Pesquisar este blog

domingo, 21 de março de 2021

Sérgio de Oliveira



Nome real: Arno Werner Broda

Créditos: Sérgio de Oliveira, Sergio de Oliveira, Sérgio Oliveira, ou Sergio Oliveira

Atividades: Ator, radioator, radialista, redator, narrador, apresentador, locutor, dublador, produtor e diretor

Áreas: Cinema, teatro, rádio e TV

Nascimento: 11/03/1917, Porto Alegre/RS

Óbito: 18/12/1980, Rio de Janeiro/RJ

Causa óbito: Infarto fulminante

Relacionamentos: Era casado com Alba Simeoni Broda (1937/1980), quatro filhos: Sandra, Valdívia, Elisabeth e Augusto Broda Neto. Teve um romance com atriz Joanna D'Arc Novaes (1954/1963).

Nota: Filho de Augusto João Ernesto Broda e de Emma Reif Broda. Irmão do radioator Walter Broda. Foi um dos diretores da Associação Brasileira de Radio (ABR) em 1966. Foi Diretor do "Retiro do Artistas" em 1963. Faleceu quando estava sozinho em seu apartamento, em Copacabana, no Rio de Janeiro/RJ, sendo seu corpo encontrado dias depois do óbito. Sua esposa Alba, nasceu em 24/02/1919 e faleceu em 07/09/1983.

Carreira: 1943-1980 (123 obras*)

1943/1944 - Rádio Difusora Porto-Alegrense (Rádio) - Locutor, além da Redação
1944 - Rádio Sociedade Gaúcha Porto Alegre (Rádio) - Locutor, além de Redação
1944/1954 - Rádio Globo Rio de Janeiro (Rádio)
1946 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Programa Conversa em Família (Rádio) - Apresentador
1946 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Programa Grande Teatro 'A Inimiga' (Rádio)
1946 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Radionovela Fascinação (Rádio) - Marmelada
1946 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Radionovela Rendas e Mantilhas (Rádio) - Professor Cocada
1947 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Radionovela Sacrifício (Rádio) - Doutor Horácio
1947 - Rádio Globo Rio de Janeiro: Radionovela Vingança (Rádio) - Raul
1948 - Falta Alguém no Manicômio (Cinema) - Dr. Diniz
1948 - Terra Violenta (Cinema)
1948 - Uma Luz na Estrada (Cinema)
1949 - O Caçula do Barulho (Cinema)
1949 - O Carteiro do Rei (Teatro)
1949 - Pinguinho de Gente (Cinema)
1949 - Também Somos Irmãos (Cinema) - Mr. Requião
1950 - A Sombra da Outra (Cinema)
1950 - Aviso aos Navegantes (Cinema) - Comandante do navio
1950 - Cascalho (Cinema)
1950 - Écharpe de Seda (Cinema)
1950 - Katucha (Cinema)
1950 - Não É Nada Disso (Cinema)
1950 - Somos Dois (Cinema) - Pai de Doido
1951 - Maior Que o Ódio (Cinema)
1952 - A Túnica de Vênus (Teatro)
1952 - Balança Mas Não Cai (Cinema)
1952 - De Amor Também Se Morre (Teatro)
1952 - É Fogo na Roupa (Cinema) - Diretor de Arte
1952 - Grande Teatro Monções TV Tupi: De Amor Também Se Morre (Televisão)
1953 - A Carne É o Diabo (Cinema)
1953 - Cupim (Teatro)
1953 - Três Recrutas (Cinema)
1954 - A Sogra (Cinema)
1954 - Malandros em Quarta Dimensão (Cinema)
1954 - Marujo Por Acaso (Cinema)
1954 - O Petróleo é Nosso (Cinema) - Guimarães
1954 - Rádio Nacional Rio de Janeiro: Radionovela O Padre Leonel (Rádio) - Antunes
1954 - Rádio Nacional Rio de Janeiro: Radionovela Uma Nuvem Cobre o Sol (Rádio)
1954 - Rua Sem Sol (Cinema)
1954 - Uma Certa Viúva (Teatro)
1955 - Chico Viola Não Morreu (Cinema)
1955 - Leonora dos Sete Mares (Cinema)
1955 - Nem Sansão Nem Dalila (Cinema) - Tubal
1955 - O Primo do Cangaceiro (Cinema)
1955 - Paixão nas Selvas (Cinema)
1955 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Programa Alô, Rio (Rádio) - Apresentador
1955 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Radionovela A Legião do Esquecidos (Rádio)
1955 - Sinfonia Carioca (Cinema)
1955 - Tira a Mão Daí! (Cinema)
1956 - Curuçu, o Terror do Amazonas / Curuzu, The Beast Of The Amazon (Cinema) - Capitão da Polícia
1956 - Poeira de Estrelas 1956 (Teatro)
1956 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Radionovela As Sombras Tudo Encobrem (Rádio)
1956 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Conflito (Televisão)
1957 - Absolutamente Certo (Cinema) - Túlio
1957 - Grande Teatro Nestlé TV Tupi: A Dama das Camélias (Televisão)
1957 - Grande Teatro Nestlé TV Tupi: Nossa Vida com Mamãe (Televisão)
1957 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Programa O Incrível Acontece (Rádio) - Narrador
1957 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Comissário de Polícia (Televisão)
1957/1958 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Programa O Mundo em Suas Mãos (Rádio) - Patrão
1957/1958 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Programa Vai Dar Valsa (Rádio) - Narrador
1957/1960 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Radioteatro (Rádio) - Direção
1958 - E o Bicho Não Deu (Cinema) - Dr. Elói
1958 - Teatro de Comédias TV Rio: Réquiem (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: A Hóspede (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: A Madrinha (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: A Morte Dirige a Comédia (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: A Única Testemunha (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Diabinho de Saias (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Eu Soube Amar (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Horas Supremas (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Indiana (Televisão)
1958 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Stella Dallas (Televisão)
1959 - Alô! 36-5499 (Teatro)
1959 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: O Mensageiro (Televisão)
1959 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Punhos de Seda (Televisão)
1959 - Teatro de Variedades Moinho de Ouro TV Rio: Tempestade na Rua Sycamore (Televisão)
1960 - Conheça Seu Homem (Teatro)
1960 - Rádio Mayrink Veiga Rio de Janeiro: Programa Histórias Verdadeiras (Rádio)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Aconteceu no Carnaval (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Conheça Seu Homem (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Ela (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Gabbo, o Grande (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Nosso Homem de Havana (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Cura da Aldeia (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Destino Se Repete (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: O Freguês da Madrugada (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Rainha do Ferro Velho (Televisão)
1960 - Teatro Studio A TV Rio: Três Vidas (Televisão)
1961 - A Baronesa (Teatro) - Padre Borges
1961 - Samba em Brasília (Cinema) - Wladimir
1961/1962 - Você Pode Ser um Assassino (Teatro) - Cerveille
1962 - Tiro e Queda (Teatro) - Raul Lablache
1962/1963 - Minha Querida Lady (Teatro)
1964/1965 - Como Vencer na Vida Sem Fazer Força (Teatro) - Direção
1965 - Crônica da Cidade Amada (Cinema)
1965/1966 - Música, Divina Música (Teatro) - Direção
1966 - Um Pouco de Loucura Não Faz Mal a Ninguém (Teatro)
1968 - Chegou a Hora, Camarada! (Cinema) - Crisóstomo
1969 - Olho N'amélia (Teatro)
1969/1970 - Enquanto Houver Estrelas TV Tupi (Televisão) - Reinaldo
1971 - Vivendo em Cima da Árvore (Teatro)
1973 - O Doente Imaginário (Teatro)
1973 - Shazan, Xerife & Cia. TV Globo: Pedra Maldita (Televisão)
1973/1974 - João da Silva TV Rio/TV Cultura (Televisão)
1973/1974 - O Semideus TV Globo (Televisão) - Albino
1975 - Gabriela TV Globo (Televisão) - Capitão
1975 - O Casal (Cinema)
1975 - Ricardo III (Teatro)
1975/1976 - A Moreninha TV Globo (Televisão) - Kleberc
1976 - Vivaldino, Criado de Dois Patrões (Teatro) - Dr. Bombardino
1977 - Emanuelle Tropical (Cinema)
1978 - A Conquista TVE (Televisão)
1978 - As Amantes Latinas (Cinema)
1978 - Emmanuelo, O Belo (Cinema)
1978 - Traí... Minha Amante Descobriu (Cinema)
1978/1979 - No Sex... Please! (Teatro)
1979 - Aplauso TV Globo: Dona Felinta, a Rainha do Agreste (Televisão) - Senador Neném
1979 - Carga Pesada TV Globo: Adeus, Dequinha (Televisão) - Dr. Amarante
1979/1980 - O Pagador de Promessas (Teatro) - Monsenhor
1980 - Olhai os Lírios do Campo TV Globo (Televisão) - Dr. Ezequiel Teixeira Torres
1980 - Prisioneiras da Ilha do Diabo (Cinema)
1980 - Projeto Conquista TVE (Televisão)
1980 - Sítio do Picapau Amarelo TV Globo: Dom Quixote, o Cavaleiro da Triste Figura (Televisão) - Dono do Albergue

(*) Pesquisa concluída

5 comentários:

MARIO GORDILHO disse...

Fontes:

http://memoria.bn.br/DocReader/030678/68240
http://memoria.bn.br/DocReader/029033_16/19597

Aurélio Blogado disse...

Bom dia, Mário Gordilho. Só uma correção, Sérgio de Oliveira faleceu em 1990. Seu último trabalho foi no filme “A Dama do Cine Shangai” em 1987 e ele faleceu em 8 janeiro de 1990.

MARIO GORDILHO disse...

Aurélio, o Sérgio em questão não participa do referido filme, e ele morreu na data registrada no perfil, conforme certidão de inventário enviado pelo Gustavo, neto do ator, assim como o link do jornal postado em comentário anterior por mim. Pode se tratar de um homônimo, também.

Abraço

Aurélio Blogado disse...

Engraçado que Curuçu, o terror do Amazonas que foi em 1956, também consta também a dama do cine Shangai. Segue link. https://www.google.com.br/search?sxsrf=ALeKk00k9AYOgwtufx5mUzSFXVBPoRYpxA%3A1611539930149&ei=2iUOYNrECI605OUPi9696Ak&q=s%C3%A9rgio+de+oliveira+filmes&oq=S%C3%A9rgio+de+oliveira+ator&gs_lcp=ChNtb2JpbGUtZ3dzLXdpei1zZXJwEAMyBggAEBYQHjIFCCEQoAE6BAgjECc6BggAEAcQHjoCCC46BwghEAoQoAFQqYMCWLamAmCLsQJoAHAAeACAAeMCiAHVCpIBBzAuMy4yLjGYAQCgAQHAAQE&sclient=mobile-gws-wiz-serp&stick=H4sIAAAAAAAAAONgVuLWz9U3MDQ0LbesMHrE6M4t8PLHPWEpu0lrTl5jtODiCs7IL3fNK8ksqRTS4mKDshS4-KWQ9WkwSPFyIQvw7GLiDkgtKs7P880vy0xdxCpVfHhlUXpmvkJKqkJ-TmZZamZRokJaZk5uajEAHizGV4QAAAA&ictx=1&ved=2ahUKEwj437ec_rXuAhUtD7kGHaTMCL0QyNoBKAF6BAgLEAg

Unknown disse...

Sergio de Oliveira tem 4 bisnetos filhos da sua filha Sandra. Armando Palla Junior,Ana Cristina in memorian,Adriana Beatriz Palla e Andreia Luciana Palla.