menina de Ouro (Teatro) - Autoria
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro) - Direção e Produção
1937 - Qual dos Três (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1937 - Rumo ao Catete (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1937/1938 - Três Pequenas do Barulho (Teatro) - Autoria
1941 - Chuvas de Verão (Teatro) - Adaptação, Direção e Produção
1943 - A Costela de Adão (Teatro) - Adaptação, Direção e Produção
1943 - A Pupila dos Meus Olhos! (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1943 - Maria Fumaça (Teatro) - Adaptação, Direção e Produção
1943 - O Mundo É Uma Bola! (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1944 - Cavalinho de Pau! (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1944 - Nós, as Mulheres! (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1944 - O Príncipe Encantado! (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1946 - Claudia (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1946 - Jogo Franco (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1946 - Maria Fumaça (Teatro) - Adaptação, Direção e Produção
1946 - Rádio Globo: Programa Grande Teatro 'Chuvas de Verão' (Rádio) - Autoria
1947 - Bicho de Mato (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1947 - Se Eu Quisesse (Teatro) - Direção e Produção
1949 - Flor de Manacá (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1949 - Quero Ver Isso de Perto! (Teatro) - Autoria
1950 - A Felicidade Vem Depois... (Teatro) - Adaptação e Produção
1951 - O Pudim de Ouro (Teatro) - Direção e Autoria
1952 - A Amiga da Onça (Teatro) - Autoria e Produção
1953 - É Fogo na Jaca (Teatro) - Autoria
1954/1955 - Eu Quero É Me Badalar (Teatro) - Autoria
1956 - Aventuras de Eva (Televisão) - Autoria, Redação, Direção e Produção
1962 - Aventuras de Eva (Televisão) - Autoria, Redação e Direção (Portugal)
1956 - Quem Comeu Foi Pai Adão (Teatro) - Autoria
1958 - Que Pedaço de Mau Caminho... (Teatro) - Autoria
1960 - É Xique-Xique no Pixoxó (Teatro) - Autoria
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Freguês da Madrugada (Televisão) - Adaptação
1964 - A Moral do Adultério (Teatro) - Autoria (lançamento póstumo)

Custódio Mesquita



Nome real: Custódio Mesquita de Pinheiro

Créditos: Custódio Mesquita, ou Custodio Mesquita

Atividades: Ator, musicista, diretor, autor, cantor, letrista, compositor e produtor

Áreas: Cinema, teatro e rádio

Nascimento: 25/04/1910, Rio de Janeiro/ RJ

Óbito: 13/03/1945, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Crise hepática

Nota: Destacou-se com pianista e maestro. Filho de Raul Cândido de Pinheiro. Tio do produtor cultural carioca Albino Pinheiro. Foi Subsecretário do SBAT (1935-1937).

Carreira: 1936-1944

Alguns trabalhos:

1936 - Figa da Guiné (Teatro) - Autoria
1937 - Anna Christie (Teatro)
1937 - Assim... Não É Pecado (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro) - Autoria
1937 - O Gosto da Vida (Teatro)
1937 - O Hóspede do Quarto Nº 2 (Teatro) - Nestorio
1937 - Rumo ao Catete (Teatro) - Autoria
1937 - Uma Loura Oxigenada (Teatro)
1938 - O Fim do Mundo (Teatro) - Autoria
1938 - O Home Que Nasceu Duas Vezes (Teatro)
1938 - Tinoco (Teatro)
1939 - Gandaia (Teatro) - Autoria
1940 - É do Abafa (Teatro)
1941 - De Que Elas Gostam (Teatro) - Autoria
1941 - Filhas de Eva (Teatro) - Autoria
1941 - O Que É Nosso (Teatro) - Atuação e Autoria
1942 - Alerta, Brasil! (Teatro) - Autoria
1942 - Às Armas (Teatro) - Autoria
1943 - LP Gravadora Victor "Canções: Coração Que Sente / Escorregando" (Música) - Autor e Intérprete
1943 - LP Gravadora Victor "Canções: Eponina / Brejeiro" (Música) - Autor e Intérprete
1943 - LP Gravadora Victor "Canções: Expansiva / Escovado" (Música) - Autor e Intérprete
1943 - LP Gravadora Victor "Canções: Faceira / Apanhei-te Cavaquinho" (Música) - Autor e Intérprete
1943 - LP Gravadora Victor "Canções: Gotas de Ouro / Bambino" (Música) - Autor e Intérprete
1944 - Barca da Cantareira (Teatro) - Direção Musical

Mário Lago



Nome real: Mário Lago

Créditos: Mário Lago, ou Mario Lago

Atividades: Ator, radioator, autor, novelista, tradutor, radialista, roteirista, redator, apresentador, escritor, poeta, compositor e letrista

Áreas: Rádio, cinema, teatro e TV

Nascimento: 26/11/1911, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 30/05/2002, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Enfisema pulmonar

Relacionamentos: Viúvo de Zeli Cordeiro (1947-1998), cinco filhos: Antônio Henrique, Graça Maria, Mário Lago Filho, Luiz Carlos e Vanda.

Nota: Estava aposentado. Formado em Direito. Atuou também como advogado. Era militante do Partido Comunista. Sofreu um infarto em 1971.

Carreira: 1935-2001

Alguns trabalhos:

1935 - Ressurreição de Eva! (Teatro) - Tradução
1936 - Figa da Guiné (Teatro) - Autoria
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro) - Autoria
1937 - Rumo ao Catete (Teatro) - Autoria
1938 - O Fim do Mundo (Teatro) - Autoria
1941 - Canário (Teatro) - Autoria
1942 - Deus Lhe Pague (Teatro)
1942 - Mania de Grandeza (Teatro)
1942 - O Sábio (Teatro)
1943 - Divorciados (Teatro)
1946 - Rádio Nacional: Show A Canção de Maria (Rádio)
1951 - Rádio Nacional: Radionovela Essa Estranha Mulher (Rádio) - Estevão, além da Direção
1951/1952 - Rádio Nacional: Radionovela O Direito de Nascer (Rádio) - Dom Mariano / Narrador
1952 - Rádio Nacional: Radionovela Entre o Céu e a Terra (Rádio) - Castro
1952 - Rádio Nacional: Radionovela O Homem da Casa Verde (Rádio) - Aparício
1952/1957 - Rádio Nacional: Série Presídio de Mulheres (Rádio) - Adaptação, Roteiro e Direção
1953 - Larga Meu Homem (Teatro) - Autoria
1953 - Rádio Nacional: Radionovela Ouro Branco (Rádio) - Mario
1953/1954 - Rádio Nacional: Série Radar, Filho do Sombra (Rádio) - Inspetor Hudson
1954 - Rádio Nacional: Radionovela O Mestre do Silêncio (Rádio)
1955 - Assim de Mulher! (Teatro) - Autoria
1955 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus 'Divórcio' (Rádio) - Médico
1955 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘O Ciclone’ (Rádio) - Capitão Stevens
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Canção de Leonora (Rádio) - Direção
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Destino de Helena (Rádio) - Autoria
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Mariângela, a Que Não Via a Luz do Sol (Rádio) - Autoria e Direção
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Pertinho do Céu (Rádio) - Andrade Japonês, além da Direção
1956 - A Força do Perdão (Teatro)
1956 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘Assim É... Se Lhe Parece’ (Rádio) - Prefeito
1956 - Rádio Nacional: Radionovela A Noiva das Trevas (Rádio) - Barão de Montserrat, além da Direção
1956 - Rádio Nacional: Série Presídio de Mulheres ‘Orgulhosa Demais’ (Rádio) - Autoria
1957 - Rádio Nacional: Radionovela Vinte Anos de Solidão (Rádio) - Alfonso, além da Direção
1958 - A Força do Perdão (Teatro)
1958 - Rádio Nacional: Radioteatro A Vida de Nosso Senhor Jesus Cristo (Rádio) - Herodes
1958 - Se Quer, Diz Logo (Teatro) - Autoria
1958 - Teatro de Comédias TV Rio: Réquiem (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades TV Rio: A Morte Dirige a Comédia (Televisão) - Narrador
1958 - Teatro de Variedades TV Rio: A Única Testemunha (Televisão)
1959/1962 - O Marido da Estrela (Televisão) - Redação
1960 - A Força do Perdão (Teatro)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Grande Hotel (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Rainha do Ferro Velho (Televisão)
1962 - A Força do Perdão (Teatro)
1964 - Os Direitos da Mulher (Teatro)
1969 - Amanhã É Dia de Pecar (Teatro) - Autoria
1969 - Especial: Auto de Natal (Televisão)
1969 - Frank Sinatra 4.815 (Teatro)
1969 - Rosa Rebelde (Televisão)
1972 - Caso Especial: A Dama das Camélias (Televisão) - Pai
1976 - O Casarão (Televisão) - Atílio Souza

Oscarito



Nome real: Oscar Teresa Dias

Créditos: Oscarito, ou Oscarito Brennier

Atividades: Ator, radioator, produtor, palhaço, musicista, letrista e apresentador

Áreas: Rádio, teatro, cinema, TV e circo

Nascimento: 16/08/1906, Málaga - Espanha

Óbito: 04/08/1970, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: AVC

Relacionamentos: Era casado com a atriz Margot Louro (1933-1970), dois filhos: a atriz Myriam Theresa, e o musicista José Carlos.

Nota: Aposentado. Destacou-se como humorista. Era violinista. Avô do ator Carlos Loeffler. Sobrinho do ator Afonso Stuart. Primo dos atores Walter Stuart, Henrique Canales, e Cachita Stuart. Primo em segundo grau dos atores Adriano Stuart e Luiz Canales. Também atuou como empresária teatral na "Grande Companhia de Revistas Beatriz Costa-Oscarito" (1942-1945).

