Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de março de 2020

Dias Gomes



Nome real: Alfredo de Freitas Dias Gomes

Créditos: Dias Gomes, Alfredo Dias Gomes ou Stela Calderon

Atividades: Autor, diretor, dramaturgo, novelista, roteirista e escritor

Áreas: Teatro, rádio, cinema e TV

Nascimento: 19/10/1922, Salvador/BA

Óbito: 18/05/1999, São Paulo/SP

Causa óbito: Acidente automobilístico

Relacionamentos: Viúvo da autora Janete Clair (1949-1983), quatro filhos: Guilherme, Marcos Plínio, Alfredo, e a musicista Denise Emmer. Era casado com Maria Bernadete Lyzio (1984-1999), duas filhas: a escritora Mayra Dias Gomes e Luana.

Nota: Seu filho Marcos Plínio é falecido. Faleceu em um acidente automobilístico, no qual era passageiro de um  táxi, em São Paulo/SP.

Carreira: 1937-1999

Alguns trabalhos:

1955 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus “Casa de Bonecas” (Rádio) - Adaptação
1955 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus “Sinfonia Pastoral” (Rádio) - Adaptação
1955 - Rádio Nacional: Radionovela Canção de Leonora (Rádio) - Adaptação
1956 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘Amor de Perdição’ (Rádio) - Adaptação
1956 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro De Milus ‘Stella Dallas’ (Rádio) - Adaptação
1956 - Rádio Nacional: Radionovela Condenados (Rádio) - Autoria
1956 - Rádio Nacional: Radionovela Um Dia na Vida (Rádio) - Autoria
1957 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro "A Intrusa" (Rádio) - Adaptação
1957 - Rádio Nacional: Programa Grande Teatro "O Terceiro Homem" (Rádio) - Adaptação
1957 - Rádio Nacional: Radionovela Até Morrer de Amor (Rádio) - Autoria
1958 - Grande Teatro Orniex TV Rio: Nunca Me Deixarás (Televisão) - Adaptação
1962 - Câmera Um TV Tupi: Brasil 62 (Televisão)
1970 - Odorico, o Bem Amado (Teatro) - Autoria
1973 - O Bem-Amado (Televisão) - Autoria

Nenhum comentário: