Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Older Cazarré



Nome real: Older Berard Cazarré

Créditos: Older Cazarré, Cazarré, Cazarre, Older Cazarre, Cazarré Filho, ou  Cazarre Filho

Atividades: Ator, autor e dublador

Áreas: Teatro, cinema e TV

Nascimento: 16/01/1935, Pelotas/RS

Óbito: 26/02/1992, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Homicídio (tiro de bala perdida)

Relacionamentos: Foi casado com a argentina Carmen Elba Maldonado (196?-1970), um filho: o ator Cazarré Filho. Era casado com a produtora teatral Lucila Braga (?-1992).

Nota: Destacou-se como humorista e como astro infantil. Filho dos atores Darcy Cazarré e Déa Selva. Irmão do ator Olney Cazarré. Tio-avô do ator Juliano Cazarré. Faleceu vítima de uma bala perdida, quando dormia em seu apartamento no Rio de Janeiro/RJ.

Carreira: 1937-1992

Alguns trabalhos:

1953 - Papai É o Maior (Teatro)
1956 - Agora a Coisa Vai (Teatro)
1956 - Copacabana S.A. / Papai É o Maior (Teatro)
1957 - Rock and Roll no Carnaval (Teatro)
1958 - Sétimo Céu (Televisão)
1958 - TV de Comédia Tupi: Chica Boa (Televisão)
1958 - TV de Comédia Tupi: Veneno de Cobra (Televisão)
1961 - Quando Fala o Coração TV Tupi (Televisão)
1962/1976 - Estúdio de Dublagem AIC SP (Cinema/Televisão) - Dublador
1964 - Praça Onze TV Rio (Televisão)
1966 - A Noiva do Passado (Televisão)
1966 - Onde Canta o Sabiá (Teatro)
1970/1971 - Esses Homens Traidores e Seus Galhos Maravilhosos (Teatro)
1971/1978 - Marido, Matriz e Filial (Teatro) - Atuação e Direção
1973 - A Super Fêmea (Cinema) - Médico
1975 - Agência Lig-Pag TV Tupi (Televisão)
1976 - Teatro 2 TV Cultura: Solness, o Construtor (Televisão)
1976/1977 - Deu a Louca no Show TV Tupi (Televisão)
1977/1995 - Os Trapalhões TV Globo (Televisão)
1979 - Feijão Maravilha TV Globo (Televisão) - Neném Minhoca
1979 - Sítio do Picapau Amarelo TV Globo: O Rapto do Rabicó (Televisão) - Jamorreu
1982 - Os Paspalhões e Pinóquio 2000 (Cinema)
1990 - Desejo TV Globo (Televisão)
1990 - Teletema TV Globo: Whisky, Gelo e Cianureto (1990)
1990 - Delegacia de Mulheres TV Globo (Televisão)
1992 - Das Duas, Uma 'ensaio' (Teatro) - Autoria (estreia póstuma)

Um comentário:

Anônimo disse...

Nunca realmente vai se saber o que aconteceu naquela madrugada de 26 de fevereiro de 1992....bala perdida?...isso não foi o que realmente aconteceu....mas morto não fala.....da mesma maneira com o que a notícia surgiu....ela desapareceu tão rápido e tudo foi esquecido....só ficou a memória de um Pai maravilhoso.....um grande amigo querido por todos da classe artística....um dia saberemos a verdade!!....