Pesquisar este blog

domingo, 26 de abril de 2020

Kátia D'Angelo



Nome real: Katia Rebibout D'Angelo

Créditos: Kátia D'Angelo, Kátia D'Ângelo, Katia D'Angelo, Kátia Dângelo, Katia Dangelo, Kátia D Ângelo, ou Katia D Angelo

Atividades: Atriz, diretora, produtora, autora e roteirista

Áreas: Cinema, teatro e TV

Nascimento: 12/12/1951, Rio de Janeiro/RJ

Relacionamentos: Namorou com Ronny (1971-?), um filho: Ronny; com o ator Pedro Aguinaga (1978); com o cantor Guttemberg 'Guarabyra' (1978-1980), um filho: Thiago; e com o francês, ex-Cônsul do Senegal, Alain Georges Michel Vallabriga (1986-1989).

Nota: Na ativa. Formada em Teatro. Seu filho Ronny foi assassinado pela polícia, em 1997, aos 26 anos.

Site: https://www.facebook.com/katia.dangelo.77

Carreira: 1972-2011 (45 obras)

1972 - Festical Infantil Teatro Gláucio Gil: A Salada 'F(Teatro) - Atuação e Autoria
1973 - Calabar, o Elogio da Traição (Teatro)
1973 - Faça Alguma Coisa pelo Coelho, Bicho (Teatro) - Coelho
1974 - O Espigão (Televisão)
1974 - Supermanoela (Televisão) - Roseli
1975 - A Extorsão (Cinema) - Secretária de Murilo
1975 - Ana, a Libertina (Cinema)
1975 - As Deliciosas Traições do Amor: O Olhar (Cinema) - Empregada da Marquesa
1975 - Escalada (Televisão) - Vivian
1975 - Maníacos Eróticos (Cinema)
1976 - Anjo Mau (Televisão) - Antonia ‘Tuninha’
1976 - As Granfinas e o Camelô (Cinema) - Dora ‘Dorinha’
1976 - Chico City (Televisão)
1976 - Dinheiro, pra Que Dinheiro (Teatro)
1976 - Marília e Marina (Cinema) - Marília
1976 - O Vampiro de Copacabana (Cinema) - Vera
1977 - Barra Pesada (Cinema) - Ana
1977 - Cão Vadio (Cinema)
1977 - Despedida de Casado ‘censurada’ (Televisão) - Ana Isabel
1977 - Gente Fina É Outra Coisa (Cinema) - Elvira
1977 - Quem Matou Pacífico? (Cinema) - Luzia
1977/1978 - Nina (Televisão) - Maria Clara Torres Galba
1978 - Apenas 500 Milhões de Dólares (Teatro)
1978 - Rastro de Sangue (Cinema)
1978/1979 - Pecado Rasgado (Televisão) - Beatriz
1979 - Carga Pesada: Adeus, Dequinha (Televisão) - Dequinha
1979 - O Caso Cláudia (Cinema) - Flávia
1979 - Os Trombadinhas (Cinema) - Ana Maria
1980 - O Bem-Amado: A Manifestança Beijoquista (Televisão)
1980/1981 - As Três Marias (Televisão) - Teresa
1981 - La Conquista del Paraíso (Cinema) - Iracema (Argentina)
1981 - O Amor É Nosso (Televisão) - Sandra Camargo
1982 - Caso Verdade: A Última Gota (Televisão) - Laura
1982 - Sítio do Picapau Amarelo: Ali Babá, Emília e os Quarenta Ladrões (Televisão)
1985/1986 - Uma Esperança no Ar (Televisão) - Vitória
1986 - Fulaninha (Cinema) - Rose
1988 - Os Amores de Casanova (Teatro)
1990 - Pantanal (Televisão) - Generosa
1990 - Telefilme Era Uma Vez… ‘TV Manchete’ (Televisão) - Atuação e Roteiro
1990 - Teletema: Quem Fica em Casa É Caramujo (Televisão)
1991/1992 - Procura-Se Um Amigo (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1992 - A Mancha Roxa (Teatro)
1994 - Procura-Se Um Amigo (Teatro) - Autoria, Direção e Produção
1996 - O Lado Certo da Vida Errada (Cinema) - Atuação e Figurino
2009 - Bela Noite para Voar (Cinema) - D. Sara Kubitschek
2010/2011 - Ti Ti Ti (Televisão) - Madame D'Angelo

7 comentários:

Unknown disse...

Muito linda, Katia D'Angelo!

Katia D'Angelo disse...

Obrigada querido,afastei-me da midia futil,não dos antenados na internet.To sempre por aki. Beijocas

MARIO GORDILHO disse...

Obrigado, Katia! Por suas carinhosas palavras... Sempre serei seu fã. Bjao

Mônica disse...

Maravilhosa atriz, saudades de te ver na telinha, adoro o seu trabalho, um beijo Mônica.

Unknown disse...

Kátia D'angelo, linda e talentosa, lembro-me de kátia em Anjo Mau em 1976. Deveria voltar a TV, faz falta.

Marcus Afonso Teixeira disse...

Também lembro de Kátia em Anjo Mau, muito linda.

Anônimo disse...

Marcou mesmo!
Sabia que teve um filho assassinado e que nem seria assim tão velho (foi mãe cedo então).
lembro de uma cena de PESCADO RASGADO.
Além do 'sucesso' O CASO CLÁUDIA; filme mais estranho aquele - para variar outro exemplo do CINEMA NACIONAL.
Legal ter atuado mais recentemente. E de um comentário aqui.

* Impossível esquecer dela como quenga no até polêmico PANTANAL. Nomeando um filho de "José Lucas De Nada" (até uma pessoa ligada à minha família achava ser NOME VERDADEIRO DO ARTISTA... Risos).