Carreira: 1911-1968

Alguns trabalhos:

1932 - Não É Nada Disso (Teatro)
1933 - Pra Mim Chega! (Teatro)
1933 - Traz a Nota (Teatro)
1934 - Alô... Alô... Rio? (Teatro)
1934 - Há uma Forte Corrente (Teatro)
1934 - Ondas Curtas (Teatro)
1936 - Figa da Guiné (Teatro)
1937 - A Mascote do Morro (Teatro)
1937 - A Menina de Ouro (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro)
1937 - O Palhaço, o Que É? (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1937/1938 - Três Pequenas do Barulho (Teatro)
1939 - Camisa Amarella (Teatro)
1938 - O Fim do Mundo (Teatro)
1938 - Sempre Sorrindo... (Teatro)
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1941 - No Lesco-Lesco (Teatro)
1941/1942 - Você Já Foi à Bahia? (Teatro)
1942 - Da Guitarra ao Violão (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Ofensiva da Primavera (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Tripas à Moda do Porto (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - Defesa da Borracha (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - Ouro de Lei (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - As Lavadeiras (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Fogo na Canjica (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Momo nas Cabeceiras (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Toca pro Pau (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - A Cobra Tá Fumando (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - Plano Massot (Teatro)
1946 - Nem Te Ligo! (Tetro)
1948 - Trem da Central (Teatro)
1949 - Quero Ver Isso de Perto! (Teatro)
1951 - Muié Macho, Sim Sinhô! (Teatro)
1951/1954 - Trapalhadas do Oscarito (Televisão) - Apresentador
1955 - Nem Sansão, Nem Dalila (Cinema) - Horácio / Sansão
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1960 - É Xique-Xique no Pixoxó (Teatro)
1966 - Cocó My Darling (Teatro)

Margot Louro



Nome real: Margarida Teresa Dias

Créditos: Margot Louro, Margo Louro, Margô Louto, ou Margot Loro

Atividades: Atriz e cantora

Áreas: Rádio, teatro, cinema e circo

Nascimento: 23/11/1916, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 28/12/2011, São Lourenço/MG

Causa óbito: AVC

Relacionamentos: Viúva do ator Oscarito (1933-1970), dois filhos: a atriz Myriam Theresa, e o musicista José Carlos.

Nota: Aposentada. Filha da atriz Estefânia Louro. Irmã da atriz Olga Louro. Avó do ator Carlos Loeffler. Estava internada desde o dia 24, devido a uma fratura no fêmur. Sofira de degeneração cerebral, que resultou em isquemias. Eleita "Rainha das Artistas" de 1941.

Carreira: 1932-1985

Alguns trabalhos:

1932 - Al Tahmiro Bey (Teatro)
1932 - Grande Hotel (Teatro)
1932 - Mania de Grandeza (Teatro)
1932 - Mulher (Teatro)
1932 - O Amigo da Família (Teatro)
1932 - O Rosário (Teatro)
1932 - Pivette (Teatro)
1932 - Romance de um Moço Rico (Teatro)
1937 - A Mascote do Morro (Teatro)
1937 - A Menina de Ouro (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1937/1938 - Três Pequenas do Barulho (Teatro)
1939 - Camisa Amarella (Teatro)
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1942 - Da Guitarra ao Violão (Teatro)
1942 - Ofensiva da Primavera (Teatro)
1942 - Tripas à Moda do Porto (Teatro)
1943 - Defesa da Borracha (Teatro)
1943 - Ouro de Lei (Teatro)
1944 - As Lavadeiras (Teatro)
1944 - Fogo na Canjica (Teatro)
1944 - Momo nas Cabeceiras (Teatro)
1944 - Toca pro Pau (Teatro)
1945 - A Cobra Tá Fumando (Teatro)
1946 - Nem Te Ligo! (Tetro)
1959 - Esse Milhão É Meu (Cinema) - Gertrudes

Palmeirim Silva



Nome real: Luiz Palmeirim Silva

Créditos: Luiz Palmeirim, Palmeirim Silva, Palmeirin Silva, Palmeira Silva, Palmeirim, Palmerim, Palmeirinha Silva, ou Palmerim Silva

Atividades: Ator, autor, diretor e produtor

Áreas: Cinema e teatro

Nascimento: 25/07/1898, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 196?, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Foi casado com a atriz Cecy Medina (1930-1941).

Nota: Destacou-se como humorista. Também atuou como empresário teatral, juntamente com seu esposa a atriz Cecy Medina, na "Companhia de Comédias Palmeirim Silva", lançada em 1929.

Carreira: 1922-1959

Alguns trabalhos:

1925 - O Filho Sobrenatural (Teatro) - Chamousset
1926 - Só por Música... (Teatro) - Direção e Produção
1929 - Amor de Príncipe (Teatro) - Franz
1929 - Eva (Teatro) - Dagoberto
1929 - O Chefe Político (Teatro) - Symphronio
1929 - Fado (Teatro)
1929 - O Bacharel Trancinha (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1930 - Oh! As Mulheres... (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1931 - A Defesa do Maurício (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1935 - A Bailarina do Casino (Teatro)
1935 - A Mulher Número 2 (Teatro)
1935 - Casado Sem Saber (Teatro)
1935 - O Dinheiro do Leão (Teatro) - Baptista
1935 - O Grande Banqueiro (Teatro)
1935 - Ressurreição de Eva! (Teatro)
1935 - Villa Mariana (Teatro) - Paulo
1936 - Bazar de Brinquedos (Teatro)
1936 - Mas Que Mulher! (Teatro)
1936 - Supplicio de Tantalo (Teatro)
1940 - Suicídio por Amor (Teatro)
1941 - Canário (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1947 - Sexto Andar (Teatro)
1948 - Juiz de Paz na Roça (Teatro)
1949 - Deus e a Natureza (Teatro)
1949 - Esquecimento e Perdão (Teatro)
1949 - Meu Filho (Teatro)
1949 - O Noivo de Luiza (Teatro)
1949 - O Nono Mandamento / Não Desejarás a Mulher do Próximo (Teatro)
1949 - O Perfume de Minha Mulher (Teatro)
1949 - Quando Elas Querem (Teatro)
1949 - Renúncia (Teatro)
1949 - Sempre em Meu Coração (Teatro)
1951 - Boa... Até a Última Gota (Teatro)
1957 - O Barbeiro Que Se Vira (Cinema) - Gaspar
1957 - Papai É Vivaldino (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1959 - O Brasil É Nosso (Teatro)

Alda Garrido



Nome real: Alda Palm

Créditos: Alda Garrido, ou Alda Palm Garrido

Atividades: Atriz, cantora, autora, diretora e produtora

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 18/08/1896, São Paulo/SP

Óbito: 08/12/1970, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casada com o ator Américo Garrido (1912-1970).

Nota: Adotou como afilhado Pedro Américo, filho do primeiro casamento de seu marido Américo. Ex-vedete do "Teatro de Revista". Eleita "Rainha das Artistas" de 1940. Também atuou como empresária teatral da "Companhia Alda Garrido". Nome de casada: Alda Palm Garrido.

Site: http://www.almanaqueurupes.com.br/portal/textos/alda-garrido/

Carreira: 1916-1970

Alguns trabalhos:

1928 - Monumental Espectaculo (Teatro)
1934 - Porteira Véia (Teatro)
1935 - A Bailarina do Casino (Teatro)
1935 - De Norte a Sul (Teatro)
1938 -  O Marreco Vem Ahi... (Teatro)
1939/1940 - Tem Marmelada (Teatro) - Atuação e Produção
1940 - E o Bento... Levou (Teatro) - Atuação e Produção
1940 - Pirúa (Teatro) - Atuação e Produção
1940 - Quinta Coluna (Teatro) - Atuação e Produção
1941 - Boa Vizinhança (Teatro) - Atuação e Produção
1941 - Silêncio, Rio! (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - A Mulher Atômica (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - Que Rei Sou Eu? (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - Sua Excelência (Teatro) - Atuação e Produção
1946 - A Gilda do Barreto (Teatro) - Gilda,  além da Autoria e Produção
1946 - A Marmiteira (Teatro)
1950 - Se o Guilherme Fosse Vivo (Teatro) - Atuação e Produção
1951 - Chiruca (Teatro) - Atuação e Produção
1954 - Dona Xepa (Teatro) - Dona Xepa, além da Produção
1955 - Mulher de Briga (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: A Gilda do Barreto (Televisão) - Atuação e Autoria
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: Alegria de Ser Pai (Televisão) - Madame Carvalhal
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: Um Beijo com Molho (Televisão)
1956 - Teatro de Variedades TV Rio: Vote em Mim, Dona Xandoca (Televisão) - Dona Xandoca
1956 - Teatro Predileto TV Rio: Gostar e Fechar os Olhos (Televisão)
1957 - Chuvisco (Teatro) - Atuação e Produção
1959 - Dona Xepa (Cinema) - Dona Xepa

Ítala Ferreira



Nome real: Ilduara Ferreira

Créditos: Ítala Ferreira, ou Itala Ferreira

Atividades: Atriz e radioatriz

Áreas: Teatro, rádio e cinema

Nascimento: 29/04/1903, Salvador/BA

Óbito: 196?, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Foi casada (1917-1920), dois filhos.

Nota: Aposentada. Sobrinha da atriz Aurélia Delorme. Em 1921, com 18 anos, estreou em um companhia de Revistas no Recreio, no Rio de Janeiro/RJ. Atuou no Brasil e no exterior. Em 19/11/1969 já havia falecido, conforme consta publicação oficial de homenagem póstuma feita pelo Governo do Estado de São Paulo.

Carreira: 1921-1962

Alguns trabalhos:

1924 - À Hora do Beijo (Teatro)
1924 - Aventuras de um Rapaz Feio (Teatro)
1924 - Cocktail (Teatro)
1924 - Coitadinhas das Mulheres! (Teatro)
1924 - Como Te Quero! Como Te Adoro! (Teatro)
1924 - Dick (Teatro)
1924 - Eu Arranjo Tudo (Teatro)
1924 - Meu Bebé (Teatro)
1924 - Meu Maridinho (Teatro)
1924 - Minha Prima Está Louca (Teatro)
1924 - O Fiscal dos Wagons Leitos (Teatro)
1924 - O Homem de Cimento Armando (Teatro)
1924 - O Homem Que Morreu (Teatro)
1924 - O Papa-Léguas (Teatro)
1924 - O Papão (Teatro)
1924 - O Parente Político (Teatro)
1924 - O Rato Azul (Teatro)
1924 - O Sobrinho do Homem (Teatro)
1924 - O Sr. Director (Teatro)
1924 - O Sub-Prefeito de Chateau Brizard (Teatro)
1924 - O Talento de Minha Mulher (Teatro)
1924 - O Tio Solteiro (Teatro) - Sylvia
1924 - Rabo de Saia (Teatro)
1924 - Surpresas do Divórcio (Teatro)
1924 - Tiro Pela Culatra (Teatro)
1925 - O Canário (Teatro) - Flora
1928 - O Homem da Madrugada (Teatro)
1929 - Jura, Meu Bem! (Teatro)
1931 - Berenice (Teatro)
1933 - Malandragem (Teatro) - Durvalina
1933 - Segura Esta Mulher! (Teatro)
1935 - A Bailarina do Casino (Teatro)
1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro)
1935 - De Norte a Sul (Teatro)
1935 - Eva Querida (Teatro)
1935 - Foi Ella (Teatro)
1935 - Tempo Quente (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1939 - A Flor da Família (Teatro)
1944 - Acontece Que Eu Sou Baiano (Teatro)
1944 - As Filhas de Candinha (Teatro)
1944 - Segredo de Família (Teatro)
1944 - Tristezas Não Pagam Dívidas (Cinema) - Marieta Pilantrina
1945 - A Mulher do Seu Adolfo (Teatro)
1946 - Chica Boa (Teatro)
1950 - Tournée da Companhia Brasileira de Comédia (Teatro) - (Portugal)
1953 - Rádio Nacional: Programa Hoje Tem Espetáculo! (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Programa Obrigado, Doutor! (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Programa Um Milhão de Melodias (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Um Programa Bayer (Rádio)
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)

Zaíra Cavalcanti



Nome real: Zaíra Baltazar Cavalcanti

Créditos: Zaíra Cavalcanti, Zaira Cavalcanti, Zaira Cavalcante, ou Zaíra Cavalcante

Atividades: Atriz e cantora

Áreas: Cinema, rádio e teatro

Nascimento: 01/10/1913, Santa Maria/RS

Óbito: 11/09/1981, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Nota: Estava aposentada. Quando faleceu, morava no "Retiro dos Artistas", Rio de Janeiro/RJ.

Carreira: 1927-1975

Alguns trabalhos:

1935 - A Bailarina do Casino (Teatro)
1935 - Eva Querida (Teatro)
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1941 - No Lesco-Lesco (Teatro)
1942 - Tripas à Moda do Porto (Teatro)
1969 - Uma Pistola para Djeca (Cinema) - Eufrásia

Grande Otelo



Nome real: Sebastião Bernardes de Souza Prata

Créditos: Grande Otelo, Grande Othelo, ou Prata

Atividades: Ator, radiator, cantor, compositor e produtor

Áreas: Cinema, rádio, teatro e TV

Nascimento: 18/10/1915, Uberlândia/MG

Óbito: 26/11/1993, Paris - França

Causa óbito: Infarto fulminante

Relacionamentos: Viúvo da doméstica Lúcia Maria Pinheiro Prata 'Gilda' (1947-1949). Namorou com a atriz Petite Simone (1949-1950); e com Nilza Alves (1951-1952), uma filha: Jaciara. Teve um caso com a atriz Yolanda Braga (1965). Foi casado com Olga Vasconcelos de Souza (1954-1974), quatro filhos: Carlos Sebastião, Mário Luiz, o ator José Prata 'Pratinha', e Osvaldo Aranha; e com a atriz Joséphine Hélene (1974-1987), um filho (adotivo): Orson.

Nota: Destacou-se como humorista. Filho de Francisco Bernardes Prata e de Maria Abbadia de Souza. Foi batizado Sebastião Bernardo da Costa. Em 1930, após ser adotado por uma família, alterou o seu nome no registro da sua certidão de nascimento. Em 1949, enquanto Otelo dormia, sua primeira mulher, Lúcia Maria, assassinou com um tiro o próprio filho de seis anos, Elmar 'Chuvisco', enteado de Otelo, suicidando-se em seguida, também com um tiro. Seus filhos Jaciara e Osvaldo Aranha são falecidos. Ex- alcoólatra. Sofreu um infarto em 1977. Faleceu durante um festival de cinema, em Paris.

Carreira: 1926-1993

Alguns trabalhos:

1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro)
1935 - Eva Querida (Teatro)
1935 - Foi Ella (Teatro)
1938 - Algemas Quebradas (Teatro)
1938 - O Perfume de Minha Mulher (Teatro)
1939 - Gandaia (Teatro)
1939 - Mestiça (Teatro)
1945 - Rádio Globo: Programa Rádio Festa (Rádio)
1947 - Um Milhão de Mulheres (Teatro)
1950 - Boa Noite, Rio! (Teatro)
1951 - Muié Macho, Sim Sinhô! (Teatro)
1952 - Burlesque (Teatro)
1952 - O Bêbado no Paraíso (Teatro)
1953 - Como É Diferente o Amor em Portugal (Teatro)
1953/1954 - Esta Vida É Um Carnaval (Teatro)
1954 - Quo Vadis, Carnaval? (Teatro)
1954/1955 - Este Rio Moleque (Teatro)
1955 - Grande Show-Revista TV Rio: A Nossa Estrela (Televisão)
1956 - Banzo-Aiê (Teatro)
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)
1958 - Que Pedaço de Mau Caminho... (Teatro)
1959/1960 - Te Futuco, Num Futuca (Teatro)
1960 - Alegoria Carioca (Teatro)
1961 - Gabriela, Cravo e Canela (Televisão) - Tuísca
1961 - Vive Les Femmes (Teatro)
1962 - Zelão Boca Rica (Teatro) - Zelão
1963 - As Intocáveis (Teatro) - Elliot Ness
1963/1964 - Colé, o Show (Televisão)
1963/1964 - My Fair Show (Televisão)
1963/1964 - Viva o Vovô Deville (Televisão)
1963/1965 - Times Square (Televisão)
1963/1965 - A Cidade Se Diverte (Televisão)
1964 - A Grande Revista (Televisão)
1964 - Hospital Tan-Tan (Televisão)
1964 - Kid Otelo no Rancho da Fartura (Televisão)
1966 - Frenesi (Teatro) - Menestrel
1966/1967 - Riso Sinal Aberto (Televisão)
1968 - A Viúva Alegre (Teatro)
1968 - Enfim Sós... Com o Outro (Cinema)
1969 - Macunaíma (Cinema) - Macunaíma Negro
1972/1973 - O Homem de La Mancha (Teatro)
1973 - De Vento em Popa (Teatro)
1976 - Caso Especial: O Quem Era Shirley Temple? (Televisão)
1982 - O Banquete (Teatro)
1983 - Espetáculo Ionesco: A Cantora Careca (Teatro)
1985 - Hão de Passar Cem Anos Até Que Se Esqueçam de Mim (Teatro)
1986 - Cara Loucura (Teatro)

Olga Louro



Nome real: Olga Louro*

(*) Nome artístico

Créditos: Olga Louro

Atividades: Atriz

Áreas: Teatro

Nascimento: 191?, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 19??, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Foi casada, dois filhos.

Nota: Afastou-se da mídia. Filha da atriz Estefânia Louro. Irmã da atriz Margot Louro.

Carreira: 1926-1935

Alguns trabalhos:

1926 - Cala Boca, Etelvina (Tearo)
1930 - Amor e Medo (Teatro)
1931 - A Malandrinha (Teatro)
1931 - A Moreninha de Paquetá (Teatro) - Rosinha
1931 - Amigos do Peito (Teatro) - Fernandes
1931 - D. Yayá É Bahiana (Teatro)
1931 - Desarvorada do Amor (Teatro)
1931 - Não Me Conte Esse Pedaço (Teatro)
1931 - O Macaco Azul (Teatro) - Carmen
1931 - O Mimoso Colibri (Teatro)
1931 - O Tio de Corumbá (Teatro) - Gasparina
1931 - Oh! Meu Irmão, Salva-me! (Teatro)
1931 - Por Dentro e por Fora (Teatro)
1931 - Priminho do Coração (Teatro)
1931 - Que Pirata! (Teatro)
1931 - Sua Majestade, o Amor (Teatro) - Flora / Ilda
1931 - Um Baile de Estrondo (Teatro) - Augusta
1935 - Foi Ella (Teatro)
1935 - Tempo Quente (Teatro)

Matinhos



Nome real: Estevam Corrêa de Mattos

Créditos: Matinhos, Mattinhos, Matos, Mattos, Estevam Mattos, Estevao Mattos, ou Estevão Mattos

Atividades: Ator, radioator, radialista, locutor e apresentador

Áreas: Rádio, teatro e cinema

Nascimento: 19/11/189?, São Paulo/SP

Óbito: 197?, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Nota: Estava aposentado. Destacou-se como humorista.

Carreira: 1921-1972

Alguns trabalhos:

1934 - Porteira Véia (Teatro) - Fidêncio
1935 - Viva Nóis (Teatro)
1936 - Alma de Violão (Teatro)
1939/1940 - Tem Marmelada (Teatro)
1940 - E o Bento... Levou (Teatro)
1940 - Os Fidalgos da Casa Marisca (Teatro)
1940 - Quinta Coluna (Teatro)
1941 - De Que Elas Gostam (Teatro)
1941 - Filhas de Eva (Teatro)
1941 - O Teu Dia Chegará... (Teatro)
1942 - Alerta, Brasil (Teatro)
1942 - Às Armas (Teatro)
1943 - Pão de Ló (Teatro)
1947 - Rádio Tupi: Programa do Comerciário (Rádio)
1947 - Show no Teatrinho Íntimo Copacabana (Teatro)
1950 - Um Beijo Roubado / Noites de Copacabana (Cinema)
1951/1952 - Rádio Mayrink Veiga: Programa Cadeira de Barbeiro (Rádio) - Engraxate
1957 - Rádio Mayrink Veiga: Programa Levertimentos (Rádio)
1960 - Briga, Mulher e Samba (Cinema) - Simão
1964/1969 - Rádio Mauá do Rio de Janeiro: Programa A Turma da Maré Mansa (Rádio)
1970/1972 - Café Sem Concerto (Televisão)

Ratinho (I)



Nome real: Severino Rangel de Carvalho

Créditos: Ratinho (I), ou Severino Rangel

Atividades: Ator, compositor, cantor, letrista, musicista e produtor

Áreas: Rádio, teatro, cinema, TV e música

Nascimento: 13/04/1896, Itabaiana/PB

Óbito: 08/09/1972, Duque de Caxias/RJ

Causa óbito: Diabetes

Nota: Estava aposentado. Conhecido pela dupla musical sertaneja "Jararaca e Ratinho (I)" (1918-1972). Sofria de diabetes.

Carreira: 1915-1970

Alguns trabalhos:

1930 - Histórias da Carochinha (Teatro)
1935 - Viva Nóis (Teatro)
1938 - Grito de Carnaval (Teatro) - Ratinho
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - Boa Vizinhança (Teatro)
1941 - Chuva de Estrelas (Teatro)
1941 - Silêncio, Rio! (Teatro)
1944 - Folias de 1944 no Grill da Vitória (Teatro)
1944 - Esta Terra É Nossa (Teatro)
1944 - Noite Panamericana (Teatro)
1945 - De Pernas por Ar (Teatro)
1945 - Plano Massot (Teatro)
1945 - Que Rei Sou Eu? (Teatro)
1946 - No Trampolim da Vida (Cinema) - Ratinho
1947 - Show no Teatrinho Íntimo Copacabana (Teatro) - Ratinho
1960/1961 - Porque Eu Me Ufano de Bananal (Teatro) - Ratinho

Jararaca



Nome real: José Luís Rodrigues Calazans

Créditos: Jararaca, ou J. Calazans

Atividades: Ator, compositor, cantor, letrista, musicista e produtor

Áreas: Rádio, teatro, cinema e TV

Nascimento: 29/09/1896, Maceió/AL

Óbito: 11/10/1977, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Complicações cardiovasculares

Relacionamentos: Foi casado com atriz Wanda Calazans (19??-1950).

Nota: Aposentado. Destacou-se como humorista. Conhecido pela dupla musical sertaneja "Jararaca e Ratinho (I)" (1918-1972). Estava internado para fazer uma operação no olho direito, tendo complicações cardiovasculares.

Carreira: 1912-1977

Alguns trabalhos:

1930 - Histórias da Carochinha (Teatro)
1934 - Porteira Véia (Teatro) - Abelardo
1935 - Viva Nóis (Teatro)
1936 - Sambista da Cinelândia (Teatro) - Jararaca
1937 - Caipiradas (Teatro) - Jararaca
1937 - Contos da Carochinha (Teatro) - Jararaca
1937 - Rádio Nacional: Programa Variedades (Rádio) - Jararaca
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - Boa Vizinhança (Teatro)
1941 - Chuva de Estrelas (Teatro)
1941 - Silêncio, Rio! (Teatro)
1944 - Folias de 1944 no Grill da Vitória (Teatro)
1944 - Esta Terra É Nossa (Teatro)
1944 - Noite Panamericana (Teatro)
1945 - De Pernas por Ar (Teatro)
1945 - Plano Massot (Teatro)
1945 - Que Rei Sou Eu? (Teatro)
1946 - No Trampolim da Vida (Cinema) - Jararaca
1947 - Show no Teatrinho Íntimo Copacabana (Teatro) - Jararaca
1960/1961 - Porque Eu Me Ufano de Bananal (Teatro) - Jararaca
1973/1977 - Chico City (Televisão) - Sucuri

Lygia Sarmento



Nome real: Lygia Sarmento Tamborim

Créditos: Lygia Sarmento, Ligya Sarmento, Lígya Sarmento, Lígia Sarmento, ou Ligia Sarmento

Atividades: Atriz, radioatriz, radialista, escritora, autora, apresentadora, locutora e cantora

Áreas: Teatro, cinema e rádio

Nascimento: 12/10/1912, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 31/08/2005, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural (senilidade)

Relacionamentos: Namorou com Eckhard Schoch (1936-1938). Era viúva de Eckhard Schoch (1938-19??), quatro filhos: Dorothéa Lygia, Sylvia Lygia, Roberto Ricardo e Liane Lygia.

Nota: Afastou-se da mídia. Também atuou como artista plástica. Filha de Luiz Lamenha Tamborim e Adelaide Sarmento Tamborim. Eleita "Rainha das Artistas" de 1936. Teve uma homenagem póstuma, no bairo de Campo Grande, Rio de Janeiro/RJ, onde uma rua leva seu nome. Nome de casada: Lygia Sarmento Tamborim Schoch.

Carreira: 1926-1965

Alguns trabalhos:

1928 - Monumental Espectaculo (Teatro)
1929 - Espectaculos Roulien (Teatro)
1931 - Berenice (Teatro)
1934 - A Casa do Gonçalo (Teatro)
1934 - Ri... de Palhaço (Teatro)
1935 - Cabecinha de Vento (Teatro)
1937 - Anna Christie (Teatro) - Anna Christie
1937 - Assim... Não É Pecado (Teatro) - Nini
1937 - O Gosto da Vida (Teatro)
1937 - O Hóspede do Quarto Nº 2 (Teatro)
1937 - Uma Loura Oxigenada (Teatro)
1938 - O Home Que Nasceu Duas Vezes (Teatro)
1938 - Tererê Não Resolve (Cinema) - Lygia
1940 - Caxias (Teatro)
1946 - Rádio Nacional: Show A Canção de Maria (Rádio)
1951 - Rádio Nacional: Radionovela A Última Ilusão (Rádio) - Julieta
1952/1957 - Rádio Nacional: Série Presídio de Mulheres (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Série Radar, Filho do Sombra (Rádio)
1954 - Rádio Nacional: Radionovela Tudo por um Amor (Rádio)
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Mariângela, a Que Não Via a Luz do Sol (Rádio) - Estela
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)
1957 - Mulheres / Poeira de Estrelas 1957 (Teatro)
1961 - Rádio Nacional: Programa Vozes Que Encantam (Rádio) - Narradora

Theo Becker



Nome real: Théo Becker Oliveira

Créditos: Theo Becker, ou Théo Becker

Atividades: Ator, modelo, apresentador e cantor

Áreas: Teatro, cinema e TV

Nascimento: 24/11/1976, Pelotas/RS

Relacionamentos: Namorou com Aline Brito (2002-2005); com Andressa 'Oliveira' Suita (2005-2009); e com a modelo Bruna Cunha (2013-2014). Casado com a médica Raphaela Lamim (desde 2014), um filho: Thor.

Nota: Na ativa.

Site: https://www.facebook.com/profile.php?id=1482647944

Carreira: Desde 2001

Alguns trabalhos:

2001/2002 - Planeta Xuxa (Televisão) - Fortão Loirinho
2004/2005 - A Escrava Isaura (Televisão) - Álvaro Mendonça

Renato Vianna (II)



Nome real: Renato Vianna*

(*) Nome artístico

Créditos: Renato Vianna (II), ou Renato Viana (II)

Atividades: Ator e modelo

Áreas: Teatro e TV

Nascimento: 197?, Rio de Janeiro/RJ

Nota: Afastou-se da mídia.

Carreira: 2001-2006

Alguns trabalhos:

2001/2002 - Planeta Xuxa (Televisão) - Fortão Moreno
2005/2006 - Floribella (Televisão) - Nick

Renato Vianna (I)



Nome real: Renato Gonçalves Viana

Créditos: Renato Vianna (I), ou Renato Viana (I)

Atividades: Autor, ator, diretor, produtor, dramaturgo e professor de interpretação

Áreas: Teatro

Nascimento: 31/03/1894, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 23/05/1953, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com Elita Cordeiro Viana (1913-1953), dois filhos: o ator Ruy Vianna, e a atriz Maria Caetana.

Nota: Sua esposa Elita nasceu em 08/09/189?. Sua filha, a atriz Maria Caetana, faleceu em 1974, de câncer.

Carreira: 1918-1953

Alguns trabalhos:

1922 - A Última Encarnação de Fausto (Teatro) - Mefistófeles
1935 - Divino Perfume (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1941 - Divino Perfume (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1943 - Deus (Teatro) - Autoria
1944 - Sexo (Teatro) - Autoria

Olga Navarro



Nome real: Maria Olga Narduzzo

Créditos: Olga Navarro

Atividades: Atriz, radioatriz, cantora, produtora e dançarina

Áreas: Cinema, rádio, TV e teatro

Nascimento: 13/07/1905, Veneza/Vêneto - Itália

Óbito: 25/01/1993, São Paulo/SP

Causa óbito: Natural (senilidade)

Relacionamentos: Foi casada com o revolucionário militar Coronel João Cabanas (1923-1924); e com Negrão de Lima (1925-193?).

Nota: Aposentada. Chegou ao Brasil em 1917. Voltou a Itália em 1939, retornando ao Brasil em 1946.

Carreira: 1923-1977

Alguns trabalhos:

1927 - Viva a Paz (Teatro)
1935 - Divino Perfume (Teatro)
1935 - O Grande Banqueiro (Teatro)
1946 - Vestido de Noiva (Teatro) - Mme. Clessy
1948 - Juiz de Paz na Roça (Teatro)

César Ladeira



Nome real: César Rocha Brito Ladeira

Créditos: César Ladeira, Cesar Ladeira, Cézar Ladeira, ou Cezar Ladeira

Atividades: Apresentador, entrevistador, jornalista, redator, autor, escritor, diretor, radialista, ator, radioator e produtor

Áreas: Teatro, Rádio, TV e cinema

Nascimento: 11/12/1910, Campinas/SP

Óbito: 08/09/1969, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: AVC

Relacionamentos: Era casado com a atriz Renata Fronzi (1949-1969), dois filhos: o roteirista César Ladeira Filho, e o músico Renato Ladeira

Nota: Destacou-se como empresário e produtor teatral, fundando a "Cia. César Ladeira / Renata Fronzi".

Site: http://cesarladeira.com.br/

Carreira: 1931-1970

Alguns trabalhos:

1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1949 - A Borracha É Nossa! (Teatro)
1949 - Brotinhos e Tubarões (Teatro) - Atuação e Produção
1949 - Olha a Boa! (Teatro) - Atuação e Produção
1949 - Passo de Girafa (Teatro)
1950 - Café Concerto (Teatro) - Atuação e Produção
1951 - Café Concerto Nº 2 (Teatro) - Atuação e Produção
1952/1953 - Adorei Milhões (Teatro) - Autoria
1952/1967 - Rádio Nacional: Programa Seu Criado, Obrigado (Rádio) - Apresentador
1953 - Loura ou Morena (Teatro) - Autoria e Produção
1953 - Qu’est Ce Que Tu Penses? (Teatro) - Autoria
1953 - Rádio Nacional: Programa O Cartaz em Pessoa (Rádio) - Apresentador e Entrevistador
1953 - Vai Dá Valsa (Teatro) - Autoria e Produção
1954 - Brasil Três Mil (Teatro) - Atuação, Autoria e Produção
1955 - Assim de Mulher! (Teatro) - Atuação, Autoria e Produção
1955 - Com Força Total! (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - Piu Piu pra Você (Teatro) - Atuação e Produção
1955/1956 - Abril em Portugal (Teatro) - Atuação e Produção (Portugal)
1956 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘Amor de Perdição’ (Rádio) - Juiz
1956 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘Assim É... Se Lhe Parece’ (Rádio) - Agazzi
1957 - Caboclo Aponta o Sucesso (Televisão) - Produção
1958 - Rádio Nacional: Radioteatro A Vida de Nosso Senhor Jesus Cristo (Rádio) - Narrador
1960 - Quem É Esse Cara? (Teatro) - Autoria
1961 - É na Base do Galo (Teatro) - Autoria
1961 - Entre Louras e Morenas (Teatro) - Autoria
1970 - Salário Mínimo (Cinema) - Prado Seixas (lançamento póstumo)

Aracy Côrtes



Nome real: Zilda de Carvalho Espíndola

Créditos: Aracy Côrtes, Aracy Cortes, Araci Cortes, ou Araci Côrtes

Atividades: Cantora, musicista, radioatriz, atriz, autora e produtora

Áreas: Teatro, TV, rádio e cinema

Nascimento: 31/03/1904, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 08/01/1985, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural

Nota: Também atuou com empresária teatral na "Companhia Aracy Cortes". Eleita "Rainha das Artistas" de 1939. Vivia no "Retiro dos Artistas", desde 1962.

Carreira: 1921-1984

Alguns trabalhos:

1929 - Às Urnas! (Teatro)
1929 - Comigo É na Madeira (Teatro)
1931 - Para Inglês Ver (Teatro) - Atuação, Direção, Autoria e Produção
1932 - Angu de Caroço (Teatro)
1932 - Banana Real (Teatro)
1932 - Canja de Peru (Teatro)
1933 - Traz a Nota (Teatro)
1934 - Há uma Forte Corrente (Teatro)
1934 - Voto Secreto (Teatro)
1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro)
1935 - Foi Ella (Teatro)
1936 - É Batatal! (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1939/1940 - Tem Marmelada (Teatro)
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1941 - No Lesco-Lesco (Teatro)
1942 - Às Armas (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Alerta, Brasil! (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Sinal de Alarme (Teatro)
1946 - Show no Cassino Atlântico (Teatro) - Cantora
1949 - Banana Nanica (Teatro)
1952/1953 - O Bode Tá Solto (Teatro)
1953 - Casa da Viúva Costa (Teatro)
1953 - Com a Mão na Massa (Cinema)
1953 - Lá Vem a Cobra Grande (Teatro)
1957 - Quem Pode... Pode! (Teatro)
1960/1961 - Porque Eu Me Ufano de Bananal (Teatro)

Norma Geraldy



Nome real: Ione Sartini

Créditos: Norma Geraldy, ou Norma Geraldi

Atividades: Atriz, radioatriz e cantora

Áreas: Cinema, rádio, teatro e TV

Nascimento: 21/12/1907, Uberaba/MG

Óbito: 02/12/2003, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Falência múltipla dos órgãos (senilidade)

Relacionamentos: Foi casada com o bancário Urquiza de Carvalho (1924-1931), um filho: Israel; e com o ator Procópio Ferreira (1936-1946).

Nota: Nasceu dia 21/12, mas foi registrada dia 30/12. Estava doente desde o dia 07/09/2003, quando foi internada por complicações de uma cirurgia do fêmur e teve pneumonia e, consequentemente, arritmia cardíaca, desidratação.

Carreira: 1932-2003

Alguns trabalhos:

1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Uma das meninas
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1936/1937 - Anastácio (Teatro) - Paula
1937 - A Dança dos Milhões (Teatro) - Heloísa
1950 - Tira o Dedo do Pudim (Teatro)
1952 - Rádio Nacional: Radionovela Entre o Céu e a Terra (Rádio) - Odete
1953 - Rádio Nacional: Série Radar, Filho do Sombra (Rádio)
1956 - A Força do Perdão (Teatro)
1958 - A Força do Perdão (Teatro)
1960 - A Força do Perdão (Teatro)
1961 - A Força do Perdão (Teatro)
1963 - Os Sábios Se Divertem (Teatro)
1981/1982 - Jogo da Vida (Televisão) - Filomena Madureira 'Dona Mena'
1986 - A Casa de Bernarda Alba (Teatro)

Mesquitinha



Nome real: Olímpio Bastos

Créditos: Mesquitinha, Olimpio Bastos, Olímpio Bastos, ou Olympio Bastos

Atividades: Ator, radioator, locutor, apresentador, diretor, produtor e roteirista

Áreas: Cinema, rádio e teatro

Nascimento: 19/04/1902, Lisboa - Portugal

Óbito: 10/06/1956, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Infarto

Relacionamentos: Era casado com a atriz Olga Bastos (194?-1956), duas filhas: Ondina e Olinda.

Nota: Destacou-se como humorista. Filho de Rui Pinto Bastos e de Julia Mendes Bastos. Chegou no Brasil em 1907. Também atuou como empresário teatral na "Companhia de Revistas e Operetas Margarida Max e Mesquitinha" (1931-1940); na "Companhia de Comédias Mesquitinha"(1941-1946), e na "Cia. Erus Volusia/Mesquitinha".

Site: http://bonavides75.blogspot.com.br/2011/07/mesquitinha-um-astro-nacional.html

Carreira: 1922-1952

Alguns trabalhos:

1925 - Amendoim Torrado (Teatro)
1925 - Comidas, Meu Santo! (Teatro)
1925 - Gigolette (Teatro)
1925 - Me Leva, Meu Bem (Teatro)
1925/1926 - Amor Sem Dinheiro (Teatro)
1926 - A Mascote (Teatro)
1926 - As Encantadoras (Teatro)
1926 - Dentro do Brinquedo (Teatro) - Juca Pato
1926 -  Sol Nascente (Teatro)
1927 - Braço de Cera (Teatro)
1927 - É da Pontinha (Teatro)
1927 - Florzinha (Teatro)
1927 - Para Todos (Teatro)
1927 - Viva a Paz (Teatro)
1930 - A Grande Festa (Teatro)
1930 - O Irresistível Roberto (Teatro)
1931 - É do Balacobaco! (Teatro)
1931 - Mar de Rosas (Teatro)
1931 - Nada de Novo na Frente (Teatro)
1931/1932 - Brasil do Amor (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Ai, Teresa (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Cachorro Quente (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Pau Brasil (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Com a Letra A (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Laranja da China (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Dá-se um Jeitinho (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Malandragem (Teatro) - Atuação e Produção
1932 - Diz Isso Cantando (Teatro) - Atuação e Produção
1933 - Malandragem (Teatro)
1933 - Segura Esta Mulher! (Teatro)
1934 - A Casa do Gonçalo (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro)
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1935 - Cabecinha de Vento (Teatro)
1936 - Trampolim do Diabo (Teatro) - Atuação e Produção
1937/1938 - Rádio Nacional: Programa Teatro em Casa (Rádio)
1939 - Era uma Vez um Vagabundo (Teatro)
1939 - Milionário... Sem Vintém (Teatro)
1939 - Mulher... à Força! (Teatro)
1940 - A Curva da Glória (Teatro)
1941 - Ciumenta (Teatro) - Alceu, além da Produção
1941 - Hotel da Felicidade (Teatro) - Horácio, além da Produção
1941 - Tudo pela Moral (Teatro) - Bermudes, além da Produção
1942 - Alerta, Brasil! (Teatro)
1944 - Folias de 1944 no Grill da Vitória (Teatro)
1945 - Plano Massot (Teatro)
1945 - Rádio Tupi (Rádio) - Apresentador, além da Atuação
1946 - O Garçon do Casamento (Teatro) - Atuação e Produção
1948 - O Biriba (Teatro)
1951 - Balança Mas Não Cai (Teatro) - Atuação e Produção
1951 - O Pudim de Ouro (Teatro) - Atuação e Produção
1952 - Simão, o Caolho (Cinema) - Simão
1953 - É Fogo na Jaca (Teatro)
1954 - As Urnas Vão Rolar (Teatro)
1954 - É Sopa no Mel (Teatro)

Ferreira Maya



Nome real: Antonio Ferreira Maia

Créditos: Ferreira Maya, Ferreira de Maya, Ferreira de Maia, ou Ferreira Maia

Atividades: Ator

Áreas: Cinema e teatro

Nascimento: 1894, Jaguarão/RS

Óbito: 1968, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural (senilidade)

Nota: Destacou-se no teatro. Também atuou como sindicalista. Foi Presidente da "Casa dos Artistas" (1940-1941).

Carreira: 1906-1968 (92 obras)

1906 - O Noivo e a Égua (Teatro) - Mulher
1906 - Os Dois Sargentos (Teatro) - Laura
1924 - Amor de Perdição (Teatro) - Simão Botelho
1926 - A Luva Branca / O Guarda da Alfandega (Teatro) - La Boule
1926 - A Noiva do Leão (Teatro) - Leão
1926 - As Pílulas de Hércules (Teatro) - Dr. Lavirette
1926 - Casa de Suzana (Teatro) - Wagner Chopin de Araújo
1926 - Comidas à Francesa (Teatro)
1926 - O Arame da Sogra (Teatro) - Doutor Salomão
1926 - O Manda-Chuva de Lampião (Teatro) - Cabo de Polícia
1926 - Só por Música... (Teatro)
1927 - A Lagartixa (Teatro) - Varlin
1927 - Comidas, Meu Santo! (Teatro) - Coronel / Ligeireza
1927 - Dondoca (Teatro)
1928 - O Homem da Madrugada (Teatro)
1929 - Espectaculos Roulien (Teatro)
1929 - Espetáculos Regionais no Theatro Carlos Gomes (Teatro)
1930 - Arca de Noé (Teatro)
1930 - Boas-Festas! (Teatro)
1930 - Comidas... À Portuguesa (Teatro)
1930 - Jura, Meu Bem! (Teatro)
1930 - O Irresistível Roberto (Teatro)
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1935 - Cabocla Bonita (Cinema) - Terêncio
1935 - O Amor Envelheceu (Teatro)
1936 - Cidade Mulher (Cinema)
1937 - Anna Christie (Teatro) - Velho
1937 - Assim... Não É Pecado (Teatro)
1937 - O Gosto da Vida (Teatro)
1937 - O Hóspede do Quarto Nº 2 (Teatro) - Leocádio
1937 - Uma Loura Oxigenada (Teatro)
1938 - O Home Que Nasceu Duas Vezes (Teatro) - Dede
1938 - Tinoco (Teatro) - Tio
1939 - A Flor da Família (Teatro)
1939 - Fora da Vida (Teatro)
1940 - Minas de Prata (Teatro)
1940 - Suicídio por Amor (Teatro)
1941 - 24 Horas de Sonho (Cinema)
1941 - Alguns Abaixo de Zero (Teatro)
1941 - Coração (Teatro)
1941 - Garçon (Teatro)
1941 - O Dia É Nosso (Cinema)
1941 - Prometo Ser Infiel (Teatro)
1941/1942 - O Patinho de Ouro (Teatro)
1942 - A Doença Branca (Teatro)
1943 - Escola de Maridos (Teatro)
1944 - Acontece Que Eu Sou Baiano (Teatro)
1944 - As Filhas de Candinha (Teatro)
1944 - Meu Marido É Meu Irmão (Teatro)
1944 - O Leque (Teatro)
1944 - O Maluco da Avenida (Teatro)
1944 - Segredo de Família (Teatro)
1944 - Vila Rica (Teatro)
1945 - A Ditadora (Teatro)
1945 - Judas em Sábado de Aleluia (Teatro)
1945 - Não Adianta Chorar (Cinema)
1945 - O Juiz de Paz da Roça (Teatro)
1945 - O Neto de Deus (Teatro)
1945/1946 - Deus Lhe Pague (Teatro) - Barata
1946 - O 13º Mandamento (Teatro)
1946 - O Bobo do Rei (Teatro) - Paulo
1946 - Venha a Nós... (Teatro)
1949 - Bar do Crepúsculo (Teatro) - Ministro da Justiça
1949 - O Balão Que Caiu no Mar (Teatro) - Manoel Bandeira / Cachalote
1953 - A Falecida (Teatro)
1953 - A Raposa e as Uvas (Teatro)
1953 - Canção Dentro do Pão (Teatro)
1954 - As Casadas Solteiras (Teatro)
1954 - Cidade Assassinada (Teatro) - Carcereiro
1954 - Lampião (Teatro)
1954 - Os Milagres de São Judas Tadeu (Tearo) - Pai
1954 - Senhora dos Afogados (Teatro) - Sabiá
1955 - A Lanterna Apagou (Teatro)
1955 - Hoje Tem... Benguelê... (Teatro)
1955 - Isto Me Faz um Bem! (Teatro)
1955 - O Mambembe (Teatro)
1956 - Carlota Joaquina (Teatro)
1956 - O Homem dos Requerimentos (Teatro)
1957 - Papai É Vivaldino (Teatro)
1957 - Rio, Zona Norte (Cinema)
1958 - Toda Nua (Teatro)
1959/1960 - As Três Irmãs (Teatro) - Ferrapont
1961 - A Jóia (Teatro)
1961 - Boca de Ouro (Teatro) - Secretário do Jornal
1962 - O Pagador de Promessas (Teatro) - Monsenhor
1963 - As Aventuras de Ripió Lacraia (Teatro)
1963 - O Círculo de Giz (Teatro) - Velho camponês
1963 - Os Mendigos (Cinema)
1964 - A Noite do Iguana (Teatro) - Poeta Jonathan Coffin
1964 - A Ópera dos Três Vinténs (Teatro)
1965 - Toda Nudez Será Castigada (Teatro) - Padre
1968 - Massacre no Supermercado (Cinema)

Hortência Santos



Nome real: Hortência dos Santos

Créditos: Hortência Santos, Hortênsia Santos, Hortensia Santos, Hortencia Santos, Hortência dos Santos, Hortencia dos Santos, Hortênsia dos Santos, ou Hortensia dos Santos

Atividades: Atriz

Áreas: Cinema e teatro

Nascimento: 21/10/1899,  Portugal

Óbito: 23/01/1955, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Viúva do ator Restier Junior (1919-1954), três filhos: Waldemar, Fernando, e o ator Renato Restier (adotivo).

Nota: Seu filho adotivo, Renato, era filho natural do ator Procópio Ferreira, sendo reconhecido por este anos depois. Nome de casada: Hortencia Santos Restier

Carreira: 1924-1953

Alguns trabalhos:

1924 - À Hora do Beijo (Teatro)
1924 - Aventuras de um Rapaz Feio (Teatro)
1924 - Cocktail (Teatro)
1924 - Coitadinhas das Mulheres! (Teatro)
1924 - Como Te Quero! Como Te Adoro! (Teatro)
1924 - Dick (Teatro)
1924 - Eu Arranjo Tudo (Teatro)
1924 - Meu Bebé (Teatro)
1924 - Meu Maridinho (Teatro)
1924 - Minha Prima Está Louca (Teatro)
1924 - O Fiscal dos Wagons Leitos (Teatro)
1924 - O Homem de Cimento Armando (Teatro)
1924 - O Homem Que Morreu (Teatro)
1924 - O Papa-Léguas (Teatro)
1924 - O Papão (Teatro)
1924 - O Parente Político (Teatro)
1924 - O Rato Azul (Teatro)
1924 - O Sobrinho do Homem (Teatro)
1924 - O Sr. Director (Teatro)
1924 - O Sub-Prefeito de Chateau Brizard (Teatro)
1924 - O Talento de Minha Mulher (Teatro)
1924 - O Tio Solteiro (Teatro) - Lucia
1924 - Rabo de Saia (Teatro)
1924 - Surpresas do Divórcio (Teatro)
1924 - Tiro Pela Culatra (Teatro)
1925 - Cala a Boca, Etelvina! (Teatro) - Zulmira
1925 - O Canário (Teatro) - Paula
1926 - O Home das Cinco Horas (Teatro) - Angela Bertin
1927 - Mulheres Nervosas (Teatro) - Sidonia
1927 - O Tio Solteiro (Teatro) - Lucia
1928 - Monumental Espectaculo (Teatro)
1929 - A Casa  de Seu Martins (Teatro) - Maria
1929 - O Chefe Político (Teatro) - Christina
1930 - Cheguei na Hora! (Teatro) - Eva
1930 - Diabo em Figura de Gente (Teatro) - Cotinha
1930 - Os Genros do Canuto (Teatro) - Helena
1930 - Os Homens Não Valem Nada (Teatro) - Laura
1930 - Uma Cura de Repouso (Teatro) - Amélia
1934 - A Casa do Gonçalo (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro)
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1934 - Ri... de Palhaço (Teatro)
1935 - A Mulher Número 2 (Teatro)
1935 - Cabecinha de Vento (Teatro)
1935 - O Dinheiro do Leão (Teatro)
1935 - Ressurreição de Eva! (Teatro)
1935 - Villa Mariana (Teatro) - Cecy
1936 - A Princesa e o Professor (Teatro) - Princesa Beatriz
1936 - Adeus, Nobreza! (Teatro) - Marquesa
1936 - Paulo e Virgínia (Teatro)
1936/1937 - Anastácio (Teatro) - Marianna
1940 - Suicídio por Amor (Teatro)
1945 - A Mulher Sem Alma (Teatro)
1945 - Bonde da Light (Teatro)
1951 - A Inimiga dos Homens (Teatro)
1953 - Beija-me e Verás (Teatro)
1954 - Macaco Olha Teu Rabo (Teatro)

Restier Junior



Nome real: José de Castro Maigre Restier Junior

Créditos: Restier Junior, Restier Jr, ou Restier Júnior

Atividades: Ator, radioator, diretor, autor, jornalista, escritor, novelista e produtor

Áreas: Cinema, rádio e teatro

Nascimento: 189?, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 15/04/1954, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Edema pulmonar

Relacionamentos: Era casado com a atriz Hortência Santos (1919-1954), três filhos: Waldemar, Fernando, e o ator Renato Restier (adotivo).

Nome: Filho de José de Castro Maigre Restier e de Hermínia de Almeida Restier. Seu filho adotivo, Renato, era filho natural do ator Procópio Ferreira, sendo reconhecido por este anos depois. Estava internado no "Hospital Gerson Paula Lima", no Rio de Janeiro/RJ.

Site: http://memoria.bn.br/DocReader/348970_05/23649

Carreira: 1914-1954

Alguns trabalhos:

1919 - Show da Companhia Espanhola de Operetas (Teatro)
1924 - À Hora do Beijo (Teatro)
1924 - Aventuras de um Rapaz Feio (Teatro)
1924 - Cocktail (Teatro)
1924 - Coitadinhas das Mulheres! (Teatro)
1924 - Como Te Quero! Como Te Adoro! (Teatro)
1924 - Dick (Teatro)
1924 - Eu Arranjo Tudo (Teatro)
1924 - Meu Bebé (Teatro)
1924 - Meu Maridinho (Teatro)
1924 - Minha Prima Está Louca (Teatro)
1924 - O Fiscal dos Wagons Leitos (Teatro)
1924 - O Homem de Cimento Armando (Teatro)
1924 - O Homem Que Morreu (Teatro)
1924 - O Papa-Léguas (Teatro)
1924 - O Papão (Teatro)
1924 - O Parente Político (Teatro)
1924 - O Rato Azul (Teatro)
1924 - O Sobrinho do Homem (Teatro)
1924 - O Sr. Director (Teatro)
1924 - O Sub-Prefeito de Chateau Brizard (Teatro)
1924 - O Talento de Minha Mulher (Teatro)
1924 - O Tio Solteiro (Teatro) - Heitor
1924 - Rabo de Saia (Teatro)
1924 - Surpresas do Divórcio (Teatro)
1924 - Tiro Pela Culatra (Teatro)
1925 - Cala a Boca Etelvina! (Teatro) - Adelino
1925 - O Canário (Teatro) - Gerardo
1926 - O Home das Cinco Horas (Teatro) - Saviniano La Chambolle
1927 - Mulheres Nervosas (Teatro) - Routgibaud
1927 - O Maluco da Avenida (Teatro)
1927 - O Tio Solteiro (Teatro) - Heitor
1928 - Monumental Espectaculo (Teatro)
1929 - A Casa  de Seu Martins (Teatro) - César
1929 - O Chefe Político (Teatro) - Alfredo
1930 - Cheguei na Hora! (Teatro) - Feliz
1930 - Diabo em Figura de Gente (Teatro) - Álvaro
1930 - Os Genros do Canuto (Teatro) - Justino Almeida
1930 - Os Homens Não Valem Nada (Teatro) - Luciano
1930 - Uma Cura de Repouso (Teatro) - Paulo / Curió
1931 - O Sol e a Lua (Teatro)
1932 - Segredo (Teatro)
1934 - A Casa do Gonçalo (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Dono da Casa
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1934 - Ri... de Palhaço (Teatro)
1935 - Cabecinha de Vento (Teatro)
1936 - A Princesa e o Professor (Teatro) - Príncipe Jacyntho
1936 - Adeus, Nobreza! (Teatro) - Francisco
1936 - Um Sogro do Barulho (Teatro) - Chavarot
1936/1937 - Anastácio (Teatro) - Custódio
1937 - A Dança dos Milhões (Teatro) - Presidente
1941 - A Garota (Teatro) - Vergnand
1941 - O Genro de Muitas Sogras (Teatro) - Guilherme de Lima
1945 - Rádio Tupi: Programa Cadeira do Barbeiro (Rádio)
1951 - Rádio Nacional: Radionovela A Última Ilusão (Rádio) - Magalhães
1951 - Rádio Nacional: Radionovela Covardia (Rádio) - Conde de Telheiras
1951 - Rádio Nacional: Radionovela Um Homem Que Não É Deste Mundo (Rádio) - Autoria
1953 - Rádio Nacional: Programa Hoje Tem Espetáculo! (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Programa No Meu Tempo de Rapaz (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Programa Obrigado, Doutor! (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Programa Um Milhão de Melodias (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Um Programa Bayer (Rádio)
1953 - Rádio Nacional: Radionovela A Última Esperança (Rádio) - Direção
1953 - Rádio Nacional: Radioteatro Ele Te Dominará (Rádio) - Rui
1954 - Rádio Nacional: Radionovela O Mestre do Silêncio (Rádio)
1954 - Rádio Nacional: Radionovela A Encruzilhada (Rádio) - Conde
1954 - Rádio Nacional: Radionovela O Mestre do Silêncio (Rádio)

Armando Rosas



Nome real: Armando Rosas*

(*) Nome artístico

Créditos: Armando Rosas

Atividades: Ator, novelista, autor, diretor e produtor

Áreas: Teatro, cinema e TV

Nascimento: 189?

Óbito: 19?

Causa óbito: Desconhecida

Nota: Afastou-se da mídia.

Carreira: 1914-1970 (140 obras)

1914 - A Mulher do Outro (Teatro)
1914 - A Rival (Teatro)
1914 - Alsacia Lorena (Teatro)
1914 - Amor de Perdição (Teatro)
1914 - Malva-Rosa (Teatro)
1914 - Zaza (Teatro)
1915 - Punhado de Rosas (Teatro)
1917 - A Ceia dos Cardeais (Teatro)
1917 - A Duquesa das Folies Bergères (Teatro)
1917 - A Menina do Chocolate (Teatro)
1917 - Champignol à Força (Teatro)
1917 - Delicioso Casamento (Teatro)
1917 - Flores de Sombra (Teatro)
1917 - Mulheres Nervosas (Teatro)
1917 - Nelly Rosier (Teatro)
1917 - Nossa Terra (Teatro)
1917 - O Café do Felisberto (Teatro)
1917 - O Comissário de Polícia (Teatro)
1917 - Sol de Sertão (Teatro)
1918 - A Bisbilhoteira (Teatro)
1918 - A Rainha dos Apaches (Teatro)
1918 - Adeus, Mocidade! (Teatro)
1918 - Amor de Perdição (Cinema)
1918 - Amor E... Ovos (Teatro)
1918 - Automóvel de Luxo (Teatro)
1918 - Coisas do Divórcio (Teatro)
1918 - Eu Arranjo Tudo (Teatro)
1918 - No Tempo Antigo (Teatro)
1918 - O Beijo nas Trevas (Teatro)
1918 - O Coração Manda (Teatro)
1918 - O Cordão (Teatro)
1918 - O Doutor... Sem Sorte (Teatro)
1918 - O Elegante Doutorzinho (Teatro)
1918 - O Homem das Mangas (Teatro)
1918 - O Ilustre Desconhecido (Teatro)
1918 - O Jovem Presentino (Teatro)
1918 - Por Amor de Magdala (Teatro)
1919 - A Famiília Fantástica (Teatro)
1919 - A Viuvinha do Cinema (Teatro)
1919 - Chauffeur por Amor (Teatro)
1919 - Ensinai a Ler (Teatro)
1919 - Longe dos Olhos (Teatro)
1919 - Nas Águas... (Teatro)
1919 - O Marido da Minha Noiva (Teatro)
1919 - O Pisa Flores (Teatro)
1919 - Os Amores do Sr. Juiz (Teatro)
1919 - Os Maridos da Viúva (Teatro)
1919 - Os Sonhos de Theodoro (Teatro)
1919 - Último Bravo (Teatro)
1919 - Um Filho da América (Teatro)
1919 - Uma Viagem À Turquia (Teatro)
1920 - A Senhorita Gasolina (Teatro)
1920 - Loulou (Teatro)
1920 - Luciano, o Encantador (Teatro)
1920 - O Outro Amor (Teatro)
1920 - O Simpático Jeremias (Teatro)
1920 - Soldadinho de Chumbo (Teatro)
1920 - Viagem ao Redor das Mulheres (Teatro)
1921 - A Sociedade Onde a Gente Se Aborrece (Teatro)
1921 - Mimosa (Teatro)
1921 - Onde Canta a Sabiá (Teatro)
1923 - As Vinhas do Senhor (Teatro)
1923 - O Rei dos Grandes Hotéis (Teatro)
1923 - Quebranto (Teatro)
1923 - Sinal de Alarme (Teatro)
1924 - Gigolô (Teatro)
1924 - O Café de Felisberto (Teatro)
1924 - O Eterno Don Juan (Teatro)
1924 - O Sapo e a Estrela (Teatro)
1924 - Sangue Azul (Teatro)
1924 - Sinal de Alarme (Teatro)
1924 - Um Ano em 15 Minutos (Teatro)
1925 - O Admirável Crichton (Teatro)
1925 - O Dançarino de Madame (Teatro)
1925 - O Príncipe dos Gatunos (Teatro)
1925 - O Violão e a Jazz-Band (Teatro)
1925 - Sangue Azul (Teatro)
1930 - O Coração Não Envelhece (Teatro) - Raul
1931 - A Vida É Assim (Teatro)
1931 - O Divino Perfume (Teatro)
1931 - Papoulas Rubras (Teatro)
1931 - Pierrot (Teatro)
1931 - Quem Ri Afinal? (Teatro)
1933 - A Dama das Camélias (Teatro)
1933 - Amor de Perdição (Teatro) - Simão Botelho
1933 - As Duas Órfãs (Teatro)
1933 - Ferro em Braza (Teatro)
1933 - O Crime da Quinta Avenida (Teatro)
1933 - O Grande Industrial / O Mestre de Forjas (Teatro)
1934 - A Casa do Gonçalo (Teatro)
1934 - A Língua das Mulheres (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Galã
934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1934 - Onde Estás, Felicidade? (Teatro)
1935 - A Mulher Número 2 (Teatro)
1935 - Casado Sem Saber (Teatro)
1935 - O Dinheiro do Leão (Teatro) - Albino
1935 - Ressurreição de Eva! (Teatro)
1935 - Villa Mariana (Teatro) - Magalhães
1936 - Bazar de Brinquedos (Teatro)
1936 - Mas Que Mulher! (Teatro)
1936 - Supplicio de Tantalo (Teatro)
1937 - A Doutora Magda (Teatro) - Dr. Roberto
1939 - Conflito (Teatro)
1940 - O Trophéo (Teatro)
1942 - Do Mundo Nada Se Leva (Teatro) - Boris Kolenkhow
1943 - Maria Fumaça (Teatro)
1947 - A Carta (Teatro)
1947 - Mocinha (Teatro)
1948 - Anfitrião 38 (Teatro) - Sósia
1948 - Mãe (Cinema)
1949 - Castro Alves / Vendaval Maravilhoso (Cinema) - Dr. Lopes
1950 - As Árvores Morrem de Pé (Teatro)
1951 - O Complexo de Meu Marido (Teatro)
1952 - O Freguês da Madrugada (Teatro)
1953 - A Milionária (Teatro)
1953 - Grande Teatro Tupi: A Costela de Adão (Televisão)
1953 - Viver É Fácil (Teatro)
1954 - Grande Teatro Tupi: O Freguês da Madrugada (Televisão)
1955 - Fronteira (Teatro)
1955 - Grande Teatro Tupi: Cândida (Televisão)
1955 - Sabrina (Teatro) - Fairchild
1956 - Anastasia (Teatro)
1956 - Lotária (Teatro)
1956 - O Diamante (Cinema)
1956 - Teleteatro GM da Tupi: Não Se Sabe Como (Televisão)
1956 - Vê Se Me Esqueces... (Teatro) - Dupont-Levy
1957 - Grande Teatro Tupi: Vê Se Me Esqueces (Televisão)
1959 - Eu Sou o Tal (Cinema)
1960 - A Lógica de Mister Ego (Teatro)
1960 - O Prodígio do Mundo Ocidental (Teatro)
1960/1964 - A Turma dos Sete (Televisão) - Produção
1961 - A Baronesa (Teatro)
1962 - Bom Mesmo É Carnaval (Cinema)
1962 - Quero Morrer no Carnaval (Cinema)
1963 - Os Vencidos (Cinema)
1965 - A Dama do Maxim's (Teatro) - Emílio
1965 - Turbilhão (Televisão) - Autoria e Direção
1965 - Viagem Aos Seios de Duília (Cinema)
1967 - O Cavalo Desmaiado (Teatro)
1967 - O Menino e o Vento (Cinema)
1968 - Como Matar um Playboy (Cinema)
1970 - Os Herdeiros (Cinema) - Fazendeiro

Darcy Cazarré



Nome real: Darcy Lopes Cazarré

Créditos: Darcy Cazarré, Darci Cazarré, Darci Cazarre, Darcy Cazarre, Cazarre ou Cazarré

Atividades: Ator, radioator, radialista, diretor e produtor

Áreas: Teatro, rádio, TV e cinema

Nascimento: 1899, Pelotas/RS

Óbito: 31/01/1953, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com a atriz Déa Selva (1934-1953), três filhos: o ator Older Cazarré, o ator Olney Cazarré, e o artista plástico e publicitário Luiz Olmer Cazarré.

Nota: Afastou-se da mídia. Também atuou como empresário teatral, fundando a sua própria companhia em meados dos anos 30.

Carreira: 1915-1952

Alguns trabalhos:

1926 - A Máscara e o Rosto (Teatro) - Pedro
1926 - A Menina do Arame (Teatro) - Janiche
1926 - Chuva de Paes (Teatro) - Fritz Gerlack
1926 - Minha Sogra É Camarada (Teatro) - John
1926 - O Home das Cinco Horas (Teatro) - Victor
1927 - O Tio Solteiro (Teatro) - Dr. Pinheiro
1929 - A Casa  de Seu Martins (Teatro) - Ejberto
1929 - O Chefe Político (Teatro) - Moura
1930 - Cheguei na Hora! (Teatro) - Antonio Descançado
1930 - Diabo em Figura de Gente (Teatro) - Fernandinho
1930 - Minha Mulher em Duplicata (Teatro) - Paulo Pistola
1930 - Nossa Vida É Uma Fita (Teatro) - Moço do Brasil
1930 - Os Genros do Canuto (Teatro) - Luiz
1930 - Os Homens Não Valem Nada (Teatro) - Victor
1930 - Paga a Conta, Januário (Teatro) - Januário Vianna
1930 - Uma Cura de Repouso (Teatro) - Fernando
1931 - O Bobo do Rei (Teatro) - Alberto
1931 - O Bombonzinho (Teatro) - Mingote
1931 - O Duplo Maurício (Teatro) - Vavá Simões
1931 - O Interventor (Teatro) - Láo
1931 - O Marido de Minha Noiva (Teatro) - Chrispim
1931 - O Tio Solteiro (Teatro) - Heitor
1931 - Que Santo Homem! (Teatro)
1931 - Quem Manda Aqui, Sou Eu! (Teatro) - Lívio
1931 - Um Beijo na Face (Teatro) - Gastão
1931 - Uma Cura de Repouso (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Velho boêmio
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1936 - Bonequinha de Seda (Cinema) - Pechincha
1936 - O Jovem Tataravô (Cinema) - Eduardo
1938 - Deus (Teatro)
1939 - A Flor da Família (Teatro)
1941 - Chuva de Estrelas (Teatro)
1950 - Tournée da Companhia Brasileira de Comédia (Teatro) - (Portugal)
1951 - Rádio Nacional: Radionovela Um Homem Que Não É Deste Mundo (Rádio)
1952 - Rádio Nacional: Radionovela História de Um Prisioneiro (Rádio) - Dr. Miranda

Cássio Scapin



Nome real: Cássio Luiz de Souza Scapin

Créditos: Cássio Scapin, ou Cassio Scapin

Atividades: Ator, mímico, diretor e produtor

Áreas: Teatro, cinema e TV

Nascimento: 11/12/1964, São Paulo/SP

Nota: Na ativa. Formado em Arte Dramática.

Site: https://www.facebook.com/cassio.scapin

Carreira: Desde 1987

Alguns trabalhos:

1986 - O Acordo (Teatro) - Direção
1987 - Diana (Teatro)
1987 - O Acordo (Teatro) - Direção
1987 - Relimbranzza (Teatro) - Direção
1992 - Tamara (Teatro)
1994/1997 - Castelo Rá-Tim-Bum (Televisão) - Antonino 'Nino' Stradivarius Victorius III
2019 - O Camareiro (Teatro)

Tarcísio Meira



Nome real: Tarcísio Magalhães Sobrinho

Créditos: Tarcísio Meira, ou Tarcisio Meira

Atividades: Ator, produtor e diretor

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 05/10/1935, São Paulo/SP

Relacionamentos: Casado com a atriz Glória Menezes (desde 1961), um filho: o ator Tracísio Filho.

Nota: Na ativa. Formado em Teatro.

Site: https://www.facebook.com/tarcisio.meira.79

Carreira: Desde 1957

Alguns trabalhos:

1963 - Eu e Você (Televisão)
1964 - Amor a 8 Mãos (Teatro) - Teófilo
1968/1969 - Linhas Cruzadas (Teatro)
1969 - Rosa Rebelde (Televisão)
1970/1971 - Irmãos Coragem (Televisão) - João Coragem
1975 - Vagas Para Moças de Fino Trato (Teatro) - Produção
2019 - O Camareiro (Teatro)

Tamara Taxman



Nome real: Tamara de Braga Taxman

Créditos: Tamara Taxman, ou Tâmara Taxman

Atividades: Atriz, apresentadora e escritora

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 24/02/1947, Woodstock, Illinois - EUA

Relacionamentos: Foi casada com Edmundo de Macedo Soares e Silva Filho (1964-1968), um filho:  o ator e autor Henrique Taxman. Namorou com o ator Nuno Leal Maia (1970-1975).

Nota: Na ativa. Formada em Teatro.

Site: https://www.facebook.com/tamara.debragataxman

Carreira: Desde 1970

Alguns trabalhos:

1972 - Caso Especial: A Dama das Camélias (Televisão)
1980 - Água Viva (Televisão) - Selma

Thelma Reston



Nome real: Thelma Salim Reston

Créditos: Thelma Reston, Telma Reston, Thelma Salim Reston ou Telma Salim Reston

Atividades: Atriz

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 06/07/1939, Piracanjuba/GO

Óbito: 20/12/2012, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Câncer

Relacionamentos: Foi casada, dois filhos: Renato e Luciano.

Nota: Diagnosticada com câncer em 2009. Estava internada no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro/RJ.

Carreira: 1959-2012

Alguns trabalhos:

1959 - Tia Mame (Teatro)
1961 - Espectros (Teatro) - Regina Engstrand
1965 - O Chão dos Penitentes (Teatro)
1967 - O Inspetor Geral (Teatro) - Mulher / Madame
1972/1973 - O Peru (Teatro)
1975/1976 - A Mandrágora (Teatro)
1978 - Ciranda Cirandinha: O Momento da Decisão (Televisão)
1981/1982 - Terras do Sem-Fim (Televisão) - Auricídea
1990 - O Protagonista (Teatro)

Elza Gomes



Nome real: Luísa dos Santos Gomes

Créditos: Elza Gomes, ou Elsa Gomes

Atividades: Atriz, radioatriz e radialista

Áreas: Cinema, rádio, teatro e TV

Nascimento: 19/10/1908, Lisboa - Portugal

Óbito: 17/05/1984, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Câncer no pâncreas

Relacionamentos: Viúva do Sr. Barros (1933-1937), uma filha: Maria da Glória. Era casada com o ator André Villon (1938-1984).

Nota: Estava aposentada. Filha de atores portugueses. Chegou ao Brasil em 1916, estabelecendo-se no Rio de Janeiro/RJ. Algumas fontes dizem que nasceu em 1910, mas em relato a própria atriz disse que sua mãe já vinha ao Brasil em 1909 enquanto ficava com seus avós em Portugal. Sua filha Maria da Glória Barros se casou com o ator Arthur Costa Filho. Atuou no Brasil e em Portugal.

Carreira: 1922-1983

Alguns trabalhos:

1930 - Carta Anonyma (Teatro)
1930 - Minha Mulher em Duplicata (Teatro) - Adelia
1930 - Nossa Vida É Uma Fita (Teatro) - Ruth
1930 - O Amor D'Aqui a 50 Annos (Teatro)
1930 - Paga a Conta, Januário (Teatro) - Christina Amaral
1930 - Prompto Socorro (Teatro)
1930 - Que Noite, Meu Deus! (Teatro)
1931 - O Bobo do Rei (Teatro) - Elisa
1931 - O Bombonzinho (Teatro)
1931 - O Interventor (Teatro) - Alda
1931 - O Maluco da Avenida (Teatro)
1931 - O Marido de Minha Noiva (Teatro) - Hyppolita
1931 - O Rei do Petróleo (Teatro)
1931 - O Tio Solteiro (Teatro) - Luiza
1931 - Um Beijo na Face (Teatro)
1931 - Uma Cura de Repouso (Teatro)
1935 - Casado Sem Saber (Teatro)
1935 - O Dinheiro do Leão (Teatro) - Rosinha
1935 - Ressurreição de Eva! (Teatro)
1935 - Villa Mariana (Teatro) - Eva
1943 - Maria Fumaça (Teatro)
1945 - Joaninha Buscapé (Teatro)
1949 - Apartamento Sem Luvas (Teatro)
1949 - Cândida (Teatro)
1949 - Os Gregos Eram Assim... (Teatro)
1950 - A Felicidade Vem Depois... (Teatro)
1950 - Ai, Tereza (Teatro)
1952 - Rádio Nacional: Radionovela O Príncipe e a Endiabrada (Rádio) - Diretora
1953 - Rádio Nacional: Radionovela À Sombra do Destino (Rádio) - Celina
1953 - Rádio Nacional: Série Radar, Filho do Sombra (Rádio)
1954 - Rádio Nacional: Radionovela O Padre Leonel (Rádio) - Nhá Justa
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Herança de Ódio (Rádio) - Albertina
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Pertinho do Céu (Rádio) - Tia Dorotéa
1956 - Electra no Circo (Teatro)
1956 - Rádio Nacional: Radionovela A Noiva das Trevas (Rádio) - Joana
1956 - Rádio Nacional: Radionovela Adeus para Sempre (Rádio) - Madrinha Rosário
1956 - Rádio Nacional: Radionovela Pecado e Redenção (Rádio) - Clarice
1956 - Rádio Nacional: Série O Drama de Cada Um ‘Nas Sombras do Passado’ (Rádio) - Madame Roland
1957 - Rádio Nacional: Radionovela A Canção do Fugitivo (Rádio) - Conceição
1957 - Rádio Nacional: Série O Drama de Cada Um ‘Venceremos Amanhã’ (Rádio)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Freguês da Madrugada (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Rainha do Ferro Velho (Televisão)
1961 - Divorciados (Teatro) - (Portugal)
1964 - A Guerra Mais ou Menos Santa (Teatro) - Filó
1964 - Caiu Primeiro de Abril (Teatro)
1965 - A Guerra Mais ou Menos Santa (Teatro) - Filó
1966 - A Noiva do Passado (Televisão)
1967/1971 - Estúdio de Dublagem TV Cinesom ‘Tupi’ (Televisão) - Dubladora
1970 - A Dama do Camarote (Teatro)
1973 - Caso Especial: Feitiço (Televisão)
1982/1983 - Final Feliz (Televisão) - Dona Sinhá