Pesquisar este blog

domingo, 11 de fevereiro de 2024

Darcy Cazarré



Nome real: Darcy Lopes Cazarré

Créditos: Darcy Cazarré, Darci Cazarré, Darci Cazarre, Darcy Cazarre, Cazarre ou Cazarré

Atividades: Ator, radioator, radialista, diretor e produtor

Áreas: Teatro, rádio, TV e cinema

Nascimento: 22/08/1900, Pelotas/RS

Óbito: 30/01/1953, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Desconhecida

Relacionamentos: Era casado com a atriz Déa Selva (1934/1953), três filhos: o ator Older Cazarré, o ator Olney Cazarré, e o artista plástico e publicitário Luiz Olmer Cazarré.

Nota: Afastou-se da mídia. Integrou a "Companhia de Comédias Jaime Costa" (1924-1925) e "Cia. Procópio Ferreira" (1926). Também atuou como empresário teatral na "Companhia Cazarré-Elza-Delorges" (1936-1937) e na "Companhia Déa Selva-Darcy Cazarré" (1942-1950).

Carreira: 1915-1952

Alguns trabalhos*:

1924 - As Travessuras de Bertha (Tearao)
1924 - A Flor dos Maridos (Teatro)
1924 - As Travessuras de Bertha (Tearao) - Convidado
1924 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro) - Luiz
1924 - Entrou Caixeiro e Saiu Sócio (Teatro)
1924 - Graças a Deus! (Teatro)
1924 - O Casamento de Boni (Teatro) - Álvaro
1924 - O Inimigo das Mulheres (Teatro)
1924 - O Outro Eu (Teatro)
1924 - O Truc de Balthazar (Teatro)
1924 - Os Águias (Teatro) - Felisberto
1924 - Prudêncio, o Temerário (Teatro)
1924 - Sempre Vence a Mulher (Teatro)
1924 - Um Homem Encantador (Teatro)
1925 - A Flor dos Maridos (Teatro)
1925 - As Travessuras de Bertha (Tearao) - Convidado
1925 - Casado Sem Ter Mulher (Teatro) - Luiz
1925 - Graças a Deus! (Teatro)
1925 - Inimigo das Mulheres (Teatro)
1925 - O Amor Venceu (Teatro)
1925 - O Casamento (Teatro) - Álvaro
1925 - O Dote (Teatro)
1925 - O Homem do Cinema (Teatro)
1925 - O Inimigo das Mulheres (Teatro)
1925 - O Mártir do Calvário (Teatro)
1925 - O Modesto Philomeno (Teatro)
1925 - O Outro André (Teatro)
1925 - O Truc de Balthazar (Teatro)
1925 - Os Águias (Teatro)
1925 - Os Embrulhos do Cavaco (Teatro)
1925 - Os Maridos da Viúva (Teatro)
1925 - Pois É Isso! (Teatro)
1925 - Pupila de Meu Tio (Teatro)
1925 - Prudêncio, o Temerário (Teatro)
1925 - Sempre Vence a Mulher (Teatro)
1925 - Um Homem Encantador (Teatro)
1925 - Zuzu (Teatro)
1926 - A Máscara e o Rosto (Teatro) - Pedro
1926 - A Menina do Arame (Teatro) - Janiche
1926 - Chuva de Paes (Teatro) - Fritz Gerlack
1926 - Minha Sogra É Camarada (Teatro) - John
1926 - O Home das Cinco Horas (Teatro) - Victor
1927 - O Tio Solteiro (Teatro) - Dr. Pinheiro
1929 - A Casa  de Seu Martins (Teatro) - Ejberto
1929 - Confusão das Casas (Teatro) - Nonoca
1929 - O Chefe Político (Teatro) - Moura
1930 - Cheguei na Hora! (Teatro) - Antonio Descançado
1930 - Diabo em Figura de Gente (Teatro) - Fernandinho
1930 - Minha Mulher em Duplicata (Teatro) - Paulo Pistola
1930 - Nossa Vida É Uma Fita (Teatro) - Moço do Brasil
1930 - Os Genros do Canuto (Teatro) - Luiz
1930 - Os Homens Não Valem Nada (Teatro) - Victor
1930 - Paga a Conta, Januário (Teatro) - Januário Vianna
1930 - Uma Cura de Repouso (Teatro) - Fernando
1931 - O Bobo do Rei (Teatro) - Alberto
1931 - O Bombonzinho (Teatro) - Mingote
