Pesquisar este blog

domingo, 12 de julho de 2020

Celeste Aída



Nome real: Jurema Rosa Santana

Créditos: Celeste Aída, ou Celeste Aida

Atividades: Atriz, cantora, radioatriz, radialista, dançarina, diretora e produtora

Áreas: Teatro, rádio, cinema e TV

Nascimento: 01/09/1915, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 11/06/1984, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Complicações em decorrência da diabetes

Relacionamentos: Namorou com o ator Colé Santana (1941-1943). Foi casada com o ator Colé Santana (1943-1952). Namorou com Antônio Calazans (1964).

Nota: Afastou-se da mídia. Ex-vedete do "Teatro de Revista". Também atuou como empresária teatral na "Companhia de Revistas Celeste Aída" (1954-1955) e na "Companhia Mario Bastos-Celeste Aída" (1961). Junto com Colá Santana eram conhecidos como "A Dupla Atômica do Rádio". Viveu no "Retiro dos Artistas", desde 1979. Sofria de diabetes, tendo que amputar ambas as pernas em decorrência de gangrena. Nome de casada: Jurema Rosa Santana.

Site: http://teatrobr.blogspot.com.br/2012/03/celeste-aida.html

Carreira: 1938-1981 (101 obras)

1938 - Algemas Quebradas (Teatro)
1938 - O Perfume de Minha Mulher (Teatro) - Cantora
1938/1939 - Rádio Mayrink Veiga: Programa Picolino (Rádio) - Cantora
1939 - Camisa Amarella (Teatro)
1940 - A Volta dos Caboclos (Teatro)
1940 - E o Circo Chegou (Cinema) - Loló
1940 - Embrujo (Cinema) - Zezé (Argentina)
1940 - Isto, Só Bebendo (Teatro)
1940 - Maria Fumaça (Teatro)
1941 - Grito de Carnaval (Teatro)
1941 - O Que É Nosso (Teatro)
1941 - O Teu Dia Chegará... (Teatro)
1941 - Show do Colonial (Teatro)
1942 - Alerta, Brasil! (Teatro)
1942 - Às Armas (Teatro)
1942 - Hoje Tem Marmelada! (Teatro)
1942 - Sinal de Alarme (Teatro)
1943 - Camisa Amarela (Teatro)
1943 - Rádio Cultura: Programação de Campos dos Goytacazes (Rádio)
1943 - Teatro de Variedades: Campos dos Goytacazes (Teatro)
1943/1948 - Rádio Tupi: Cacique do Ar (Rádio)
1944 - Noite Panamericana (Teatro)
1944 - Tudo É Brasil (Teatro)
1945 - 1º Big Show Coisas do Arco da Velha (Teatro)
1945 - Batuque no Beco (Teatro)
1945 - De Pernas pro Ar (Teatro) - Vedete
1945 - Filhinha do Coração (Teatro)
1945 - Que Rei Sou Eu? (Teatro)
1945 - Triunfo É Espadas (Teatro)
1946 - Fogo no Pandeiro (Teatro)
1946 - Jogo Franco (Teatro)
1946 - Segura Esta Mulher (Cinema) - Cantora
1946/1947 - Teatro de Variedades: X Festa da Mocidade do Recife (Teatro)
1947 - O Rei do Samba (Teatro)
1947 - Um Milão de Mulheres (Teatro)
1948 - Beijos, Abraços e Amor (Teatro)
1948 - Poeira de Estrelas (Cinema) - Julieta
1948/1949 - Rádio Tupi: Rádio Sequencia G3 (Rádio)
1949 - Banana Nanica (Teatro)
1949 - Brotinhos e Tubarões (Teatro)
1949 - Estou Aí? (Cinema)
1949 - Flor de Manacá (Teatro)
1949 - Olha a Boa! (Teatro)
1949/1950 - Rádio Globo: Programa Manuel Barcelos (Rádio)
1949/1950 - Rádio Globo: Rapsódia Carioca (Rádio)
1950 - Bonde do Catete (Teatro)
1950 - Café Concerto (Teatro)
1950 - Coroa do Rei (Teatro)
1950 - Mão Boba (Teatro)
1950 - Mulheres de Fogo (Teatro)
1950 - Na Copa do Mundo (Teatro)
1950 - Rabo de Peixe (Teatro)
1950 - Tira o Dedo do Pudim (Teatro)
1950 - Todos por Um (Cinema) - Judith
1951 - Boca de Siri (Teatro)
1951 - Café Concerto Nº 2 (Teatro)
1951 - Colé na TV (Televisão)
1951 - Figurinha Difícil (Teatro)
1951 - Tô Aí Nessa Caixinha (Teatro)
1951/1952 - Pente de Careca É a Mão (Teatro) - Atuação e Produção
1951/1952 - Rádio Tamoio: Vesperal das Moças (Rádio)
1952 - Há Sinceridade Nisso? (Teatro)
1952 - O Bêbado no Paraíso (Teatro)
1952 - Sossega, Ademar! (Teatro)
1952/1953 - O Bode Tá Solto (Teatro)
1953 - Os Sete Pecados da Mulher (Teatro)
1953 - Pausa para Medir a Ação (Teatro)
1954 - Eu Quero É Me Rebolar (Teatro)
1954 - O Melhor É Beber (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - A Alegria do Pirú (Teatro)
1955 - Carnaval de Fogo (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - Coquetel de Estrelas (Teatro) - Atuação e Produção
1955 - Espetáculos Tonelux TV Tupi (Televisão)
1956 - Samba na Vila (Cinema)
1956/1957 - Rádio Nacional: Programas diversos (Rádio) - Cantora
1957 - Com Jeito Vai (Cinema)
1957 - O Negócio É Mulher (Teatro)
1957 - Tem Boi na Linha (Cinema)
1958 - Devagar e Sempre... (Teatro) - Atuação e Autoria
1958 - É a Maior (Cinema) - Diretora do fã-clube
1958 - Hoje o Galo Sou Eu (Cinema) - Juventina
1958 - Tem Água no Biquini (Teatro)
1961/1962 - Disfarça e Entre (Teatro) - Atuação e Produção
1962 - Vai Mexendo Que Eu Tempero!... (Teatro)
1967 - Cangaceiros de Lampião (Cinema) - Neném
1968 - Show na Boate Le Carroussel (Teatro) - (Paraguai)
1969 - Show Teatro Barroco de Recife
1970 - Mulheres com Aquele Plá (Teatro)
1971 - Como Ganhar na Loteria sem Perder a Esportiva (Cinema) - Mimi
1971 - Tô na Tonga Dela (Teatro)
1973/1974 - João da Silva (Televisão)
1974 - Cinelândia Muito Louca (Teatro)
1974 - Fantástico Show da Vida... Fácil (Teatro)
1975 - Elas Atacam de Banda (Teatro)
1975/1976 - Katuca, Katuca, Mas Não Machuca (Teatro)
1975/1976 - Show Boate Cowboy (Teatro)
1977 - Locomotivas (Televisão) - Lúcia
1977 - O Sexomaníaco (Cinema)
1977/1978 - Sem Lenço, Sem Documento (Televisão) - Eufrásia Sodré
1978 - Esse Lixo É um Luxo (Teatro)
1981 - Nossas Vidas São um Palco Esculachado (Teatro)

4 comentários:

MARIO GORDILHO disse...

https://teatrobr.blogspot.com/2012/03/celeste-aida.html

MARIO GORDILHO disse...

https://issuu.com/crisjobim/docs/per144428_1948_00010

MARIO GORDILHO disse...

http://memoria.bn.br/pdf/144428/per144428_1966_00857.pdf

MARIO GORDILHO disse...

http://memoria.bn.br/pdf/144428/per144428_1966_00857.pdf