Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

Rita Cleós



Nome real: Rita Schadrack

Créditos: Rita Cleós, Rita Cleos, Rita Cleoci, ou Rita Cléos

Atividades: Atriz e dubladora

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 29/09/1931, Blumenau/SC

Óbito: 25/04/1988, Curitiba/PR

Causa óbito: Infarto fulminante

Relacionamentos: Namorou com um industrial paranaense (1965-1966). Foi casada com o ator Guilherme Corrêa (1966-1971).

Nota: Afastou-se da mídia. Trabalhou como auxiliar de enfermagem e tradutora. Também atuava como tradutora. Em 1964, ao retornar de um reveillon, em janeiro de 1965, sofreu um acidente de carro, na Serra de Caraguatatuba, que a deixou com cicatrizes no rosto, na vista esquerda e um caco de vidro preso nos lábios por quase um ano, resolvido por uma cirurgia um anos depois. Conhecida como a dubladora da voz de Samantha Stephens, na série americana "A Feiticeira". Vivia sozinha em seu apartamento e seu corpo foi encontrado dias após o seu falecimento, vítima de infarto. Nome de casada: Rita Schadrack Corrêa.

Carreira: 1953-1982

Alguns trabalhos:

1953 - Esquina da Ilusão (Cinema)
1959 - Nu com Violino (Teatro)
1960 - A Raposa e as Uvas (Teatro)
1962 - Prelúdio, a Vida de Chopin (Televisão) - Maria Wodzinska
1963 - Ah... Legria Kolynos TV Tupi (Televisão)
1964 - Humor 4 TV Tupi: Um Mais Um Igual a Três (Televisão)
1964 - TV de Vanguarda Tupi: De Repente, no Último Verão (Televisão) - Catherine Holly
1965 - O Cara Suja (Televisão) - Yara 'Biondina'
1966 - TV de Vanguarda Tupi: Antígone (Televisão) - Isméne
1975 - Constantina (Teatro)

Nenhum comentário: