Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de agosto de 2022

Silvino Neto



Nome real: Silvério Silvino Neto

Créditos: Silvino Neto, ou Silvino Netto

Atividades: Ator, cantor, compositor, autor, radioator, radialista, locutor, apresentador e produtor

Áreas: Rádio, cinema, teatro e TV

Nascimento: 21/07/1913, São Paulo/SP

Óbito: 10/06/1991, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Insuficiência respiratória aguda em decorrência de câncer no pulmão.

Relacionamentos: Foi casado com Naja Siqueira Campos (1938/1940), um filho: o ator Paulo Silvino. Namorou com a atriz portuguesa Saluquia Rentini (1949/1953); e com Fernanda Célia Larneirão Monteiro (1955/1981). Era casado com Fernanda Célia Larneirão Monteiro (1981/1991).

Nota: Estava aposentado. Filho de Ernesto Silvino e de Leonor Dutra Silvino. Destacou-se como humorista. Também atuou na política como Vereador. Avô do ator Flávio Silvino. Sofria de câncer no pulmão.

Carreira: 1931-1977

Alguns trabalhos*:

1940/1941 - Disso É Que Gosto (Teatro)
1941 - Chuva de Estrelas (Teatro)
1941 - Fogueiras de São João (Teatro)
1941/1942 - A Pensão da Pimpinela (Rádio) - Pimpinela
1943 - Festival de Francisco Alves do Teatro João Caetano (Teatro)
1946 - Fogo no Pandeiro (Teatro)
1949 - A Borracha É Nossa! (Teatro) - Autoria
1949 - Passo de Girafa (Teatro) - Autoria
1950 - Bonde do Catete (Teatro)
1950 - Tira o Dedo do Pudim (Teatro)
1955 - Não Vou no Golpe (Teatro)
1970/1973 - Faça Humor, Não Faça Guerra TV Globo (Televisão)
1973/1975 - Satiricom TV Globo (Televisão)
1976/1977 - O Planeta dos Homens TV Globo (Televisão)
1977 - Deu a Louca no Show TV Tupi (Televisão)
1977 - Domingo É Dia de Graça TV Tupi (Televisão)
1977 - Os Trapalhões TV Globo (Televisão)

(*) Pesquisa em andamento

2 comentários:

Leonardo disse...

Segunda esposa era Fernanda Célia Monteiro, namoraram de 1955 até 1981, quando se casaram.
Morreu em 10 de junho de 1991, vítima de insuficiência respiratória aguda, causada por um câncer no pulmão. Foi sepultado em SP, no Cemitério da Consolação.

Leonardo disse...

Fernanda Celia Larneirão Monteiro*