Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Ellen Blanco



Nome real: Ellen Blanco*

(*) Nome artístico

Créditos: Ellen Blanco, Helen Blanco, Elen Blanco, Élen Blanco, Éllen Blanco, Elen Blanco, ou Elen Blando

Atividades: Atriz, cantora, dançarina, modelo e garota-propaganda

Áreas: Teatro, cinema, televisão, rádio e música

Nascimento: 24/12/1941, Rio de Janeiro/RJ

Relacionamentos: Namorou com o cantor Agnaldo Rayol (1961); e com o cantor Zé Luís (1965-1967). Foi casada, uma filha: Carla.

Nota: Afastou-se da mídia. Irmã da vedete Marlene Blanco. Atuou no Brasil e no exterior. No teatro "Skindô" (1961) e "Vive La Femme" (1961).

Site: https://www.facebook.com/profile.php?id=100008425180792

Carreira: 1958-1972 (15 obras)

1958 - O Preço da Vitória (Cinema)
1960 - Festival (Teatro) - Vedete
1960 - Tout Belacap (Teatro) - Vedete
1961 - Peça Musicada TV Tupi (Televisão) - Cantora
1961 - Vive La Femme (Teatro) - Vedete
1961/1962 - Skindô (Teatro) - Vedete
1962 - Espetáculos Tonelux (Televisão)
1963 - A Tia de Carlito (Teatro) - Cora
1963 - Moro em Copacabana, Mas Ainda Sou Donzela (Teatro)
1963 - New Face 62 (Televisão) - Cantora
1964/1965 - O Ovo (Teatro) - Gertrudes
1968 - Travessia (Teatro) - Cantora
1969 - LP Desfile 3 “Canção: Tudo Azul” (Música) - Cantora
1971 - LP Uma Noite No Beco “Canção: Curto de Véu e Grinalda” (Música) - Cantora
1972 - LP Cristiano Vol. II “Canção: Não Vai Morrer/Don't Let It Die” (Música) - Cantora

2 comentários:

MARIO GORDILHO disse...

Fonte:

http://memoria.bn.br/pdf/144428/per144428_1963_00739.pdf

Paulo disse...

Hoje tive o prazer de conversar com ela na loja grão nobre e relembrar algumas passagens e pessoas dos tempos que não voltam mais. Recordar é viver! e Viva a vida!