Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Aracy Côrtes



Nome real: Zilda de Carvalho Espíndola

Créditos: Aracy Côrtes, Aracy Cortes, Araci Côrtes, Araci Cortes, Aracy Cortez, ou Araci Cortez

Atividades: Cantora, musicista, radioatriz, atriz, autora, compositora, letrista e produtora

Áreas: Teatro, TV, rádio, cinema e música

Nascimento: 31/03/1904, Rio de Janeiro/RJ

Óbito: 08/01/1985, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Natural

Nota: Também atuou com empresária teatral na "Companhia Aracy Cortes". Eleita "Rainha das Artistas" de 1939. Vivia no "Retiro dos Artistas", desde 1962. Há 10 anos vinha tentado se aposentar junto à Previdência Social, sem sucesso.

Carreira: 1921-1984

Alguns trabalhos:

1923 - Primeira Valsa (Teatro)
1929 - Às Urnas! (Teatro)
1929 - Comigo É na Madeira (Teatro)
1931 - Comigo Não, Violão! (Teatro) - Atuação e Produção
1931 - Olha o Congo (Teatro) - Atuação e Produção
1931 - Para Inglês Ver (Teatro) - Atuação, Autoria e Produção
1932 - Angu de Caroço (Teatro)
1932 - Banana Real (Teatro)
1932 - Canja de Peru (Teatro)
1933 - Traz a Nota (Teatro)
1934 - Há uma Forte Corrente (Teatro)
1934 - Voto Secreto (Teatro)
1935 - Cidade Maravilhosa (Teatro)
1935 - Foi Ella (Teatro)
1936 - É Batatal! (Teatro)
1937 - Depois da Meia-Noite (Teatro)
1937 - Mamãe Eu Quero (Teatro)
1937 - Rumo ao Catete (Teatro)
1939/1940 - Tem Marmelada (Teatro)
1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - A Cabrocha Não É Sopa (Teatro)
1941 - A Cuíca Está Roncando (Teatro)
1941 - No Lesco-Lesco (Teatro)
1941 - Pode Ser, ou Tá Difícil? (Teatro)
1942 - Às Armas (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Alerta, Brasil! (Teatro) - Atuação e Produção
1942 - Sinal de Alarme (Teatro)
1946 - Show no Cassino Atlântico (Teatro) - Cantora
1949 - Banana Nanica (Teatro)
1952/1953 - O Bode Tá Solto (Teatro)
1953 - Casa da Viúva Costa (Teatro)
1953 - Com a Mão na Massa (Cinema)
1953 - Lá Vem a Cobra Grande (Teatro)
1957 - Quem Pode... Pode! (Teatro)
1959 - Rádio Farroupilha: Programa Vesperal Farroupilha (Rádio) - Cantora
1960/1961 - Porque Eu Me Ufano de Bananal (Teatro)
1965 -  Show Rosa de Ouro ‘Musical’ (Teatro) - Cantora
1984 - Linda Flor 'Musical' (Teatro) - Ela mesma

Nenhum comentário: