Pesquisar este blog

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Ruth Schelske



Nome real: Ruth Schelske

Créditos: Ruth Schelske, Ruth Shelske, Ruth Schelsk, ou Ruth Shelsky

Atividades: Atriz, radioatriz, dubladora e garota-propaganda

Áreas: Cinema, teatro, rádio e TV

Nascimento: 27/03/1939, São Paulo/SP

Óbito: 1977, Belém/PA

Causa óbito: Coma alcóolico

Relacionamentos: Namorou com o câmera-man Alfredo Cini (1957/1958). Era casada com Alfredo Cini (1958/1960).

Nota: Filha de Roberto Schelske e de Joana Schelske. Registrada em 29/03/1939. Desde 1960, vivia no Rio de Janeiro/RJ. Sofria de alcoolismo. Faleceu em Belém/PA, em decorrência de um coma alcóolico, onde está sepultada.

Carreira: 1948-1977

Alguns trabalhos*:

1948 - Rádio América de São Paulo (Rádio)
1948 - Rádio Nacional de São Paulo (Rádio)
1952 - Rádio Bandeirantes São Paulo: Programa Novelas para Você (Rádio)
1955 - Teledrama TV Paulista: Delito (Televisão)
1955 - Teledrama TV Paulista: O Casaco de Pele (Televisão)
1955 - Teledrama TV Paulista: Uma Ressurreição (Televisão)
1956 - Atrações Caruso TV Paulista (Televisão)
1956 - Audições Gaó TV Paulista (Televisão) - Garota-Propaganda
1956 - Teledrama TV Paulista: Estação 21, Rua 47 (Televisão)
1956 - Teledrama TV Paulista: O Caminho da Volta (Televisão)
1956 - Teledrama TV Paulista: O Milagre dos Sinos (Televisão)
1956 - Vitrine TV Paulista (Televisão) - Garota-Propaganda
1956/1957 - Rádio Nacional São Paulo: Programa Todos Cantam a Sua Terra (Rádio)
1956/1960 - A Praça da Alegria TV Paulista (Televisão)
1957 - Rádio Nacional São Paulo: Radionovela Senzala (Rádio)
1957 - Teledrama Três Leões TV Paulista: Dê-me o Seu Amor (Televisão)
1957 - Teledrama TV Paulista: A Cela da Morte (Televisão)
1957 - Teledrama TV Paulista: A Tragédia de Mayerling (Televisão)
1957 - Teledrama TV Paulista: Uma Carta para Três Maridos (Televisão)
1958 - Teledrama TV Paulista: Horas de Desespero (Televisão)
1958 - Teledrama TV Paulista: Loucuras de Um Milionário (Televisão)
1959 - Construtores de São Paulo TV Paulista: Emílio Ribas (Televisão)
1959 - Construtores de São Paulo TV Paulista: Padre Chico (Televisão)
1960 - Teatro Câmera Um TV Tupi: A Dama das Camélias (Televisão)
1960 - Teatro Câmera Um TV Tupi: O Perfume da Morte (Televisão)
1960 - Grande Teatro Tupi (Televisão)
1960 - Teledrama Três Leões TV Paulista: Fraude (Televisão)
1960 - Teledrama TV Paulista: Réquiem para um Anjo (Televisão)
1960/1961 - Estúdio de Dublagem CineCastro (Cinema/Televisão) - Dubladora
1960 - O Adeus TV Tupi (Televisão)
1961 - Torre de Babel TV Tupi (Televisão)
1961/1966 - Estúdio de Dublagem Dublasom Guanabara (Televisão/Cinema) - Dubladora
1962 - TV de Brinquedo TV Continental: A Cadeira Encantada (Televisão)
1963 - Chico Anysio Show TV Rio (Televisão) - Namorada de Santelmo dos Anjos
1967 - Estúdio de Dublagem CineCastro (Cinema/Televisão) - Dubladora
1967/1971 - Estúdio de Dublagem TV Cinesom Tupi RJ (Cinema/Televisão) - Dubladora
1971 - Aristogatas 'animação' (Cinema) - Duquesa (voz) / Dubladora
1971/1977 - Estúdio de Dublagem Herbert Richers (Cinema/Televisão) - Dubladora

(*) Pesquisa em andamento

7 comentários:

MARIO GORDILHO disse...

Fonte:

http://memoria.bn.br/DocReader/128848/6491
http://casadadublagem10.blogspot.com/2019/03/ruth-schelske.html

Leonardo disse...

Segundo o jornal Diário da Noite de 11 Janeiro de 1955, ela nasceu em 27 de Março! Foi a voz falada da personagem Duquesa no filme Aristogatas (1971) da Disney :)

Leonardo disse...

Filha de Joana e Roberto Schelske, estreou na Rádio América. Divorciou-se do Alfredo no começo de 1960, em Setembro mudou-se pra o Rio de Janeiro.

Unknown disse...

Ola Mario, sou sobrinho da saudosa Ruth, Rutinha como gostávamos de chama-la em casa, gostaria de te informar que sua morte aconteceu em Belém do Pará, por cima alcoólica, eu mesmo estive lá para translado do corpo, que infelizmente não ocorreu por motivos técnicos, infelizmente ela era dependente alcoólica, tentamos um tratamento em Embu, com o Dr. Edmundo Maia, que me foi apresentado por Jacinto Figueira Jr. (O homem do sapato branco), mas que infelizmente não surtiu resultado e ela veio a falecer, menos de um ano depois do início do tratamento, para maiores detalhes pode me chamar no email, que eu te passo meu zap, minha mãe irmã dela está viva até hj, e plenamente consciente com 92 anos, grato pela atenção, e a sua disposição Carlos

MARIO GORDILHO disse...

Boa noite, Carlos.

Obrigado pelas informações e feliz por sua mãe estar viva.

Você teria a data de óbito completa de sua tia Ruth?

Grato.

Unknown disse...

Vou tentar saber precisamente nos guardados de minha mãe, assim que conseguir uma informação segura e precisa te informo, grato pela publicação, agradeço em nome dela e da família

MARIO GORDILHO disse...

Obrigado, Carlos.

Abraço