Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Mara Rúbia



Nome real: Osmarina Lameira Cintra

Créditos: Mara Rúbia, ou Mara Rubia

Atividades: Atriz, dançarina, bailarina, modelo e apresentadora

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 03/02/1918, Ilha de Marajó/PA

Óbito: 15/05/1991, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Insuficiência respiratória em decorrência do Mal de Parkinson

Relacionamentos: Foi casada com o político Benedito José de Carvalho (1935-1942), um filho: Ronaldo; e com Carlos Alberto Campos Seabra (1944-19??). Teve um caso com um médico (1939-1944), dois filhos: Oswaldo, e Therezinha Rúbia.

Nota: Aposentada. Filha de Cezarina Lameira Cintra e Alípio Colares Cintra. Ex-vedete do "Teatro de Revista". Seus filhos Oswaldo e Therezinha foram adotados por Benedito, enquanto estiveram casados. Madrinha da atriz Lia Mara. Eleita "Rainha das Artistas" de 1946 e de 1950. Sobreviveu a um infarto em 1971. Seu filho Ronaldo, que era alcoólatra, faleceu em 02/1995, vítima de atropelamento, no Rio de Janeiro. Seu filho Oswaldo, faleceu em 28/07/2005, aos 65 anos, no Rio de Janeiro.

Site: http://jornalcatarse.blogspot.com.br/2012/08/a-vedete-paraense-que-abafou-no-rio.html

Carreira: 1945-1980

Alguns trabalhos:

1946 - Homem, Não! (Teatro)
1946 - Nem Te Ligo! (Teatro)
1946 - Sob a Luz de Meu Bairro (Cinema)
1950 - Branca de Neve (Teatro) - Rainha Madrasta
1950 - Café Concerto (Teatro)
1950 - Coroa do Rei (Teatro)
1950 - Miss França (Teatro)
1951 - Café Concerto Nº 2 (Teatro)
1952 - O Tempo Passa e a Barba Cresce (Teatro)
1953 - Loura ou Morena (Teatro)
1954 - As Urnas Vão Rolar (Teatro)
1954 - É Sopa no Mel (Teatro)
1955 - Poeira de Estrelas (Teatro)
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)
1956 - TV de Comédia Tupi: Uma Porta do Céu (Televisão)
1956 - Varma em Revista (Televisão) - Apresentadora
1957 - Mulheres / Poeira de Estrelas 1957 (Teatro)
1960 - Alegoria Carioca (Teatro)
1965 - E a Primavera Chegou (Televisão)
1972 - Liberdade para as Borboletas (Teatro)
1979 - Feijão Maravilha (Televisão) - Fifi de Queiroz e Queiroz

Um comentário:

MARIO GORDILHO disse...

1953 - Loura ou Morena (Teatro)
1972 - Liberdade para as Borboletas (Teatro)