1931 - O Duplo Maurício (Teatro) - Vavá Simões
1931 - O Interventor (Teatro) - Láo
1931 - O Marido de Minha Noiva (Teatro) - Chrispim
1931 - O Tio Solteiro (Teatro) - Heitor
1931 - Que Santo Homem! (Teatro)
1931 - Quem Manda Aqui, Sou Eu! (Teatro) - Lívio
1931 - Um Beijo na Face (Teatro) - Gastão
1931 - Uma Cura de Repouso (Teatro)
1934 - As 3 Meninas da Casa (Teatro) - Velho boêmio
1934 - Não Me Ames Assim (Teatro)
1936 - Bonequinha de Seda (Cinema) - Pechincha
1936 - A Ditadora (Teatro) - Atuação e Produção
1936 - A Mulher Que Se Vendeu (Teatro) - Atuação e Produção
1936 - De Mãos Dadas (Teatro) - Atuação e Produção
1936 - O Jovem Tataravô (Cinema) - Eduardo
1937 - Acredite Se Quiser (Teatro) - Atuação e Produção
1937 - Depois da Meia-Noite (Teatro)
1937 - E o Amor É Assim (Teatro) - Atuação e Produção
1937 - João Ninguém / O Trampolim da Vida (Cinema)
1938 - Deus (Teatro)
1939 - A Flor da Família (Teatro) - Cleóbulo
1939 - Carlota Joaquina (Teatro) - Lobato
1939 - Fora da Vida (Teatro)
1939 - Maridos de Hoje (Teatro)
1939 - O Genro de Muitas Sogras (Teatro)
1939 - Os Amigos do Barata (Teatro)
1941 - A Cigana Me Enganou (Teatro)
1941 - A Flor da Família (Teatro)
1941 - A Pensão de Dona Estela (Teatro)
1941 - Carlota Joaquina (Teatro)
1941 - Chuva de Estrelas (Teatro)
1941 - Crepúsculo (Teatro)
1941 - Maridos de Segunda Mão (Teatro) - Fagundes
1941 - Médico à Força (Teatro)
1941 - Mulher Infernal (Teatro)
1941 - Nossa Gente É Assim (Teatro)
1941 - O Chalaça (Teatro)
1941 - O Hóspede de Quarto Número 02 (Teatro)
1941 - O Morro Começa Ali (Teatro)
1941 - Sansão (Teatro)
1941 - Se a Sociedade Soubesse (Teatro)
1942 - A Família Lero-Lero (Teatro)
1942 - A Mulher do Próximo (Teatro) - Atuação e Produção
1943 - A Casa de Seu Tomaz (Teatro) - Cordeiro, além da Produção
1943 - A Pensão de D. Estela (Teatro) - Nhonhô, além da Produção
1943 - Boneco de Palha (Teatro) - Theodoro, além da Produção
1943 - Burro de Carga (Teatro) - Aurélio, além da Produção
1943 - Coitado do Libório! (Teatro) - Libório, além da Produção
1943 - Mania de Grandeza (Teatro) - Janjão, além da Produção
1944 - Das Cinco às Sete (Teatro) - Saturnino, além da Produção
1944 - Gato por Lebre (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - O Que Eles Querem (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Tal Que Entrou no Escuro (Teatro) - Atuação e Produção
1944 - Veneno de Cobra (Teatro) - Atuação e Produção
1945 - A Mulher do Seu Adolfo (Teatro) - Casemiro, além da Direção e Produção
1947 - O Grande Alexandre (Teatro)
1950 - A Mulher do Seu Adolfo (Teatro)
1950 - Especialista em Coração (Teatro) - Atuação, Direção e Produção
1950 - Tournée da Companhia Brasileira de Comédia (Teatro) - (Portugal)
1951 - Rádio Nacional: Radionovela Um Homem Que Não É Deste Mundo (Rádio)
1952 - Rádio Nacional: Programa Teatro Psicotécnico “A Dama das Camélias” (Rádio)
1952 - Rádio Nacional: Radionovela História de Um Prisioneiro (Rádio) - Dr. Miranda

(*) Pesquisa em andamento

2 comentários:

Leonardo disse...

Nasceu em 22 de agosto de 1900, em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:

http://memoria.bn.br/DocReader/084859/47723