Pesquisar este blog

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Adolfo Celi



Nome real: Adolfo Celi

Créditos: Adolfo Celi, ou Adolpho Celi

Atividades: Ator, diretor, roteirista e produtor

Áreas: Teatro e cinema

Nascimento: 27/07/1922, Messina/Sicília - Itália

Óbito: 19/02/1986, Roma/Lácio - Itália

Causa óbito: Infarto

Relacionamentos: Namorou com a atriz Cacilda Becker (1949-1951). Foi casado com a atriz Tônia Carrero (1952-1961); e com a atriz Marília Branco (1962-1964). Era casado com a atriz italiana Veronica Lazar (1966-1986), dois filhos: o diretor Leonardo Celi, e a atriz Alessandra Celi.

Nota: Formado em Teatro. Atuou no Brasil e na Itália. Em 1949, veio ao Brasil pela primeira vez. Também atuou como empresário teatral. Voltou para a Itália em 1964, onde vive até falecer.

Carreira: 1946-1985

Alguns trabalhos:

1952 - Tico-Tico no Fubá (Cinema) - Direção
1953/1954 - Assim É, Se Lhe Parece (Teatro) - Direção e Produção
1954 - Antígona (Teatro) - Direção e Produção
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1955 - Profundo Mar Azul (Teatro) - Direção e Produção
1955 - Santa Marta Fabril S. A. (Teatro) - Direção e Produção
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro) - Direção
1956 - Teleteatro: Eu Me Chamo Maria (Televisão) - Direção
1961/1962 - Castelo na Suécia (Teatro) - Direção e Produção
1962 - Calúnia (Teatro) - Direção e Produção
1963 - Marafa (Cinema) - Direção e Produção
1963/1964 - Boeing, Boeing (Teatro) - Robert, além da Direção e Produção
1963/1964 - Mary Mary (Teatro) - Direção
1978 - O Golpe Mais Louco do Mundo / Professor Kranz Tedesco di Germania - (Itália/Brasil) - Carcamano

Nenhum comentário: